Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Renato Telles

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estudo sobre relação entre capacidade inovativa e competitividade em organizações industriais em redes de suprimentos
  • A construção de ambientes inovativos tem sido entendida como uma das condições de base para sustentação e aumento da capacidade competitiva das organizações. Redes de suprimentos, que compõem a base do setor de tecnologia, têm buscado, por meio da cooperação e do aumento de sua capacidade inovativa, alcançar ganhos de competitividade diante desse cenário, caracterizado pela aceleração dos processos orientados pela e para a inovação. Este projeto se propõe a explorar e analisar a relação entre dois construtos diretamente relacionados a esse fenômeno: capacidade inovativa e competitividade em redes de suprimentos. Pode-se admitir que o desenvolvimento da compreensão desses dois construtos e, particularmente, de sua relação em diferentes contextos, relacionados potencialmente a variáveis moderadoras e/ou mediadoras específicas, fornece informações relevantes de natureza teórica, gerencial e metodológica. As implicações dessa investigação podem ser associadas ao avanço de conhecimento nessa lacuna teórica e ao aperfeiçoamento de processos, produtos e serviços e ganhos de desempenho para as organizações. Este projeto objetiva, por meio de uma investigação composta por uma pesquisa exploratória qualitativa, por uma pesquisa descritiva quantitativa e por um estudo baseado em análise formal de redes, envolvendo uma rede de suprimentos da indústria eletroeletrônica brasileira composta por 63 empresas, explorar a relação entre capacidade inovativa e competitividade. Este projeto possui a colaboração e parceria de pesquisadores das seguintes Instituições de Ensino/Pesquisa: Programa de Pós-graduação em Administração – UNIP, Escola Politécnica - USP e Universidade Federal de Santa Maria.
  • Universidade Paulista - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renato Vimieiro

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • investigação do uso de computação evolucionária para mineração de padrões discriminativos em bases de dados de alta dimensionalidade
  • Contexto/Motivação: Padrões discriminativos são conjuntos de variáveis que caracterizam subgrupos de indivíduos que apresentam um comportamento excepcional em relação à população segundo uma propriedade de interesse. Num contexto de medicina, por exemplo, tais padrões diferenciam pacientes de pessoas sadias. Frequentemente, tais padrões são representados por regras se-então, o que lhes confere alta interpretabilidade. Consequentemente, tais padrões se tornam bastante atrativos em aplicações em que a interpretação dos resultados é essencial, como em bioinformática e medicina, por exemplo. Contudo, a natureza enumerativa da busca por tais padrões torna o problema computacionalmente desafiador, especialmente em bases de dados com muitos atributos. Esse problema motiva o desenvolvimento de heurísticas para minerar tais padrões. Objetivo: O objetivo principal deste projeto é investigar e desenvolver algoritmos baseados em computação evolucionária para mineração de padrões discriminativos em bases de dados de alta dimensionalidade. O uso de computação evolucionária para mineração de regras de classificação é algo bastante estudado na literatura (Albinati et al., 2015; Fidelis et al., 2000; Mukhopadhyay et al., 2014; Parpinelli et al., 2002). Contudo, como apontado por Pontes, Vimieiro, e Ludermir (2016) e Carmona et al. (2014), existem poucas abordagens evolucionárias para mineração de padrões discriminativos, sendo o número de abordagens capazes de lidar com alta dimensionalidade ainda menor. Esse fato contraria Liu et al. (2015), que sugerem a possibilidade de aplicar os algoritmos existentes em dados de biomédicos. Entendendo que a aplicação em bioinformática é de importância tanto social quanto científica, o objetivo central será desenvolver métodos que permitam tal utilização. Metodologia: Tendo em vista a aplicação em bioinformática, o projeto será desenvolvido em três etapas. Na primeira etapa, o foco será no desenvolvimento de métodos capazes de lidar com dados biomédicos, sobretudo dados de transcrição (expressão gênica). Essas bases contém um grande número de atributos numéricos. Dessa forma, os métodos atuais se tornam inviáveis. A segunda etapa consistirá na investigação de técnicas para diminuir a redundância dos padrões retornados. Os algoritmos existentes frequentemente ignoram correlações entre atributos. Isso resulta em padrões altamente redundantes, cobrindo apenas um mesmo grupo de indivíduos da população. No contexto de bioinformática, isso é ainda mais grave, uma vez que muitos atributos apresentam alta correlação. A terceira etapa consistirá na aplicação dos métodos desenvolvidos nas etapas anteriores. Essa etapa busca mostrar a viabilidade dos métodos em cenários reais.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Eugenio Seifert Junior

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • formas não convencionais de organização: reflexões a partir das novas formas de trabalho
  • As contradições e problemas do modelo organizacional dominante de trabalho na modernidade são proeminentemente perceptíveis em dimensões humanas e ambientais. Nesse cenário, chamam à atenção, as formas não convencionais de organização do trabalho que buscam por alternativas ao modo dominante. Assim, com intuito de contribuir com o melhor reconhecimento dos modos não convencionais de organizações de trabalho que estabelecem distinções e contraposições ao modo dominante organizacional, este estudo busca estabelecer um estudo comparativo de casos diversificados de organizações não convencionais de trabalho com perspectivas de alcance de novos horizontes e possíveis respostas às insuficiências e crise do modelo organizacional dominante. Para sua consecução o estudo inicia-se com levantamento e organização de material documental. Em complemento ao levantamento e organização dos registros serão realizadas observações participantes e não participantes, além de entrevistas e com os integrantes das organizações não convencionais de trabalho. Os dados serão analisados pela técnica de análise de conteúdo. Considerando a relevância do estudo sobre organizações não convencionais é pertinente apontar que as reflexões acerca dessa temática no contexto do trabalho contribuem para a ampliação dos conhecimentos teóricos e empíricos na área de Estudos Organizacionais em Administração, pois há diversidades de organizações que não são explicadas pela tradição das Teorias Organizacionais. Assim, torna-se imprescindível a compreensão de diferentes formas de associações humanas, principalmente no contexto do trabalho, atividade central da vida das pessoas.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Felipe Keidel Spada

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo teórico de moléculas em ambientes astrofísicos
  • Nesse projeto serão calculadas propriedades de moléculas diatômicas e poliatômicas de interesse astrofísico. Para moléculas diatômicas serão obtidas propriedades espectroscópicas, primeiro utilizando métodos multirreferenciais de estrutura eletrônica para o cálculo das superfícies de potencial eletrônico e, em seguida, a equação nuclear será resolvida numericamente. Com tais resultados serão obtidos os níveis de energia rovibracionais dessas moléculas, fatores de Franck-Condon (relacionados às probabilidades de transição) e os coeficientes de Einstein (relacionado ao tempo de decaimento de cada transição). Também será estudada a formação de moléculas poliatômicas em ambientes interestelares. Para tal estudo serão utilizadas metodologias ab initio altamente correlacionadas e aproximações para a teoria do funcional de densidade para descrição das propriedades termoquímicas das reações elementares de formação de tais moléculas. As constantes de velocidade de tais reações serão obtidas por teoria variacional do estado de transição com correções para consideração de tunelamento.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rene Francisco Boschi Gonçalves

Engenharias

Engenharia Aeroespacial
  • motores-foguete híbridos: formulações inovadoras de emulsões parafina/álcool
  • Ao longo dos anos, a propulsão híbrida vem sendo pesquisada como opção de sistema de propulsão de baixo custo. Por conta de suas características, motores híbridos possuem diversas aplicações, desde grandes lançadores até pequenos propulsores de controle de altitude e de transferência de órbita. Em motores híbridos, o oxidante e o combustível se apresentam em dois estados físicos diferentes, diferenciando sua combustão em relação aos foguetes sólido e líquido, de maneira a se utilizar dos pontos fortes de cada um desses sistemas. Contudo, o maior problema encontrado em motores híbridos é a baixa taxa de regressão durante a queima. Diversas modificações e soluções têm sido propostas e estudadas ao longo dos anos, mas uma das mais interessantes se baseia no uso de parafina como base do combustível. No entanto, a parafina ainda não atinge uma taxa de regressão ideal (comparada a propelentes sólidos), portanto é comum o emprego de aditivos. Nesse contexto, o presente projeto trata da proposição de formulações inovadoras de combustível para emprego em motores-foguete híbridos, baseadas em emulsões de parafina e álcoois de cadeia curta, de modo a aumentar o calor liberado na combustão e, ao mesmo tempo, aumentar a taxa de regressão. Nesse escopo, o presente projeto propõe o estudo de diversas formulações (com base parafínica) emulsionadas com álcoois de cadeia curta e aditivada com micro ou nanopartículas, como negro de fumo e alumínio, a fim de melhorar as propriedades térmicas e balísticas do material e, portanto, possibilitar sua aplicação para melhoria de motores-foguete híbridos.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rennan Geovanny Oliveira Araujo

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estratégias para avaliação de constituintes inorgânicos em alimentos e amostras ambientais
  • Este projeto tem como finalidade o desenvolvimento de estratégias para determinação da concentração total, fracionamento químico e da análise de especiação química de constituintes inorgânicos presentes em amostras ambientais (material particulado de ambientes de interiores e externos, solo e poeira urbana) e de alimentos (consumo humano e de animais de estimação) empregando técnicas espectroanalíticas. Será priorizado o desenvolvimento de métodos analíticos que adequem a concepção da “Química Verde”. Os procedimentos de preparo de amostras convencionais (via úmida e / ou seca) e / ou métodos alternativos (amostragem em suspensão e análise direta de sólido) terão como finalidade a análise química das amostras ambientais e dos alimentos em geral, avaliando as suas limitações da introdução da amostra usando as técnicas espectroanalíticas. As concentrações totais e suas frações dos elementos químicos encontradas serão avaliadas conforme parâmetros de valores máximos permitidos dos Órgãos Reguladores vigentes para cada tipo de amostra. No desenvolvimento dos métodos analíticos serão priorizadas as técnicas de planejamento de experimentos simultâneos, como o planejamento fatorial de dois e três níveis, com o intuito de reduzir e otimizar os experimentos. Os resultados obtidos serão avaliados através da análise multivariada de dados, tais como análise de componentes principais (PCA) e a análise de agrupamento hierárquica (HCA) para identificar tendências ou similaridade no conjunto de resultados gerados.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Renzo Garcia Von Pinho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • controle genético da tolerância à seca e expressão de genes relacionados a estresses abióticos em milho
  • No Brasil tem sido observado o aumento da área cultivada com milho na segunda safra, principalmente nas regiões centro oeste e sul. Também, no cultivo de verão é comum condições de deficiência hídrica com reduções significativas da produtividade. Assim torna-se importante o desenvolvimento de cultivares de milho com tolerância à deficiência hídrica. Genótipos de milho com tolerância a seca devem apresentar expressão de genes que conferem proteção contra os danos nestas condições. A seleção de materiais com tolerância a seca proporciona maior eficiência nas etapas do processo produtivo de sementes. Nesse contexto, serão conduzidos três trabalhos de pesquisa na Universidade Federal de Lavras (UFLA). Em um dos trabalhos será investigada a variabilidade genética para a característica de tolerância a seca por meio de avaliações da qualidade fisiológica de sementes e de características morfoagronômicas em plantas desenvolvidas no campo. No segundo trabalho, será estudado o controle genético para a tolerância a seca. Para isso, serão utilizadas 16 linhagens, previamente selecionadas, sendo oito tolerantes e oito intolerantes a deficiência hídrica, para compor um dialelo completo. Neste trabalho serão avaliados os efeitos da capacidade geral e específica de combinação, bem como os efeitos recíprocos. No terceiro trabalho, será investigada a expressão de genes para a característica de tolerância a deficiência hídrica por meio da avaliação de transcritos e de proteínas em sementes e plântulas de linhagens tolerantes e intolerantes a seca, bem como em sementes e plântulas dos híbridos com efeito recíproco significativo. Para este estudo serão utilizadas as técnicas de PCR em tempo real e a de eletroforese utilizando-se as modalidades eletroforéticas NATIVE PAGE e SDS-PAGE. Com os dados obtidos será realizada uma análise de correlação entre os resultados obtidos nas análises fisiológicas de sementes e plântulas e os obtidos nas análises de transcritos.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Reynaldo Palacios Bereche

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana-de-açúcar visando a produção de biodiesel e bioquerosene – avaliação energética, exergética, econômica e ambiental do processo integrado
  • A produção de biocombustíveis a partir dos resíduos lignocelulósicos (bagaço e palha) se apresenta como uma alternativa desejável uma vez que permitiria aumentar a produção de biocombustíveis sem a necessidade de aumentar área plantada de cana, diversificar a matriz energética Brasileira e contribuir com a redução de emissões de gases de efeito estufa (GHG). Neste contexto a introdução do processo de pirólise do bagaço e da palha no processo convencional para produção de bio-óleo, visando seu posterior beneficiamento, pode melhorar os índices de produtividade e sustentabilidade do processo integrado. A pirólise é o processo físico químico de degradação térmica do material em atmosfera não oxidante, dando lugar à formação de um resíduo sólido rico em carbono (carvão ou char) e uma fração volátil composta de gases e vapores orgânicos condensáveis. As proporções desses compostos dependem do método de pirólise empregado, dos parâmetros do processo e das características do material a ser tratado. A pirólise rápida por sua vez é caracterizada por baixo tempos de residência no reator, alta taxa de aquecimento a temperaturas moderadas (400 a 600 ºC). Este tipo de pirólise prioriza a formação do bio-óleo que pode ser utilizado como combustível de caldeiras ou servir como matéria prima para produção de combustíveis veiculares. A partir do apresentado, este trabalho visa a realização da modelagem e avaliação do processo de pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana de açúcar visando a produção de biodiesel e bioquerosene comparando diferentes cenários de aproveitamento desses resíduos. Para o desenvolvimento deste trabalho a metodologia adotada inclui o levantamento bibliográfico, modelagem e simulação dos processos através de balanços de massa e energia, integração térmica dos casos selecionados incluindo a determinação das metas de energia e de custos, avaliação exergética e de custo exergético, e avaliação ambiental através da Avaliação do Ciclo de Vida. Como resultado da execução do projeto espera-se de maneira geral determinar o potencial de produção de biocombustíveis líquidos, biodiesel e/ou bioquerosene a partir da pirólise dos resíduos lignocelulósicos da cana-de-açúcar e avaliar os impactos, desde o ponto de vista energético e ambiental, da integração destes processos produtivos na usina convencional de produção de etanol.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Alberto Scherma

Ciências Humanas

Geografia
  • regiões e empresas transnacionais: lógica financeira e implicações territoriais
  • No Brasil, desde os anos 90, há um movimento de grupos industriais, que, para atender às exigências do período, abriram seu capital na Bolsa de Valores. Essas empresas, antes operantes dentro de uma lógica de desenvolvimento das forças produtivas, passam a operar com vistas a atender a lógica do mercado financeiro. Esse crescente processo de financeirização das atividades produtivas gera mutações diretas no uso do território, pois, a partir dos processos de reestruturação empresarial, operam-se programas que desencadeiam a reestruturação das localizações produtivas; atualizações técnicas e dos sistemas de trabalho ou ainda novas formas de produzir, como a subcontratação e mesmo o aproveitamento e a integração com circuitos de produção domésticos. Dessa maneira, este projeto de pesquisa orienta o nosso estudo para compreendermos o uso do território a partir da atuação de corporações transnacionais que compõem importantes circuitos espaciais de produção industrial e que operam sob a lógica das finanças, sendo elas: Cia. Hering (têxtil-vestuário), Marcopolo (metalmecânico) e BRF (agroalimentar). Todas com fortes e históricas ligações com a região Sul do Brasil. Pretende-se compreender como essas empresas têm continuamente implantado, a partir do período da Globalização, processos de reestruturação e planos estratégicos para atender às exigências de rentabilidade ótima do mercado financeiro, gerando implicações territoriais muito relevantes nas regiões e nas cidades onde elas se localizam.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Ricardo Alves de Mesquita

Ciências da Saúde

Odontologia
  • parâmetros nutricionais, imunológicos, microbiológicos e status de saúde bucal em pacientes com alteração de massa óssea
  • A osteoporose é uma doença sistêmica multifatorial caracterizada pela redução da massa óssea e desorganização estrutural do tecido ósseo. O diagnóstico da osteoporose é baseado em critérios densitométricos da Organização Mundial de Saúde com referência na classificação do T-score, realizada pela técnica de absorciometria de energia dupla de raios X, cujo valor avalia a densidade mineral óssea. Por se tratar de uma doença sistêmica a osteoporose afeta os ossos maxilares. Entretanto, a ocorrência e extensão de perda de estrutura do osso alveolar na osteoporose, bem como o risco destes pacientes à doença periodontal e perdas dentárias, e a modificação destes parâmetros em função do tratamento, não estão claramente definidos. Desta forma, objetiva-se 1) avaliar parâmetros clínicos, imunológicos, moleculares, e o status de saúde bucal em pacientes encaminhados para investigação de perda de massa óssea em um hospital de referência no tratamento de pacientes com osteoporose; e 2) avaliar o impacto do tratamento para osteoporose nos parâmetros avaliados. Trata-se de um estudo coorte para obtenção de dados clínicos, demográficos; e da condição bucal, avaliando-se índice CPO-D, índices periodontais, parâmetros salivares e exames de imagem. Os pacientes serão avaliados em três momentos: início; após 01 ano e após 02 anos da avaliação inicial. Os dados obtidos poderão ser úteis para estabelecimento de protocolos de screening de pacientes com risco de desenvolverem a osteoporose aumentando assim as possibilidades de detecção precoce. Além disto, o projeto visa fornecer dados acerca do impacto do tratamento para osteoporose nos ossos maxilares e parâmetros avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andrade Reis

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito da suplementação com aditivos fitogênicos sobre a emissão de gases de efeito estufa, desempenho e eficiência de uso de nitrogênio de bovinos de corte recriados em pastos de capim marandu
  • O manejo do pasto adotando a interceptação luminosa de 95%, com altura como critério de manejo, eficiência de pastejo de 50% e alta oferta de folhas pode proporcionar altos teores de proteína bruta, com elevada proporção de fração solúvel. Dessa forma, a utilização de aditivos fitogênicos, como os taninos, no suplemento pode reduzir a degradação de proteína no rúmen e aumentar o fluxo de proteína metabolizável de origem dietética, devido à formação do complexo tanino-proteína. No que se refere aos impactos ambientais, o uso de aditivos fitogênicos pode alterar a rota de excreção de N pelos animais consequentemente mitigando as emissões de óxido nitroso (N2O), um potente gás de efeito estufa (GEE) e perdas de N por volatilização de amônia (NH3). Busca-se verificar os efeitos da inclusão de aditivos fitogênicos em suplementos para animais em recria, avaliando a produção de proteína microbiana, a eficiência de uso de nitrogênio, os parâmetros ruminais, e consequentemente, o desempenho, além de avaliar os efeitos na mitigação da emissão dos GEE e NH3. Dois experimentos serão conduzidos simultaneamente no Setor de Forragicultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária da UNESP, campus de Jaboticabal – SP. O experimento será realizado durante a fase de recria dos animais. Os animais serão mantidos em piquetes formados por Brachiaria brizantha cv. Marandu, durante o período das águas (2019/2020 e 2020 /2021). No experimento 1 serão utilizados como animais testers 48 tourinhos ½ sangue Aberdeen Angus x ½ sangue Nelore, com peso corporal inicial de 270 kg, para o experimento de desempenho, distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos com delineamento inteiramente ao acaso em esquema fatorial: 1 – Suplemento mineral (ad libitum); 2 – Suplemento mineral com inclusão de aditivos fitogênicos (ad libitum; dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida); 3 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC); 4 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC) com inclusão de aditivos fitogênicos (dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida). Utilizar-se-ão, juntamente com os animais de desempenho, oito tourinhos canulados no rúmen, distribuídos em delineamento quadrado latino duplo 4x4 para a avaliação dos parâmetros ruminais. As variáveis avaliadas durante a fase de recria serão: desempenho, consumo e digestibilidade de nutrientes, parâmetros ruminais, eficiência de uso de nitrogênio e emissão de metano entérico. No experimento 2 serão avaliadas as emissões dos GEE do solo utilizando a metodologia das câmaras estáticas e as perdas de N por volatilização de NH3 utilizando a metodologia de câmaras estáticas semi-abertas livres, considerando os mesmos tratamentos e delineamento do experimento de desempenho. Serão quantificadas as variáveis do solo (temperatura, umidade, amônio e nitrato) e variáveis climáticas (precipitação e temperatura) objetivando correlacionar com as emissões dos gases.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo André Fiorotti Peixoto

Engenharias

Engenharia Civil
  • durabilidade em concretos de escória de aciaria
  • O consumo de recursos naturais pelo setor industrial da construção civil é reconhecido por sua magnitude. A grande geração de rejeitos industriais é uma realidade, principalmente rejeitos siderúrgicos, dada redução da qualidade da matéria prima, função do exaurimento das jazidas. Conciliar geradores de rejeitos e grande consumidores de materiais primas naturais parece ser uma alternativa razoável, no entanto, particularidades da cadeia produtiva na construção civil representam impeditivos que precisam de definições precisas em relação ao comportamento de novos materiais na presença de cimento Portland. Nesse sentido, resultados alcançados por nosso grupo de pesquisas RECICLOS CNPq desde 2005, buscam consolidar o uso de rejeitos para produção de matrizes cimentícias. Propriedades físicas e químicas, desempenho mecânico de concretos simples e armados e características ambientais foram estudadas e apresentaram-se adequados à produção de concretos sustentáveis, apenas com rejeitos de siderurgia. A proposta apresentada nesse projeto, dá início a uma nova etapa de estudos para produção de concretos com agregados de escória de aciaria LD e elétrica. Nesta etapa, serão estudadas composições tratadas com aditivos e adições submetidas a atmosferas ricas em CO2 e cloretos. Propriedades físicas, químicas, mecânicas e microestruturais serão utilizadas como parâmetros para a determinação do desempenho dessas novas matrizes na produção de concretos sustentáveis. Dessa forma, pretende-se contribuir para o entendimento do comportamento desses agregados de escória de aciaria quando submetidos às demandas impostas pela carbonatação e ataque de cloretos, bem como mecanismos de interação quais possam descrever os fenômenos observados. Pilotos experimentais desenvolvidos em bancada em que substituíram-se agregados naturais por agregados de escória de aciaria, reagiram de forma satisfatória e similar aqueles tratamentos produzidos com agregados naturais. Um aprofundamento na descrição dos mecanismos envolvidos nesse fenômeno, bem como melhor caracterização deste comportamento limitariam as restrições para uso destes agregados de escória e sua utilização na construção civil
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andres Ramirez Uscategui

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • avaliação da perfusão renal, hepática e intestinal em cães com sepse, por meio da ultrassonografia contrastada
  • A sepse é uma síndrome clínica que ocasiona alta morbimortalidade em humanos e animais, principalmente devido ao desenvolvimento de síndrome de disfunção multiorgânica (MODS), complicação decorrente de mal perfusão tecidual. Lamentavelmente, até hoje as técnicas utilizadas para o diagnóstico precoce destas alterações são invasivas, pouco acuradas ou de alto risco para o paciente. Por esse motivo, considera-se relevante o estudo de métodos não invasivos que permitam quantificar a perfusão tecidual e identificar de forma precoce as mudanças que acontecem nestes parâmetros em pacientes com sepse. Com este escopo, propõe-se realizar um ensaio clínico prospectivo em 20 cães com sepse de origem espontânea, com o intuito de avaliar por meio da técnica de ultrassonografia contrastada (CEUS) a perfusão renal, hepática e intestinal ao momento do diagnóstico, durante e depois do tratamento guiado por objetivos, correlacionando os resultados destas avaliações com o desenvolvimento de MODS, lesão renal, hepática ou intestinal, gravidade do quadro clínico, mortalidade e com os parâmetros fisiológicos e laboratoriais rotineiramente utilizados para a monitoração clínica destes pacientes. Após o diagnóstico e classificação clínica, serão determinados: temperatura retal, pressão arterial sistólica, frequência cardíaca e respiratória, nível de consciência através da escala do coma de Glasgow, urinálise, análise hematológica celular e bioquímica da concentração sérica de creatinina, ureia, proteína, albumina, alanina aminotransferase, fosfatase alcalina, bilirrubina total, razão proteína creatinina urinária (UPC) e hemogasometría arterial; variáveis morfológicas renais, hepáticas e intestinais avaliadas pela ultrassonografia modo-B; índices vasculares pelo modo Doppler espectral; e os parâmetros de perfusão pela avaliação CEUS. Todas as variáveis estudadas serão comparadas estatisticamente entre os momentos de avaliação, segundo a evolução clínica, com os resultados obtidos em pacientes saudáveis e correlacionadas entre si
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Antonio Francisco Machado

Engenharias

Engenharia Química
  • síntese de polímeros derivados de cerâmicas (pdc) a partir de estruturas híbridas (organic-inorganic polymers) - aplicação como suporte para catalisadores
  • Polímeros híbridos orgânico-inorgânicos são obtidos a partir da copolimerização de monômeros orgânicos com precursores inorgânicos, cujo produto final apresenta características únicas, de acordo com o precursor empregado. No Brasil, a síntese de precursores cerâmicos vem se desenvolvendo ao longo dos anos sendo que colaborações e parcerias entre instituições brasileiras e estrangeiras tem demonstrado um grande valor para a formação de novos pesquisadores atuantes na área. Colaborações entre a Universidade Federal de Santa Catarina e a Universidade de Bayreuth, localizada na cidade de Bayreuth – Alemanha – permitiram a produção de trabalhos na área de polímeros híbridos para aplicações como recobrimento protetivo (coatings) e polímeros pré ceramicos, bem como a formação de doutores que hoje atuam nessas áreas de pesquisa. A área de polímeros pré ceramicos (polymer derived ceramics) é, atualmente, uma das mais estudadas pois apresenta um leque de aplicações bastante vasto. A Universidade de Limoges/CNRS, localizada na cidade de Limoges– França, sedia o Institut Européen des Ceramiques, coordenado pelo Prof. Dr. Samuel Bernard, onde polímeros pré cerâmicos são utilizados para o desenvolvimento diversos materiais com estrutura hierárquica de porosidade controlada. Alguns dos objetivos principais do instituto francês concentram-se na obtenção de um sistemas de membranas para produção de hidrogênio e energia, sistemas para geração de energia, purificação e separação de gás e armazenamento de energia. Este projeto visa a obtenção angariar recursos para darmos prosseguimento as nossas atividades de pesquisa e desenvolvimento com as instituições citadas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Araújo Rios

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • processamento e análise de sinais coletados do córtex visual cerebral
  • Sistemas de rastreamento ocular são amplamente utilizados em Neurociência para estudar sinais neurais transmitidos no córtex visual cerebral. Em geral, esses estudos são realizados em um ambiente experimental onde uma pessoa ou um animal é posicionado em frente a uma tela que apresenta estímulos visuais. Câmeras são posicionadas para medir a resposta a tais estímulos pelo monitoramento do movimento dos olhos. Essa medição fornece importantes informações que permitem compreender detalhes sobre atenção visual e, consequentemente, auxiliar no diagnóstico de doenças como, por exemplo, a degeneração macular e Parkinson. Neste trabalho, propõe-se aplicar técnicas de Processamento de Sinais e Aprendizado de Máquina para auxiliar nessa medição em diferentes etapas. Inicialmente, na etapa de calibração dos experimentos, espera-se desenvolver uma técnica que reduza a dependência para um operador externo que valide os movimentos oculares. Após essa etapa, espera-se desenvolver um novo algoritmo de agrupamento de dados que seja capaz de identificar diferentes fixações do movimento dos olhos, a fim de identificar com precisão quando os olhos realiza movimentos de sacada, variando entre diferentes pontos fixos. Por fim, técnicas de classificação utilizando Redes Neurais Artificiais poderão ser utilizadas para classificação de sinais transmitidos no córtex visual cerebral durante a observação livre de cenas visuais em condições naturais. Como consequência, espera-se que estes resultados possam contribuir para uma melhor compreensão dos mecanismos visão.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Arlen Buriti da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo da alta atmosfera neutra sobre o estado da paraíba.
  • O projeto tem como objetivo estudar a alta atmosfera (80-100km e 250 km) a partir de dados observados pelos equipamento sob a responsabilidade do Observatório de Luminescência Atmosférica da Paraíba (OLAP) que está localizado na cidade de São João do Cariri, PB, numa área denominada de Estação Experimental e que é administrada pela Universidade Federal da Paraíba. Na realidade, basicamente, devemos dar continuidade ao trabalho que tem sido feito desde 1997 quando instalamos um trailer com um fotômetro para medir a aeroluminescência (airglow) a partir de uma cooperação técnico-científica entre a UFCG e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao longo de todos esses anos, temos estudado a dinâmica da alta atmosfera neutra e ionizada a partir de vários equipamentos que foram instalados no OLAP e em seus anexos localizados em outras cidades (Monteiro e Cajazeiras, PB, Petrolina, PE e Caicó, RN). A dedicação do Grupo Aerolume da UFCG contribuiu para que o OLAP sempre estivesse em operação, ou seja, sempre produzindo dados para realização de muita pesquisa na área de Aeronomia, focando o estudo de ondas de gravidades, marés atmosféricas, ondas planetárias, pororocas, bolhas de plasma, etc. Tudo isso levando a um significativo número de trabalhos publicados em periódicos e formação de mão de obra. Entretanto, devemos ressaltar que tudo isso não seria possível se não fosse o apoio do INPE e do CNPq.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Artur Sanguinetti Ferreira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • estudo de tensões residuais baseado em deslocamento pontos coordenados medidos a partir de imagens digitais: método dpcid
  • Estudo de Tensões Residuais Baseado em Deslocamento Pontos Coordenados Medidos a Partir de Imagens Digitais: Método DPCID Resumo As tensões residuais (TR) têm sido determinadas em juntas soldadas por diferentes metodologias. Dentre as mais importantes estão a difração de R-X, a difração de nêutrons, método ultrassônico (ondas ultrassônicas), métodos magnéticos (efeito Barkhausen), pelo método do furo cego (ASTM-E-837), além dos métodos analíticos (computacionais). Recentemente, as tensões residuais de uma junta soldada do aço naval ASTM AH-36 foram medidas simultaneamente por dois métodos: um já consagrado (difração de raios-X) e um outro, já desenvolvido, o DPC - Deslocamento de Pontos Coordenados. Os resultados entre estes dois métodos mostraram-se coerentes, tendo o método DPC uma incerteza menor que a difração R-X. Baseado na experiência adquirida, estamos desenvolvendo uma nova variante do método DPC. Neste novo método de medição, agora denominado (DPCID), serão usadas imagens digitais para referenciamento (em x e y) e para medição da extensão dos deslocamentos dos pontos após tratamentos térmicos para alívio de tensões. Após as medições dos deslocamentos, as tensões residuais serão calculadas considerando-se o estado plano de tensões e os resultados serão ratificados por difração de raios-X (DR-X). Neste novo estudo, o referenciamento e o deslocamento pontos coordenados (x e y) serão obtidos a partir de imagens digitais, obtidos por uma câmera digital de alta resolução; onde as medições terão como unidade dimensional o pixel. Desta forma será dada a portabilidade necessária ao método, objetivando-se sua implementação nas indústrias naval e metal-mecânica do país. Palavras Chave: Tensões Residuais, Método DPCID, Tratamento para Alívio de Tensões
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Barbosa da Silva

Ciências Humanas

Geografia
  • mobilidade cotidiana, segregação espacial e periferia urbana: tempo de deslocamentos nas últimas três décadas na metrópole de são paulo
  • A mobilidade cotidiana das pessoas nas grandes metrópoles brasileiras é atualmente um dos principais problemas urbanos. Isso porque já se tornou algo comum as pessoas perderem tempo em seus deslocamentos em imensos congestionamentos, submetidas às péssimas condições dos transportes coletivos. Esse contexto mais recente é marcado pela ampliação da frota de automóveis e motocicletas articulada a uma nova escala da expansão periférica metropolitana. Esta dinâmica é induzida pelo processo de segregação espacial, que impõe uma divisão de classes sociais no espaço, produzindo condições diferenciadas de acessibilidade aos lugares e, consequentemente, desigualdades socioespaciais. Na metrópole de São Paulo, esse processo se expressa espacialmente pelas melhores localizações das oportunidades de emprego e infraestruturas urbanas em relação ao tempo de deslocamentos destinadas às pessoas de classe de renda média e alta e, contrariamente, localizações mais distantes dos empregos e parte importante das infraestruturas urbanas em relação ao tempo de seus deslocamentos voltado às pessoas de renda mais baixa. Este projeto de pesquisa pretende analisar o tempo de deslocamento nas últimas três décadas das pessoas de baixa renda, moradoras das periferias urbanas da metrópole de São Paulo. Para tanto, este projeto de pesquisa baseia-se em uma metodologia triangular que visa integrar os enfoques quantitativos, qualitativos e usos de aplicativos para smartphones. No aspecto quantitativo, visa-se enfocar a Pesquisa Origem-Destino do Metrô de São Paulo nos anos de 1997, 2007 e 2017, para análise dos tempos de deslocamentos das pessoas, relacionando a produção das viagens na periferia de São Paulo à divisão modal dos transportes motorizados (coletivos e individuais) e não-motorizados (a pé e bicicleta) e os motivos (trabalho, educação, compras, lazer, saúde). Já para a pesquisa qualitativa, pretende-se realizar oficinas de cartografia da ação social voltadas para a compreensão das experiências urbanas sobre as percepções dos moradores das periferias urbanas em relação a seus tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana na metrópole de São Paulo. Por último, estes moradores serão convidados a instalarem um aplicativo em seus smartphones, que possui a função de GPS, durante o período de uma semana, como forma de analisar os seus deslocamentos diários, sejam eles transportes motorizados, a pé ou de bicicleta, definindo os tempos de deslocamentos e as distâncias percorridas. Os resultados esperados pretendem demonstrar como os tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana ao longo das últimas três décadas é um condicionante e condicionado dos processos de segregação espacial nas periferias urbanas que podem apresentar dificuldades de acessibilidade aos lugares e suas oportunidades, gerando desigualdades entre aqueles que perdem mais ou menos tempo em seus deslocamentos. Este projeto de pesquisa poderá contribuir com uma metodologia ainda pouco desenvolvida no Brasil a partir da triangulação entre os dados estatísticos, experiência urbana dos tempos de deslocamentos e a apreensão mais objetiva desses deslocamentos com o uso dos aplicativos de smartphones, ajudando a compreender o comportamento espacial das pessoas com base nos posicionamentos ativos em seus deslocamentos cotidianos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Bastos Cavalcante Prudencio

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • seleção de técnicas de transferência de aprendizagem
  • Técnicas de transferência de aprendizagem têm sido adotadas na literatura de aprendizagem de máquina supervisionada para auxiliar a construção de modelos em domínios com pouca disponibilidade de dados de treinamento, em especial, com poucos, ou mesmo nenhum, exemplos rotulados. Nesse contexto, dados ou modelos disponíveis em domínio auxiliar (domínio fonte) são usados para auxiliar a construção de um modelo de predição para um domínio alvo. O reuso de informação entre domínio pode ser feito de diferentes formas, desde a seleção dos exemplos de treinamento mais representativos do domínio fonte, até a adaptação de modelos pré-existentes no domínio fonte usando os poucos dados disponíveis no domínio alvo. A escolha da técnica de transferência de aprendizagem depende de fatores diversos como o tipo de mudança nas distribuições de dados entre domínios fonte e alvo e a presença de dados rotulados no domínio alvo. Nesse projeto, investigaremos soluções para selecionar técnicas de transferência dependendo desses fatores. Inicialmente, serão investigadas técnicas para caracterização de mudanças nas distribuições de dados entre domínios. Nos casos em que dados rotulados no domínio alvo sejam necessários (por exemplo, para identificar mudanças nas distribuições condicionais entre domínios), propomos integrar técnicas de aprendizagem ativa para selecionar apenas um número reduzido de instâncias relevantes do domínio alvo para posterior rotulação. As características identificadas serão usadas para regularizar a adaptação de modelos ou enviesar a seleção de instâncias do domínio fonte.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Bentes de Azevedo

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • terapia multimodal para tratamento de câncer colorretal metastático e resistente à quimioterapia: estudo in vitro e in vivo.
  • O câncer colorretal (CRC, do inglês colorectal cancer) é uma doença multifatorial do trato digestivo e que representa a terceira maior causa câncer em todo mundo. Apesar do tratamento padrão ser composto por diferentes modalidades terapêuticas (cirurgia e/ou regimes sistêmicos de quimioterapia/radioterapia), a resistência ao tratamento ainda é um fator comum e desafiador em pacientes com esta condição, o que leva a perda da eficácia terapêutica, a recorrência em um formato mais agressivo e letal da doença. Visando contrapor essa resistência, a abordagem terapêutica multimodal tem sido cada vez mais incentivada como uma forma de induzir a morte celular por diferentes vias, de forma a evitar todos os possíveis mecanismos de escape do tumor e ao mesmo tempo gerar uma menor citotoxicidade, visto que há a possibilidade de se encontrar um equilibro entre as doses de cada fármaco, de forma a diminuir os efeitos colaterais de quando estes são usados isoladamente e, consequentemente, em doses mais elevadas. Um dos quimioterápicos mais utilizados em CRC metastático é a oxaliplatina (trans-l-diaminocyclohexane oxalate platinum II) (L-OHP), um agente platinado de terceira geração, que representou uma melhora terapêutica em relação aos agentes platinados anteriores, porém, mesmo sendo administrada em conjunto com diferentes quimioterápicos, ainda há uma taxa de resistência em 40% dos pacientes. Por isso, tem-se tentado desenvolver regimes terapêuticos que melhore a resposta desses pacientes, principalmente em se tratando de tumores já resistentes, como o uso combinado de L-OHP com a curcumina, isolada do açafrão-da-terra (Curcuma longa), que vem sendo considerada um promissor adjuvante à quimioterapia em modelos de CRC resistentes e com ensaios clínicos já em andamento. Uma outra modalidade complementar promissora é a terapia fotodinâmica (TFD), que apresenta efeitos terapêuticas comprovados contra diversos tipos de tumores, principalmente devido a geração de espécies reativas do oxigênio (ROS), e tem sido relacionada ao aumento da atividade antitumoral de L-OHP em tumores resistentes. Além dessas estratégias, o uso de nanoestruturas contendo diferentes agentes quimioterápicos tem permitido uma entrega mais precisa da terapia às células tumorais (drug delivery) e, consequentemente, uma resposta mais efetiva e com menos efeitos adversos. Apesar dos avanços obtidos por meio do estudo do câncer, ainda há uma grande necessidade de inovação terapêutica e entendimento da resposta biológica por trás do tratamento, como entendimento da resposta imunológica gerada com o tratamento, principalmente no caso de pacientes em estágios mais agressivos, onde as perspectivas permanecem baixas. Diante disso, esse estudo propõe a investigação de uma abordagem multimodal aliada a nanotecnologia em modelo in vitro e in vivo de CRC metastático e L-OHP-resistente, o que pode representar uma proposta inovadora para aplicação futura em regime clínico. A ideia central é que o uso combinado das nanoestruturas contendo L-OHP, curcumina e o agente fotossensibilizante ftalocianina de alumínio cloro para aplicação de TFD pode gerar uma melhor resposta terapêutica, levando à reversão do perfil de resistência, maior indução da parada do ciclo celular, maior geração de resposta imune antitumoral, resultando em uma maior regressão das metástases e redução dos efeitos adversos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Bentes de Azevedo

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • nanopartículas de ouro bioconjugadas com anticorpos para a detecção de sars-cov-2 pela técnica de espalhamento de luz dinâmico (dls)
  • “Testar, testar, testar é a chave para controlar a propagação do SARS-CoV-2” (e, consequentemente, de sua manifestação clínica - COVID-19), de acordo com a OMS. No entanto, mesmo quatro meses após as primeiras notificações da nova doença pela China, o acesso aos testes de diagnósticos ainda é difícil em todo o mundo. O Brasil não foge desta realidade. O teste de diagnóstico padrão ouro para detecção do SARS-CoV-2 é o RT-PCR. Esse tipo de análise leva em média 12 h (apenas para ser processado pelos laboratórios), requer equipamentos, reagentes e expertise apropriadas e é, em geral, realizada de forma centralizada, e ocorrendo, na maioria das vezes, distante do local de coleta. Isso, normalmente acarreta uma espera de mais de 48 horas pelos resultados. Neste sentido, faz-se necessário e urgente o desenvolvimento de testes capazes de detectar a presença do vírus de forma rápida (até no máximo 1 h), descentralizada (preferencialmente em postos de atendimento), com alta sensibilidade e especificidade. Nesta proposta, está sendo proposto um teste para o diagnóstico do vírus causador da COVID-19 a partir da saliva de pacientes, com algumas vantagens adicionais: rápido (5 a 30 min desde a coleta), permite um aumento no número de análises, sem necessidade de pessoal altamente treinado e qualificado, uso de equipamentos mais simples e de menor custo (a ser desenvolvido no projeto), é de fácil e rápida implementação em sistemas de saúde público ou privado, com possibilidade de análise nos pontos de atendimento (point of care) e apresenta alta sensibilidade e especificidade. Para atingir estes objetivos, a proposta da equipe é desenvolver um método para o diagnóstico do vírus SARS-COV-2 usando como leitor um sistema de baixo custo, a ser desenvolvido no projeto, bem como a técnica de espalhamento dinâmico de luz (DLS), a ser utilizada em laboratórios centrais. Para tanto, um imunoteste baseado em reação específica de aglutinação do SARS-COV-2 será padronizado e validado por nanopartículas de ouro funcionalizadas com anticorpos anti-glicoproteína spike do vírus (Ac-AuNPs). A resposta do sistema será detectada em equipamentos que utilizam a técnica de dispersão Rayleigh induzida por laser, que permite a detecção sensível (e extremamente precoce da infecção) e seletiva (garantindo maior fiabilidade do teste) da dispersão de Rayleigh dos agregados de Ac-AuNPs com o vírus. Como as AuNPs apresentam propriedades dependente de tamanho e forma (efeito plasmônico), a incidência de luz irá determinar como as alterações de tamanho pelo efeito da agregação/proximidade causam a mudança de tamanho ( a ser detectado em equipamento por técnica de DLS, e com resultado qualitativo e quantitativo) e cor da solução (detectado em um sistema simples e barato, menos de mil reais, a ser desenvolvido no projeto) em presença do vírus. Esse último é um teste qualitativo, com resultados obtidos inclusive a olho nu em 5 min, dependendo da carga viral presente na amostra. Vale ressaltar que o sistema quando utilizado por técnica de DLS vai possibilitar avaliar, por exemplo, se o paciente está infectado ou se está respondendo ao tratamento). Vale também destacar que este projeto poderá ser adaptado para qualquer vírus, o que pode permitir ao Brasil adquirir uma plataforma rapidamente adaptável para outros possíveis desafios, inclusive mutantes do coronavírus-2. A proposta envolve uma equipe multidisciplinar e interdisciplinar que trabalhará em redundância -dois ou mais laboratórios trabalhando no desenvolvimento do sistema de forma concomitante, compartilhando todas as informações, em uma plataforma de uso comum, para que os objetivos sejam alcançados o mais rapidamente possível. Este projeto é baseado na pesquisa desenvolvida com sucesso por Driskell e col. (2011), no qual um sistema semelhante foi desenvolvido com sucesso para o vírus influenza.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Ricardo Bezerra Cavalcante

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • análise de implantação e efeitos do prontuário eletrônico do cidadão da estratégia e-sus atenção básica
  • Estudo avaliativo fundamentado na triangulação de métodos, integrando abordagem quantitativa (transversal) e qualitativa. Busca-se avaliar os efeitos do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC e-SUS AB) na organização do processo de trabalho e gestão do cuidado em Unidades Básicas de Saúde além de sua implantação, adoção, aceitação e uso. Será realizado no Estado de Minas Gerais, em municípios com população superior a 50 mil habitantes. Assim, serão incluídos 68 municípios que aglomeram 11,9 milhões de habitantes, representando 57,8% da população total do Estado. O conjunto de métodos a serem adotados podem ser organizados em três etapas distintas. Na primeira etapa realizaremos um diagnóstico, por meio do envio de questionário on line aos responsáveis pela implantação do sistema e-SUS AB nos municípios selecionados. Os dados coletados na primeira etapa serão armazenados e processados no software estatístico Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 20.0. A seguir realizaremos análise exploratória visando obter estatísticas descritivas e de frequência das variáveis coletadas. Na segunda etapa da pesquisa serão alocadas as UBS, dos municípios em estudo, em três grupos distintos: 1) as que utilizam o sistema PEC (e-SUS AB); b) as que utilizam outras estratégias de registro eletrônico e; c) as que não adotam nenhuma forma de registro eletrônico (prontuários em papel). Após composição dos grupos citados, será calculada uma amostra do total de UBS de cada grupo. As UBS a serem incluídas na amostra serão selecionadas por sorteio aleatório em cada um dos grupos. A coleta de dados desta segunda etapa se dará através da aplicação de questionário a ser construído. Os participantes serão os profissionais de nível superior alocados nas UBS selecionadas. Este questionário conterá, além de dados sobre perfil do respondente, uma escala dividida em duas dimensões: a) organização do processo de trabalho e; b) gestão do cuidado. Cada uma destas dimensões será composta por um conjunto de indicadores. Para construção desta escala e definição dos indicadores, adotaremos a técnica de Delphi que permite obter um consenso à respeito de um determinado fenômeno, neste caso, indicadores mensuráveis da organização do processo de trabalho e também gestão do cuidado, por um grupo composto por juízes. O questionário será aplicado por meio de visita in loco as UBS selecionadas. Os dados a serem colhidos serão armazenados e processados no software estatístico Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 20.0. Inicialmente realizaremos análise exploratória dos dados visando obter estatísticas descritivas do peso relativo de cada um dos indicadores analisados em cada dimensão. Em seguida, será medido o grau de organização do processo de trabalho e também o grau da gestão do cuidado de cada UBS avaliada. Assim, iremos obter um escore para cada uma das dimensões avaliadas em cada UBS. Por último, será calculada a média dos escores obtidos, em cada dimensão, para cada grupo de UBS avaliados. A média de cada dimensão e em cada grupo de UBS será comparada, podendo assim, estimar os efeitos do sistema PEC (e-SUS AB) em relação a outros sistemas de registro estudados nas duas dimensões estudadas. Na terceira etapa do estudo serão envolvidos diferentes participantes atuantes nas UBS em municípios selecionados que tiveram o sistema PEC e-SUS AB implantado. Estes participantes serão: a) profissionais de nível superior atuantes em UBS que utilizam o sistema PEC e-SUS AB; b) gestores municipais envolvidos com a implantação do sistema PEC e-SUS AB e; c) técnicos em informática das secretarias municipais de saúde também envolvidos com a implantação do sistema PEC e-SUS AB. Trabalharemos com o critério de saturação das informações para a interrupção da coleta de dados nesta etapa. Utilizaremos para a coleta de dados duas técnicas distintas. A primeira será a realização de entrevista semiestruturadas com os diferentes participantes descritos. A segunda técnica de coleta a ser adotada será a observação da dinâmica de utilização do PEC e-SUS AB nas UBS selecionas. Essa observação ocorrerá durante dois dias consecutivos de uma semana típica. Assim serão observados os profissionais de nível superior das equipes que utilizam o PEC e-SUS (informantes-chave), além do contexto em que se dá esta utilização. Para a coleta de dados utilizaremos um roteiro de campo com as diretrizes a serem exploradas durante a observação. As informações coletadas serão registradas em diário de campo. Os dados coletados nesta etapa serão organizados e analisados a partir da Análise de Conteúdo, modalidade Temático-Categorial. Para a sistematização desta análise será utilizado o software Atlas Ti. Como referencial teórico para análise destes dados utilizaremos a Teoria da Difusão da Inovação e o Modelo de Aceitação de Tecnologias.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Ricardo Bomfim Machado

Ciências Biológicas

Ecologia
  • cerrados do planalto central – estrutura, dinâmica e processos ecológicos – fase 4
  • A proposta apresenta visa dar continuidade aos levantamentos e monitoramento de comunidades de plantas e animais na APA Gama e Cabeça de Veado, uma unidade de conservação distrital inserida na matriz urbana da cidade de Brasília-DF. Os estudos propostos complementarão as pesquisas desenvolvidas na Fase 2 (2013-2016) e Fase 3 (2017-2020) e irão também analisar os efeitos das alterações ambientais naturais e antropogênicas sobre a biota da área. Nesta fase será utilizada a abordagem do estado-pressão-resposta para verificar, em cada grupo taxonômico isoladamente ou em conjunto, como as espécies, comunidades, ecossistemas e processos ecológicos respondem a tais perturbações e variações. A execução do projeto está a cargo da Universidade de Brasília, com o envolvimento de pesquisadores dos departamentos de Zoologia, Ecologia, Botânica e Genética e Morfologia. Como parceiros na execução do projeto, estão a Universidade Católica de Brasília, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. A proposta terá a participação 45 pesquisadores, colaboradores, alunos de pós-graduação e de graduação. Os alunos de pós-graduação e seus orientadores estão associados com os programas de mestrado e doutorado em Ecologia, Zoologia, Ciências Ambientais da Universidade de Brasília e mestrado em Ciências Genômicas e Biotecnologia da Universidade Católica de Brasília. Ao final do desenvolvimento do projeto espera-se que o conjunto de informações geradas estejam disponíveis na forma de artigos científicos e na base de dados do SiBBr, que alunos de graduação e de pós-graduação estejam treinados em técnicas e protocolos de coleta e análise de dados sobre a biodiversidade e padrões espaciais, que a gestão das unidades de conservação envolvidas seja aprimorada e que a comunidade da região tenha acesso a palestras e materiais didáticos sobre a importância da biodiversidade do Cerrado. Por fim, espera-se que ocorra uma maior integração dos sítios PELD, pois o Sítio ACGV pretende promover a troca de experiência com integrantes dos sítios ARAR, PNCG, TANG e STQK.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 10/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Ricardo Brandão

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avaliação farmacológica e toxicológica de novos compostos organocalcogênios
  • Os compostos orgânicos de calcogênios (organocalcogênios) estão sendo amplamente investigados atualmente, em virtude de suas propriedades farmacológicas, entre as quais destacam-se as ações antioxidante e anti-inflamatória. Todavia, estes compostos, também podem apresentar efeitos tóxicos sob determinadas condições. Desta forma, o objetivo do presente trabalho é investigar possíveis efeitos farmacológicos de novos compostos organocalcogênios, assim como avaliar o potencial toxicológico dos referidos compostos. Para isto, serão realizados ensaios in vitro, a fim de realizar uma triagem com relação a ação antioxidante e perfil toxicológico dos organocalcogênios. Posteriormente, para os compostos que apresentarem os melhores resultados na triagem, serão realizados ensaios toxicológicos in vivo e ex vivo, com o objetivo de encontrar doses seguras, que não apresentem toxicidade neste tipo de protocolo experimental. Finalmente, o perfil farmacológico destes compostos será testado in vivo e ex vivo, com relação à ação anti-inflamatória e antinociceptiva destes organocalcogênios.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Ricardo Cardoso Cassilhas

Ciências da Saúde

Educação Física
  • treinamento de força acumulado vs contínuo: o impacto na memória espacial e neuroplasticidade de ratos idosos
  • Atualmente é consensual a importância do treinamento de força para a população idosa, devido ao fato de oferecer benefícios para a saúde geral e mental, por exemplo, melhora da cognição, neuroplasticidade e capacidade de adaptação ao meio ambiente. No entanto este papel neuroprotetor do treinamento de força, embora melhor conhecido atualmente, se deriva conclusões de estudos com protocolos de treinamento contínuos, ou seja, realizados em uma única sessão por 30 a 60min. Devido ao fato de uma parte dos idosos terem dificuldade ou baixa aderência a treinar por este tempo, uma alternativa seria o treinamento acumulado, no qual se realiza o treinamento de força acumulado em 3 sessões diárias com períodos menores. Esta proposta de modelo acumulado é recomendada pelos guias internacionais e amplamente utilizada, mas se desconhece se os efeitos neuroprotetores, como as memórias e neuroplasticidade são semelhantes ao método contínuo. Sendo assim, o objetivo do presente projeto é verificar se o treinamento de força acumulado (três sessões diárias) melhora a memória espacial e a neuroplasticidade de maneira diferente ao treinamento de força contínuo (uma sessão diária).
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo César Aoki Hirata

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • chgeo: alteração na geoquímica de aquíferos causada pela urbanização e implicações para a vulnerabilidade à contaminação
  • A urbanização é um fenômeno atual e global. Mais de 50% da população do planeta vive em núcleos urbanos, que alteram radicalmente os ciclos hidrológicos, de massa e de energia, provocando impactos muitas vezes não planejados no ambiente, com elevados prejuízos econômicos, ecológicos e sociais. Este quadro obriga a compreender as interações dinâmicas entre as atividades humanas e os ciclos da natureza. As cidades, mais do que concentrarem várias atividades, podem contaminar ou modificar a geoquímica do ambiente, criando um novo “metabolismo urbano”. Este é o tema da geoquímica urbana, que se coloca como uma das áreas emergentes de maior importância para as ciências da Terra, quando se pensa em cidades sustentáveis. Assim, o objetivo geral deste projeto é de entender as modificações que a ocupação urbana terá na hidráulica, geoquímica e na vulnerabilidade à contaminação de aquíferos (groundwater body), permitindo uma avaliação global e integrada do novo ambiente hidrogeológico imposto pelas cidades. Particularmente, o estudo avaliará com maior atenção um dos componentes do ciclo urbano, que é o aquífero. A sua importância social é justificada, pois: i) as águas subterrâneas são a fonte de abastecimento público de 42% da população brasileira, bem como para 80% dos municípios paulistas; ii) a urbanização é um fenômeno que seus impactos são ainda pouco estudados, mas considerada prioridade, como colocado na recente COP21; iii) a necessidade de melhorar as ferramentas de gestão dos recursos hídricos, incluindo a cartografia da vulnerabilidade à contaminação de aquíferos, que embora conceitualmente atrativa, carece ainda de precisão, para ser amplamente utilizada no planejamento público; e iv) as mudanças climáticas globais estão alterando as cidades, a disponibilidade hídrica e os padrões de consumo, exigindo novas resposta à adaptação das populações. Da mesma forma, a originalidade científica reside nos seguintes pontos: i) o entendimento da geoquímica integrada sob cidades é matéria nova e não estudada no país e somente poderá avançar se esse novo “metabolismo urbano” for estudado com profundidade, incorporando-se novas técnicas geoquímicas, inclusive a isotópica; e ii) os métodos de vulnerabilidade à poluição de aquíferos ainda carecem de suporte científico e de validação para permitirem encapsular os principais fenômenos associados ao transporte e comportamento de contaminantes. O projeto ocorrerá nas cidades paulistas de Jales (oeste) e São José dos Campos (leste do estado), que foram escolhidas por terem informações atuais e históricas sobre a geoquímica das águas subterrâneas e por contarem com um bom conhecimento da geologia, alicerçada em dados de poços tubulares (incluindo perfilagens geofísicas), além de bom registro da ocupação do terreno, bem como reconhecidas variações geoquímicas em subsuperfície. Por fim, este trabalho é apresentado por uma equipe de pesquisadores com larga experiência em hidrogeologia e geoquímica no Brasil (CEPAS|USP-IGc; EESC USP e IG-SMASP), no Canadá (University of Calgary e University of Waterloo) e na Holanda (University of Applied Sciences), que comporá uma nova rede que pretende discutir continuamente este tema. O fato de uma das instituições ser do governo paulista, facilitará a discussão dos resultados com outros stakeholders, inclusive em comitês e grupos técnicos da estrutura de gestão do recurso hídrico de São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Ricardo Corrêa Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • accountability pública na estruturação e execução de parcerias público-privadas (ppps)
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Costa de Santana

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • novos materiais orgânicos e inorgânicos poliméricos com propriedades luminescences para aplicações como magnetos moleculares e sondas fluorescentes
  • Nesta proposta pretendemos sintetizar e caracterizar complexos de rutênio(II), cobre(II), gadolinio(III), disprósio(III), európio(III) e itérbio(III) com ligantes derivados de oxindóis a atuarem como sondas fluorescentes para diagnóstico e terapêutica. O foco principal desses estudos serão as interações destes compostos com importantes biomoléculas, como DNA, proteínas e aminoácidos selecionados, visando obter informações sobre a contribuição da natureza do metal, ou terras raras, e de peculiaridades dos ligantes para a atividade medicinal monitorada. Estudos in vitro serão realizados utilizando diferentes técnicas, especialmente espectroscópicas, tais como : UV/Vis, infravermelho, luminescência, ressonância eletrônica (RPE) e dicroismo circular (CD) com o objetivo de comparar sítios e modos de ligação dos compostos a biomoléculas, com a finalidade de identificar potenciais alvos preferenciais. Investigações sobre a toxicidade dos complexos serão realizadas em culturas de células
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Coutinho

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • processos estruturadores do funcionamento do ecossistema de ressurgência de cabo frio: distúrbios atrópicos e naturais em diferentes escalas temporais e espaciais.
  • O presente projeto tem como principal objetivo a consolidação de um sítio de pesquisa permanente de longa duração no ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio, RJ (PELD- RECA). O objetivo é estudar os processos estruturadores do funcionamento desse ecossistema, com ênfase nos distúrbios antrópicos e naturais usando dados obtidos em diferentes escalas espaciais e temporais, combinando medições e experimentos pontuais e contínuos. A nível conceitual a proposta é dividida em 4 partes principais, a saber : 1) o sistema pelágico; 2) o sistema bentônico; 3) processos oceanográficos e meteorológicos; 4) Banco de dados. Contudo, é nosso objetivo principal integrar esses compartimentos por meio de medições em locais e períodos semelhantes, sempre que possível, e principalmente integrar os dados de maneira a se ter uma compreensão geral dos principais processos estruturadores do funcionamento do ecossistema de Arraial do cabo. Essa integração se dará também em termos de banco de dados, que está sendo criado para sistematizar os dados pretéritos sobre o ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio, e também os novos dados a serem obtidos pela presente proposta. O sítio de pesquisa tem sua localização centrada na Região de Cabo Frio, limitado entre 22,5o S -23,5o S e 42,5o - 41,7o W no Estado do Rio de Janeiro, que engloba o Município de Arraial do Cabo. Esta região sofre a influência da "Ressurgência", fenômeno que se caracteriza pela subida de águas frias, ricas em nutrientes, de uma profundidade de aproximadamente 300 metros à superfície. Esta água chega a superfície com temperaturas que variam de 13 a 18 oC. A ocorrência desse fenômeno deve-se a características topográficas, meteorológicas e hidrológicas, peculiares dessa região. Ao longo dos últimos 35 anos um grande número de trabalhos realizados no Ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio foram publicados em revistas científicas ou divulgados. Contudo, uma parte maior ainda de dados encontra-se na forma de relatórios técnicos e não foram incorporados devidamente ao conhecimento científico da região. A criação de um Banco de dados para o atual projeto é importante não apenas para ser um instrumento de sistematizar os dados existentes das últimas décadas sobre a ressurgência, mas principalmente para receber os novos e futuros projetos sobre esse ecossitema. A nível de Pesquisa Ecológica de Longa Duração um banco de dados é o principal instrumento para armazenamento, sistematização e integração das várias áreas de pesquisa do projeto de forma a prever mudanças ecológicas ao longo do tempo. Por fim, o fato do PELD-RECA ser localizado numa Unidade de Conservação (UC), a Reserva Extrativista de Arraial do Cabo, Resex- Mar de Arraial do Cabo, faz com que os resultados obtidos no presente projeto são importantes para o Plano de Manejo da Reserva, ora em confecção.
  • Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - RJ - Brasil
  • 01/03/2017-31/08/2021
Foto de perfil

Ricardo Coutinho

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • desenvolvimento de métodos inovadores para avaliação do derramamento do óleo ocorrido em 2019 nos ecossistemas da costa brasileira
  • Vide projeto anexo
  • Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - RJ - Brasil
  • 15/12/2020-31/12/2023