Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carlos Roque Duarte Correia

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novas fronteiras em reações catalíticas mediadas por paládio. síntese de novos compostos bioativos no combate a malária e investigações envolvendo a reação de heck-matsuda intramolecular enantiosseletiva sequencial
  • Subprojeto 1: Síntese e avaliação de novas marinoquinolinas com potencial atividade antimalarial Os protozoários são os responsáveis pela maioria das infecções parasitárias que afetam os humanos, destacando-se a malária, que está presente em praticamente todas as regiões tropicais e subtropicais do mundo. A OMS estima que ocorreram em torno de 214 milhões de novos casos de malária ao redor do mundo em 2015, com uma estimativa de 438 mil mortes, fazendo com que a malária esteja entre as três maiores doenças infecciosas. Apesar de tratamentos com quinina, e seus muitos derivados, serem de primordial importância no controle da malária, em geral a resistência e a tolerância associada aos fármacos antimaláricos atualmente disponíveis geraram uma intensa busca por novas entidades químicas com novos modos de ação. Adicionalmente, essas novas entidades devem estar prontamente disponíveis e cumprir os requisitos do "Medicines for Malaria Venture (MMV)" para a próxima geração de fármacos necessária para erradicar a malária. Desta forma, com o potencial farmacológico das marinoquinolinas, o objetivo do presente projeto é a síntese total de novos derivados da aplidiopsamina A e de marinoquinolinas, duas promissores famílias de compostos com potencial como novas entidades químicas contra P. falciparum. Serão introduzidos, de forma híbrida, padrões estruturais de fármacos conhecidos como agentes antimaláricos eficazes e consagrados, utilizando como etapas chave as reações de Suzuki-Miyuara ou Heck-Matsuda e o processo de anelação Pictet-Spengler, com o intuito de obter derivados promissores do ponto de vista da química medicinal. Os compostos sintetizados serão avaliados quanto as suas atividades antimalariais por colaboradores junto ao CIBFar/CEPID, ao qual o grupo de pesquisas do prof. Carlos Correia está associado. Subprojeto 2: Síntese Enantiosseletiva de Heterociclos via Reações Intramoleculares e Dessimetrizações Utilizando Sais de Arenodiazônio: A catálise assimétrica é considerada um desafio para a comunidade sintética e possui uma elevada relevância em química orgânica. Nos últimos anos, associado com o uso de ligantes quirais do tipo N,N, a utilização de sais de arenodiazônio entrou para o grupo de substratos em reações catalíticas enantiosseletivas através da reação de Heck-Matsuda. Apesar deste grande avanço, esta transformação ainda está limitada à formação de centros assimétricos em reações intermoleculares. Neste contexto, este projeto propõe o desenvolvimento de novas metodologias enantiosseletivas utilizando sais de arenodiazônio de maneira intramolecular, com o propósito de levar à formação de centros estereogênicos em carbonos e heteroátomos. Além disso, as metodologias que serão desenvolvidas poderão ser aplicadas na síntese estereosseletiva de blocos sintéticos funcionalizados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Ruberto Fragoso Júnior

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • avaliação dos padrões espaço-temporais da concentração de clorofila-a em um sistema estuarino-lagunar tropical por mapeamento hiperespectral em alta resolução usando vant
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Torres Formoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • projeto e gestão de sistemas construtivos industrializados: explorando a sinergia entre a filosofia lean e bim
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Ugrinowitsch

Ciências da Saúde

Educação Física
  • treinamento concorrente: efeito no mecanismo epigenético de metilação do dna
  • Enunciado do Problema: As respostas agudas dos níveis de metilação do DNA em genes miogênicos e relacionados à ativação das células satélites (CSs) podem ser mecanismos que expliquem o menor ganho massa muscular após um período de treinamento aeróbio (TA) associado ao treinamento de força (TF) (i.e, treinamento concorrente [TC]) comparado TF isolado. Objetivo: Determinar e comparar as mudanças induzidas por uma sessão de TF, TA e TC nos níveis de metilação do DNA e expressão de genes miogênicos relacionados às células satélites e à biogênese mitocondrial. Métodos: Quinze homens não treinados realizarão três diferentes sessões de treinamento, a saber: TF, TA e TC, de maneira aleatoria e contrabalanceada (delineamento experimental cross over), com intervalo de uma semana entre elas. A sessão de TF será composta por 2 séries de 8-12 repetições máximas com intervalo de 60s, no exercício Leg press 45° e no exercício de cadeira extensora. A sessão de TA será composta por 12 sprints de 1 min à 100% da vVO2máx com intervalo de 1 minuto à 50% da vVO2máx entre os sprints. A sessão de TC será composta pelo protocolo de TF seguido pelo protocolo de TA, com intervalo de 5 minutos entre eles. Serão obtidas 4 amostras de tecido muscular e de sangue em cada uma das sessão experimental, sendo uma coletada imediatamente antes do exercício (Pré), e outras três coletadas após o exercício (imediatamente após, 4 horas e 8 horas depois). Serão determinados e comparados os níveis de metilação e transcrição de mRNA dos genes relacionados à miogênese (MyoD, Myf5,MyoG, MRF4) e à biogênese mitocondrial (PGC-1α, TFAM, PPAR-γ). Nossa hipótese é que, enquanto a sessão de TF produzirá a demetilação dos genes miogênicos, e o consequente aumento da transcrição de mRNA desses genes, a sessão de TA, contrariamente, aumentará a metilação dos genes miogênicos diminuindo a transcrição dos respectivos mRNAs. Assim, nós também hipotetizamos que o TC, atenuará a demetilação dos genes miogênicos, em comparação com o TF isolado, minimizando a expressão desses genes e, consequentemente, no ciclo de ativação, proliferação e diferenciação das CSs, fator que pode induzir o efeito de interferência observado após um período de TC.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Vinícius Santos Reis

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • influência do programa bolsa família no trabalho infantil: uma comparação entre áreas urbanas e rurais entre 2006 e 2015.
  • O trabalho busca analisar a influência do Programa Bolsa Família em combater o trabalho infantil e a ausência escolar nos anos 2006 a 2015, comparando as diferenças e os efeitos sobre aqueles em áreas das unidades da federação urbana e rural. Outras variáveis também contribuirão para analisar o trabalho infantil e a ausência escolar, tais como, investimentos em educação formal, da criança e dos pais, rendimentos mensais familiares e desemprego. Os Programas de Proteção Social tornaram-se mais atraentes politicamente para o combate às desigualdades e a pobreza do que a ampliação do Sistema de Seguridade Social, pois havendo desempregos persistentes que perduram posteriormente a benefícios como o caso do seguro-desemprego e o aumento da desigualdade da distribuição de renda, tornam-se necessário políticas de curto prazo que favoreça aos pobres maior tomada de decisão através de programa de transferência de renda, sendo dessa forma importante instrumento de segurança em meio a crises e flutuação econômicas (Cacciamali, 2010). Instituído pela unificação de programas sociais anteriores, o Bolsa Família é considerado um dos maiores programas de transferência condicional de renda em quantidade de beneficiários já criado, onde as famílias consideradas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MDS como pobres e extremamente pobres recebem uma transferência monetária mensal, contanto que cumpram determinadas condicionalidade (Soares et al, 2007). Sendo que apenas as famílias extremamente pobres recebem o benefício fixo e o auxílio variável é fornecido as famílias com crianças ou gestantes abaixo da linha da pobreza do MDS. A ausência escolar é a forma mais grave de trabalho infantil, em que a criança sem rendimento escolar ou com rendimento consideravelmente abaixo do potencial se tornará um adulto com baixa remuneração salarial, aumentando a desigualdade e perpetuando a pobreza (Cacciamali et al, 2010). O trabalho infantil é proibido por lei, porém, mesmo havendo tal proibição, a exploração do trabalho infantil ainda é muito frequente, principalmente nas famílias mais carentes do Brasil. Como a frequência escolar é uma das condicionalidades do Programa Bolsa Família - PBF é consensual que algumas famílias prefiram receber os benefícios do programa ao invés de utilizar o trabalho infantil, assim é esperado que o programa combata o trabalho infantil e aumente a frequência escolar. Conforme o apresentado por Mocelin (2010) e Wanderley (2013), o meio rural é mais fragilizado do que o meio urbano, devido ao fato das políticas públicas serem mais acessíveis a áreas urbanas e isso ocorre também com o PBF. Para análise dos dados utiliza-se os métodos de regressão com modelos de probabilidade, Oaxaca-Blinder para medir impactos e diferenças. Após realizar uma simulação dos valores auferidos no programa em conjunto com seu pareamento será possível identificar as famílias que recebem o programa daquelas que são elegíveis, mas não recebem. Assim será possível avaliar qual o peso do programa ao construir três modelos probit: o primeiro modelo completo para toda a amostra, depois uma análise separada para urbano e rural e por unidades da federação. Espera-se que a influência do programa na queda da ausência escolar seja mais expressiva para o meio urbano se comparada ao meio rural para todos os anos.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Werner Hackradt

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • efeito da mudança de fase em recifes de corais podem afetar os padrões comportamentais de peixes recifais?
  • É notório o processo de ação sinergética das ações humanas que vêm afetando a integridade de ecossistemas e promovendo a erosão da biodiversidade pela qual vêm passando atualmente os ambientes marinhos. Dentre eles, os recifes de corais são reconhecidamente um dos ambientes mais afetados. Atualmente estima-se que cerca de 40% dos recifes de corais do mundo estão perdidos ou com sua funcionalidade comprometida. Os impactos das atividades humanas, promovem uma drástica e profunda alteração na estrutura ecossistêmica dos recifes de corais, que devido a sobrepesca mudam de um estado de cobertura coralínea, para um estado de menor complexidade e menos produtivo, onde a cobertura algal domina. A presente proposta visa avaliar os impactos desta alteração estrutural das comunidades recifais, quando mudam de um regime coralíneo para um regime algal no nível comportamental das espécies de peixes recifais, como forma de avaliar as respostas de populações frente aos impactos das mudanças climáticas. Para cumprir com este objetivo, esta proposta foca suas ações em duas espécies pertencentes a dois grupos funcionais críticos do ambiente recifal, um peixe herbívoro e outro carnívoro (predator de topo de cadeia trófica). Como forma de estimar os impactos desta mudança de regime, causada em ultima instancia pelas mudanças climáticas, avaliaremos a área de vida (home range) de duas espécies: o budião-cinza, Sparisoma axillare, e o badejo quadrado, Mycteroperca bonaci, através de telemetria acústica, com intuito de determinar a área de vida de forma comparativa entre recifes em fase coralínea e recifes em fase algal. Aos peixes marcados com emissores acústicos, serão acoplados externamente acelerômetros que medem a direção e a intensidade dos movimentos dos indivíduos marcados, sendo capazes, através de um experimento de calibração laboratorial, estimar o custo energético das espécies entre ambos os habitats. De forma adicional, censos visuais de peixes e foto-quadrados serão usados para a avaliação da estrutura da comunidade bentônica para controlarmos os efeitos da denso-dependência e da disponibilidade de alimento entre ambos os habitats. Esperamos em última instancia, com base nos dados obtidos, ser capazes de avaliar e determinar os efeitos deletérios do aquecimento global sobre os padrões comportamentais de espécies de peixes recifais e compreender como a mudança de regime de ciclos em ambientes recifais afeta as populações para além da estrutura da comunidade de recifes.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos William de Araujo Paschoal

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • propriedades eletrônicas, estruturais e vibracionais de perovskitas híbridas de haletos.
  • As perovskitas de haletos surgiram nos últimos cinco anos como uma possibilidade concreta na utilização em dispositivos fotovoltaicos, sobretudo devido suas propriedades eletrônicas e fotoluminescentes. Tais perovskitas são obtidas substituindo o convencional íon oxigênio por íons de haletos, como Bromo e Iodo. As perovskitas de haletos mais promissoras são aquelas baseadas em dimetilformalmida (DMF) e Chumbo. Porém, recentemente, substituições por dimetilamônia (DMA) e guanidina (GUA) tem melhorado ainda mais as propriedades destas perovskitas. As propriedades folotuminescentes e eletrônicas destas perovskitas, ainda não estão claramente explicadas, sendo tema de controvérsia. É notório que a elucidação dos fenômenos por trás destas e outras propriedades impactará diretamente na nova geração de dispositivos fotovoltaicos. Neste projeto investigaremos perovskitas híbridas de haletos do ponto de vista de suas propriedades estruturais, vibracionais, ópticas, elétricas, magnéticas e espectroeletroquímica, assim como o acoplamento entre as propriedades de rede, elétricas e magnética. Este enfoque transversal juntamente com o procedimento de substituição química nas perovskitas nos permitirá propor modelos para descrever as propriedades destes compostos. Também, visto que estas perovskitas são baseadas em chumbo, buscaremos novas substituições que permitam boas propriedades em detrimento da ausência deste elemento extremamente danoso ao meio-ambiente.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Xavier de Azevedo Netto

Ciências Humanas

Arqueologia
  • os agenciamentos síginicos no cariri ocidental: a dinâmica entre os grafismos rupestre e demais componentes do registro arqueológico
  • A abordagem dos grafismos rupestres vem há muito sendo tratados de forma isolada. Cabe, no estado atual de conhecimento, a quebra das hierarquias de atributos, que foi marca das análises arqueológicas no Brasil. A região do Estado da Paraíba, dentro do contexto nordestino, possui um volume de pesquisa ainda diminuto, com maior destaque atualmente para o Cariri Ocidental. Assim, o presente projeto tem como objetivo identificar e caracterizar os agenciamentos semióticos na constituição dos sítios de grafismos rupestre e sua relação com outros vestígios ocupacionais, intra-sítio e entre sítios, incluindo-se os sítios de sepultamento, na área que compreende os municípios de Camalaú, São João do Tigre e Congo. Adotando recursos de tecnologia da informação, estatístico e de SIG, procura-se relacionar os variados vestígios ocupacionais da região para o entendimento de seus processos socioculturais de ocupação.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Baur Vieira

Outra

Ciências Ambientais
  • vírus entéricos como indicadores de contaminação ambiental em áreas de recreação e cultivo de moluscos bivalves na baía da ilha grande, rio de janeiro
  • A qualidade microbiológica dos ambientes aquáticos para fins de preservação e avaliação dos potenciais riscos à saúde humana é avaliada por indicadores bacteriológicos estabelecidos pelas legislações vigentes. No entanto, vírus entéricos têm sido detectados em áreas em conformidade com estes parâmetros. Dentre estes, destacam-se o norovírus (NoV), principal agente etiológico da gastroenterite aguda de veiculação hídrica e alimentar no mundo, e os adenovírus humanos (HAdV), apontados como possíveis indicadores virais de contaminação humana. A região da Baía da Ilha Grande está situada em uma área de proteção ambiental localizada no estado do Rio de Janeiro e é a maior produtora brasileira de vieiras, nome popular do molusco da espécie Nodipecten nodosus. Entretanto, não há nenhum estudo sobre a contaminação viral nos ambientes aquáticos da região, que são utilizados para fins de recreação e cultivo desses animais. Assim, o presente projeto tem como objetivo a detecção, quantificação e caracterização molecular de NoV e HAdV em ambientes aquáticos situados em áreas de proteção e utilizados para atividades de contato primário e cultivo de vieiras da região da Baía da Ilha Grande. A pesquisa de vírus humanos gerará informações sobre o impacto humano na região, abrindo novas perspectivas tanto para o controle da qualidade da água como também no estabelecimento de medidas que visem à prevenção e controle das infecções virais que acometem a saúde humana pelo consumo de moluscos produzidos na Baía.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Cabanelas Pazos de Moura

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • hormônios tireoideanos e sirtuina 1 - interrelacoes no controle da hipertrofia e metabolismo oxidativo cardiacos
  • Os hormônios tireoideanos (HT) são importantes reguladores da função cardíaca e a disfunção destes hormônios está associada a prejuízos no metabolismo energético cardíaco e alterações eletrofisiológicas e tróficas. A sirtuina 1 (SIRT1), uma de-acetilase dependente de NAD+, está envolvida na regulação de vários processos celulares, tais como adaptação a restrição calórica, senescência, proteção anti-oxidativa, em vários tecidos, incluindo o coração. Demonstramos recentemente que a SIRT1 é alvo de regulação negativa por HT no fígado e no tecido adiposo marrom, uma vez que sua expressão proteica e atividade aumentam no fígado e no tecido adiposo marrom de camundongos hipotireoideos e diminui no dos hipertireoideos. Ainda, demonstramos que a relevância fisiológica desta regulação se expressa no estado de jejum, quando o aumento da expressão de SIRT1 é dependente da diminuição concomitante dos HT, estabelecendo assim mais um alvo de regulação deste hormônio e sua relevância fisiológica. A regulação negativa da expressão proteica da SIRT1 por HT também é observada no coração de camundongos hipertireoideos. Procuramos agora entender o mecanismo e a relevância funcional. A modulação da abundância da proteína não está correlacionada com alterações da expressão do seu mRNA, podendo sugerir que os HT levam a alterações pós-transcricionais na expressão de SIRT1. Investigaremos, em modelos animais e de cultura de de cardiomiócitos murinos neonatos, a possível participação da regulação da degradação proteassomal, dos micro RNAs e da modificação da taxa de tradução do mRNA. Adicionalmente objetivamos entender as interações funcionais da ação do T3 e da SIRT1 no metabolismo e hipertrofia celular. Os hormônios tireoideanos quando em excesso induzem hipertrofia cardíaca, que é considerada fisiológica pois não é acompanhada de disfunção ventricular, pelo menos em estágios precoces ou menos graves da doença. Em modelos de hipertrofia cardíaca patológica induzidos farmacologicamente ou por coartação da aorta, tanto a superexpressão de SIRT1 quanto a ativação farmacológica de SIRT1 foram capazes de diminuir a intensidade da hipertrofia e atenuar a redução da expressão de genes envolvidos no metabolismo de ácidos graxos. Vários mecanismos parecem estar envolvidos, inclusive efeitos anti-oxidativos. Sob condições normais, o metabolismo oxidativo de ácidos graxos é a principal fonte energética do miocárdio. A mitocôndria é importante alvo dos HT e estes induzem biogênese mitocondrial, porém no hipertireoidismo há aceleração do metabolismo que aumenta a demanda de energia pelo coração acima da capacidade de sua produção. Sabe-se que o PPARalfa, fator de transcrição nuclear, tem papel fundamental na expressão de genes envolvidos no metabolismo oxidativo de ácidos graxos. Além disto, a redução do PPARalfa está fundamentalmente envolvida no desenvolvimento da hipertrofia cardíaca induzida pelos hormônios tireoideanos e no dano mitocondrial no coração hipertireoideo. Além do PPARalfa, o PGC1 e o FOXO1 são importantes reguladores da biogênese mitocondrial e do metabolismo oxidativo do cardiomiócito. Ambos fatores são alvos da SIRT1, que os deacetila e assim modifica suas atividades transcricionais. A deacetilação de PGC1alfa ativa este fator aumentando sua translocação para o núcleo e o mesmo ocorre para o FOXO1. Postulamos que a regulação por HT de genes do metabolismo oxidativo de ácidos graxos e da atividade mitocondrial possa envolver a atividade da SIRT1, e, ainda, trazer consequências para a função e biogênese mitocondrial. Testaremos também a hipótese de que a atividade transcricional mediada pelo receptor nuclear de HT pode ser afetada pela ação da SIRT1 em outros fatores transcricionais como o PPAR alfa, FOXO1 e PGC-1alfa, importantes reguladores do metabolismo oxidativo cardíaco. Portanto, neste projeto estudaremos os mecanismos de interação de hormônios tireoidianos e sirtuina 1 no coração e sua repercussão sobre a hipertrofia cardíaca e o metabolismo cardíaco, utilizando cultura primária, de cardiomiócitos de ratos neonatos e camundongos hipertireoideos por tratamento com hormônio tireoideano, além de camundongos com expressão de receptor de hormonio tireoideano mutado que atua como dominante negativo, bloqueando em parte a sinalização por T3. Serão utilizadas culturas de cardiomiócitos de ratos neonatos incubadas por 1 e 4 dias com T3, na presença ou ausência de agonistas de sirtuina 1: resveratrol, e SRT1720 ou do inibidor farmacológico Sirtinol. Serão estudados a expressão de genes de proteínas chaves do metabolismo oxidativo; a respiração mitocondrial em oxígrafo de alta resolução; avaliação morfológica das células e das mitocôndrias, visando observar efeitos tróficos e distróficos; além da expressão de frações totais e deacetiladas de PPAR alfa, FOXO1 e PGC1 alfa e sua distribuição celular através de imunofluorescência. Procuraremos ainda, avaliar se há alterações de ATP e NAD+ nos cardiomiócitos que justifiquem o mecanismo pelo qual os HT poderiam modular a atividade de SIRT1. As doenças cardio-metabólicas são de alta incidência e prevalência e são acompanhadas de alta morbidade, estando associadas a obesidade e diabetes mellitus. Aplicações de ativadores farmacológicos de sirtuina 1 na terapêutica de tais doenças vem sendo propostos e testes em animais experimentais estão em andamento. Conhecer as interações fisiológicas desta enzima com outros fatores reguladores determinantes da saúde cardio-metabólica é importante para antever o sucesso da terapia, assim como os seus efeitos colaterais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Ildes Rodrigues Fróes Asmus

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo longitudinal dos efeitos da exposição a poluentes ambientais sobre a saúde infantil. rio de janeiro / brasil – projeto pipa
  • Este estudo tem como proposta fornecer informação que permita a investigação e análise dos efeitos dos poluentes ambientais sobre o desenvolvimento das crianças, desde o período de gestação e nascimento, até a idade de 2 anos. Este é um estudo de coorte prospectivo, com foco nos efeitos sobre a saúde infantil da exposição a substâncias químicas (metais, pesticidas, plastificantes e poluentes atmosféricos), dispersas no ambiente ao qual as crianças estão expostas desde a concepção. A população de estudo será constituída por todas as crianças nascidas na Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro, durante o período de 12 meses. A Maternidade Escola realiza cerca de 2.000 – 2.500 partos (normal ou cesárea) por ano. O protocolo de estudo prevê a coleta de 1) informações socioeconômicas, de lazer, trabalho, saúde e condições de moradia dos genitores; 2) exposições ambientais (ocupacional, intradomiciliar, alimentar, de lazer; 3) amostras biológicas maternas (sangue, urina, cabelo e leite) até a 32ª semana da gestação; 4) sangue do cordão umbilical, mecônio e urina dos recém-natos e informações clínicas do momento do nascimento; 5) amostras biológicas (urina e cabelo) e monitoramento clínico da população de estudo no período mínimo de 12 meses até a idade máxima de 24 meses de vida, quanto aos parâmetros relativos ao crescimento pôndero-estatural, intercorrências clínicas e desenvolvimento neurológico, motor, emocional e cognitivo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Lucia Tancredo Borges

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • utilização de sistemas de armazenamento a baterias e usinas hidrelétricas reversíveis para mitigar a intermitência da geração eólica
  • O objetivo deste projeto é realizar uma análise das tecnologias existentes de armazenamento de energia de grande porte para sistemas de potência, com vistas a utiliza-los como forma de mitigar a variabilidade da geração eólica. Dentre as formas de armazenamento possíveis, será dado maior enfoque em sistemas de baterias e usinas hidrelétricas reversíveis (UHER), por se tratarem daquelas com maior aplicabilidade atualmente. Serão desenvolvidos modelos de operação para as baterias e para as UHERs que contemplem suas características particulares, tais como ciclos de carga/descarga e equações hidráulicas, respectivamente. Serão propostas estratégias de operação dos sistemas de bateria e das UHERs para integração ao sistema elétrico, que visam definir quando devem ser utilizados para armazenar energia e quando devem ser utilizados para injetar potência no sistema elétrico, sempre levando em consideração as limitações técnicas dos mesmos. O benefício da utilização dos sistemas de armazenamento será medido através de um modelo de avaliação da confiabilidade composta do sistema elétrico, que representará tanto a variação das fontes renováveis (eólica, pequenas centrais hidrelétricas e solar), a curva de carga horária e a operação dos sistemas de armazenamento integrados. Dessa forma será possível investigar a confiabilidade do sistema elétrico na presença de alta penetração de fontes variáveis de geração, com e sem sistemas de armazenamento integrados. Serão avaliados diferentes níveis de penetração de fontes renováveis e analisado qual o custo-benefício de utilizar diferentes tecnologias de armazenamento de energia, bem como dimensionar a capacidade de armazenamento necessária para atingir um nível de confiabilidade satisfatório. Este projeto permitirá, principalmente, fornecer ferramentas e informações para a tomada de decisões quanto à utilização de sistemas de armazenamento considerando as incertezas das fontes renováveis de energia.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Margarida Oliveira Alveal

Ciências Humanas

História
  • argumentações jurídicas sobre a propriedade da terra nos processo de primeira instância na américa portuguesa
  • A presente pesquisa pretende analisar as argumentações utilizadas nos processos de primeira instância em 3 vilas, a de Mariana (MG), a de Curitiba (PR) e a de Campos dos Goytacazes (RJ) que envolvam questões referentes à terra. Como processos de primeira instância são raros de encontrar, foi verificada a existência destes nestas 3 vilas. Portanto, pretende-se levantar e analisar tais processos com o intuito de analisar o uso de argumentos jurídicos usados na defesa dos interesses dos moradores relativos à posse da terra da América portuguesa. Longe de minimizar o direito, pretende-se perceber de que forma as partes litigiosas apegavam-se a direitos oriundos de uma gama variada, uma vez que a época estudada era caracterizada por um pluralismo jurídico ou multinormatividade, quando estavam em voga o início da conformação de um direito reinol, mas que ainda respeitava bastante direitos locais e costumeiros. Alia-se a essa pluralidade, a existência de uma realidade colonial diversa da do reino, o que contribui para complexificar a análise. Pretende-se também perceber a articulação desses argumentos com a produção dos principais juristas portugueses dos séculos XVI e XVII como Jorge de Cabedo, Antonio da Gama e Manuel Álvares Pegas que abordaram a questão da apropriação diferenciada de domínios, objetivando-se confrontar tais noções com as utilizadas pelos moradores da América portuguesa nos processos judiciais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Regla Vargas

Ciências da Saúde

Farmácia
  • investigação da relação entre biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo, os níveis de globotriaosilceramida (gb3) e marcadores bioquímicos de função renal em pacientes com doença de fabry: o efeito da terapia de reposição enzimática
  • A doença de Fabry (DF) é um erro inato do metabolismo causado pela deficiência da enzima α-galactosidase A (α-Gal A), sendo uma doença lisossômica de depósito ligada ao cromossomo X. A DF tem freqüência estimada de 1 caso para 40.000 indivíduos masculinos. Os sinais clínicos parecem ser causados pelo acúmulo de glicoesfingolipídeos, predominantemente globotriaosilceramida (GB3), sendo que o acúmulo de GB3 nas células renais leva a insuficiência renal progressiva, uma das principais complicações da DF. É interessante ressaltar que a terapia de reposição enzimática (TRE) com a enzima α-Gal A recombinante tem se mostrado capaz de estabilizar ou diminuir a progressão da nefropatia nos pacientes com DF. Outras alterações que acometem os pacientes estão relacionadas com problemas vasculares e cardíacos e alterações neurológicas. Nesse contexto, é importante ressaltar que os níveis de GB3 estão correlacionados e parecem induzir um estado pró-inflamatório e pró-oxidante em pacientes com DF. No entanto, os mecanismos envolvidos no dano tecidual dos pacientes estão totalmente esclarecidos. Assim é objetivo deste projeto de pesquisa investigar as interações entre os níveis urinários e plasmáticos de GB3, os biomarcadores inflamatórios (citocinas) plasmáticos, bem como a expressão de genes de alguns dos principais fatores e enzimas mediadoras entre a inflamação e as espécies reativas de oxigênio/ nitrogênio, parâmetros bioquímicos de estresse oxidativo e indicadores de função renal em pacientes com DF durante a TRE. Acreditamos que a execução do presente projeto poderá auxiliar na melhor compreensão dos mecanismos etiopatogênicos da nefropatia da DF e possibilitará a abordagem de novas estratégias terapêuticas para esta doença.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Sílvia Fávaro Trindade

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • extração, microencapsulação e aplicação de extrato rico em carotenoides obtido de subprodutos do processamento da abóbora (cucurbita moschata)
  • A abóbora é uma das hortaliças mais consumidas e cultivadas em todo o mundo. Trata-se de um vegetal apreciado devido às suas propriedades sensoriais e nutricionais, sendo excelente fonte de nutrientes e compostos bioativos, como os carotenoides. Porém, a geração de grandes quantidades de subprodutos provenientes de seu processamento resulta em custos operacionais às empresas, além de ser fonte de contaminação ambiental. Esse projeto tem por objetivo o aproveitamento dos carotenoides presentes no subproduto do processamento da abóbora (cascas e aparas) para obtenção de um pigmento com propriedades funcionais, bem como para enriquecer biomassa de levedura (também subproduto, mas da indústria cervejeira). O subproduto do processamento da abóbora será caracterizado. Deste será obtido um extrato rico em carotenoides que será avaliado quanto ao seu perfil cromatográfico, teor de carotenoides totais e atividade antioxidante. Como carotenoides são muito susceptíveis à degradação por isomerização e/ou oxidação, o extrato obtido será encapsulado por spray-drying. Por meio da técnica de biossorção, o extrato será também incorporado a uma massa de leveduras de descarte da indústria cervejeira pré-tratada, que em seguida será liofilizada. As partículas obtidas pelos dois métodos (spray drying e biossorção) serão caracterizadas. Será determinada ainda a eficiência de encapsulação, bem como a estabilidade do extrato rico em carotenoides, na forma livre, encapsulado e na biomassa, durante a estocagem. Além do estudo da liberação dos carotenoides desses sistemas em um sistema digestório simulado. Finalmente, as partículas mais promissoras serão utilizadas para preparo de produtos extrusados. Neste contexto, espera-se obter um pigmento e uma massa proteica enriquecida com carotenoides, ambos produtos inovadores e de alto valor agregado, obtidos a partir de subprodutos, atendendo à expectativa da indústria pela valorização e otimização de sua cadeia produtiva, bem como ao anseio dos consumidores por produtos mais saudáveis.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Silvia Soares Pires

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • seleção e adaptação de abelhas sem ferrão e desenvolvimento de uma metodologia de criação massal para polinização de culturas em casas de vegetação
  • Esse projeto tem como objetivo principal avaliar a possibilidade de uso de diferentes espécies de meliponídeos, abelhas indígenas sem ferrão, na polinização de cultivos protegidos usando o tomateiro como cultura modelo. A partir de informações de literatura e usando critérios tais como ampla distribuição geográfica e facilidade de manejo, as espécies Frieseomelitta varia (moça branca), Melipona quadrifasciata (mandaçaia) e Scaptotrigona postica (mandaguari) foram selecionadas para os estudos desse projeto. Avaliaremos a capacidade dessas abelhas de se adaptarem às condições de casas de vegetação e para isso o comportamento de forrageamento das abelhas campeiras será estudado em arenas de 1,80m de altura X 2,40m de comprimento X 1,20m de largura. As espécies melhor adaptadas ao confinamento serão, na sequência, avaliadas em condições de casas de vegetação em áreas de produção comercial. Avaliaremos os serviços de polinização prestados pelas abelhas nas flores do tomateiro através de experimentos de exclusão, onde flores serão ensacadas e outras serão deixadas abertas para impedir ou permitir a visitação das abelhas. Medidas de produção (quantidade e qualidade dos frutos) serão tomadas para avaliar como a polinização influencia a produção do tomateiro. Finalmente, para aquelas espécies que melhor se adaptarem às condições das casas teladas e forem polinizadoras efetivas do tomateiro serão desenvolvidas metodologias de criação massal. Assim, esperamos obter uma metodologia para a criação de abelhas em escala que possa ser usada por empresas para o fornecimento de colmeias, com qualidade e quantidade, aos agricultores.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 03/07/2018-31/07/2021
Foto de perfil

Carol Virgínia Góis Leandro

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas da universidade federal de pernambuco
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Carolina Amália Barcellos Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • effects of navitoclax® on the proliferation and progression of oral squamous cell carcinoma influenced by senescent oral fibroblasts: an in vitro study
  • Sabe-se que a carcinogênese oral não é dependente exclusivamente de mutações genéticas nas células epiteliais, mas sim da interação entre diversos componentes do microambiente tumoral. Dentre os componentes presentes no estroma, destacam-se os fibroblastos, os quais podem adquirir um fenótipo senescente e, consequentemente, apresentar um secretoma característico. Os componentes do secretoma senescentre têm sido apontados como fatores envolvidos nos mecanismos de crescimento e progressão tumoral de diversos tipos de neoplasias malignas. Ademais, novas terapias com alvo no estroma tumoral têm sido estudadas, dentre elas destacam-se os fármacos que atuam sobre os mecanismos de senescência celular. É proposto que esses fármacos possam induzir a apoptose seletiva de células senescentes, podendo atuar, portanto, em mecanismos envolvidos no processo de desenvolvimento e progressão tumoral. Além disso, os mecanismos pelos quais as células neoplásicas evadem o processo de apoptose são possivelmente similares aos mecanismos das células senescentes, portanto, esses fármacos podem ainda apresentar efeitos de indução de apoptose sobre as células tumorais. Com base nisso, o objetivo deste projeto é contribuir com o entendimento sobre o papel do secretoma de fibroblastos orais senescentes no desenvolvimento e progressão do carcinoma epidermoides de boca (CEB) e verificar o efeito de um fármaco experimental (Navitoclax®) sobre fibroblastos orais senescentes e células de CEB. Para isso, será testada a hipótese de que o meio condicionado proveniente de cultura de fibroblastos orais senescentes está associado com o crescimento e progressão do CEB, assim como a hipótese de que o Navitoclax® possa induzir a apotose seletiva de fibroblastos orais senescentes e células neoplásicas de CEB.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Baptista Menezes

Ciências Humanas

Psicologia
  • a relação entre meditação, regulação emocional e expressões vocais
  • A voz, assim como postura corporal, gestos, ou expressões faciais, também se caracteriza como uma manifestação impregnada de pistas sobre o estado afetivo do indivíduo que a produz. Porém, existe uma lacuna na investigação dos parâmetros da voz associados a experiências de menor excitação emocional, como no estado emocional e fisiológico produzido pela prática de meditação. Considerando a perspectiva da Teoria Polivagal e os estudos prévios de meditação que mostram seu efeito na modulação da excitação emocional e autonômica, o objetivo deste projeto é investigar se praticantes de meditação podem apresentar características específicas nos parâmetros vocais, autonômicos e emocionais em comparação a novatos e se estas características podem variar conforme o grau de experiência prévia com meditação. Serão analisados parâmetros vocais, de variabilidade da frequência cardíaca, de respiração, bem como o autorrelato de variáveis emocionais em 60 praticantes de meditação e 60 não meditadores pareados por variáveis sociodemográficas, antes e após uma sessão de 20 minutos de prática. Serão realizadas análises estatísticas com o Modelo Linear Geral (GLM) de medidas repetidas considerando os dois grupos (meditadores e não meditadores) e as duas condições (antes e após a sessão de meditação). Para a análise do tempo de experiência prévia, a GLM incluirá a covariável do nível de experiência em meditação. Para avaliar interações entre as variáveis, será utilizada Regressão Linear Múltipla. Quando necessário, análises complementares de ANOVA, Teste T e Correlação de Person também serão realizadas. Este estudo poderá produzir subsídios para o entendimento da relação entre parâmetros vocais e regulação emocional, a relação entre parâmetros vocais e outros parâmetros fisiológicos autonômicos, além de possibilitar uma compreensão de como a meditação pode auxiliar na regulação emocional com base em medidas que complementam as avaliações subjetivas e de autorrelato. Pode-se pensar nos potenciais impactos deste estudo especialmente a partir do principal desfecho primário (parâmetros vocais) e da relevância da prática de meditação. A voz humana é um dos sons mais frequentes no dia a dia de uma pessoa. Estima-se que os seres humanos gastam mais tempo ouvindo e analisando vozes do que qualquer outro som do ambiente. Logo, o estudo da relação entre voz e regulação emocional pode auxiliar no desenvolvimento de intervenções voltadas a condições clínicas em que há prejuízos na fala e/ou uso da voz (gagueira, afasia, mutismo, entre outros), a pessoas cegas que dependem da audição da voz para relacionar-se, a condições de ansiedade social, assim como para treinamento de grupos que fazem uso da voz, tal como artistas, professores, jornalistas, entre outros. O estudo do aspecto emocional da voz também pode ajudar a desenvolver tecnologias de reconhecimento de voz e comandos por voz. Já concernente à meditação, esta tem sido cada vez mais incorporada na área da psicologia e da saúde como uma ferramenta capaz de auxiliar na promoção de um funcionamento psicológico saudável, sendo uma técnica de baixo custo e de larga aplicação, já que pode ser adaptada a diferentes faixas etárias e diferentes contextos (p.e. educacional, clínico, organizacional, entre outros).
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Bioni Garcia Teles

Ciências Humanas

Sociologia
  • fiocruz-ro: popularização da ciência na sociedade e escolas
  • Na perspectiva de reduzir, ao longo dos anos, as diferenças sociais e econômicas presentes na região da Amazônia Ocidental, o Instituto Fiocruz-RO tem contribuído para a formação de especialistas, popularização da ciência e aplicações científicas práticas voltadas para o SUS na Amazônia. O desenvolvimento e o progresso da ciência e tecnologia requerem o comprometimento, continuidade de ações específicas e participação da comunidade; assim a equipe de pesquisadores da Fiocruz-RO entende a importância de investimento na promoção de ciência no ambiente escolar. Esses esforços podem ser capazes de promover uma educação mais dinâmica e contextualizada. Além de induzir o empoderamento dos alunos no processo de tomada de decisões, reflexões sobre problemas sociais que todos estão envolvidos. O objetivo é realizar diversas ações de divulgação científica para alunos e professores da rede de ensino fundamental do município de Porto Velho, Estado de Rondônia. Esta proposta fornecerá várias discussões, para produzir o melhor conhecimento sobre muitos campos da ciência, com auxílio de palestras, apresentações científicas, visitas ao instituto e oficinas práticas. Serão aplicados temas básicos envolvendo inovação científica e tecnológica voltada ao controle de doenças parasitárias, como as causadas por doenças microbianas e virais, bem como as doenças transmitidas por vetores e as adquiridas pela transmissão de água contaminada na Amazônia. Durante todo esse processo nós teremos a oportunidade de realizar a popularização do desempenho das pesquisadoras ‘mulheres’ atuais e de ícones femininos do Brasil e Mundo. Isso mostrará a importância da perspectiva feminina em ações científicas e unir esforços para garantir as mulheres em um ambiente de igualdade de emprego. Inspirado em experiências demonstradas, haverá a organização de “Feiras de Ciências” nas escolas com apresentação de materiais científicos e tecnológicos produzidos pelos alunos. Esse espaço formalizará a transmissão e produção de seus conhecimentos, materializando uma arquitetura informativa de importantes processos científicos, tornando o processo de aprendizagem menos dependente da educação formal e capaz de fornecer uma visão de como eles podem ser atores na solução de problemas e como promover o desenvolvimento tecnológico e científico na sociedade. A Fiocruz-RO premiará as melhores obras apresentadas, valorizando a ciência nas escolas como uma ferramenta transformadora no desenvolvimento social, útil não apenas à comunidade interna, mas também ao público em torno de sua extensão territorial. O foco de divulgação científica e tecnológica vai além das atividades no ambiente escolar. O objetivo é finalizar esta proposta, unindo ações em um ambiente aberto aos pesquisadores, educadores, estudantes e a população Rondoniense, que permitirá o acesso ao conhecimento científico produzido por diferentes instituições de ensino e pesquisa. Acreditamos que eventos populares como “Fiocruz Rondônia na rua” se tornarão um meio de aproximação da educação científica com a comunidade no âmbito das atividades de extensão e poderemos mostrar que as escolas de educação básica podem refletir sobre a mudança da popularização científica através da educação e empoderamento de novos atores na construção do conhecimento.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 15/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Carolina de Melo Bomfim Araújo

Ciências Humanas

Filosofia
  • capacidades e disposições: princípios explicativos da ação em platão e aristóteles
  • Este projeto pretende fortalecer a seção de Filosofia Antiga da linha de pesquisa em Filosofia da Ação do Programa de Pós-Graduação em Lógica e Metafísica (PPGLM-UFRJ). Ele reúne dois professores permanentes do programa, convergindo seus projetos individuais de pesquisa e suas equipes em um núcleo de trabalho integrado. Ele pretende analisar alguns princípios utilizados por Platão e Aristóteles para explicar as ações e caracterizar seus agentes, a saber, as noções de capacidade e de disposição. Embora essas noções correspondam de modo geral aos termos gregos dynamis e héxis, enquanto conceitos filosóficos elas dependem também de uma rede conceitual em torno da noção de alma (psykhé), que envolve as noções correlatas de movimento (kínesis), atividade (enérgeia), função (érgon), desejo (oréxis, epithymía), hábito (éthos) e ímpeto (thymós). A hipótese que estabelecemos de partida é de que, quando associados com essa rede conceitual, os princípios explicativos que pretendemos investigar se revelam como condições ou meios necessários para a ação, não sendo portanto suficientes para explicá-la. Acrescem-se a essa hipótese primeira duas ramificações. A primeira diz respeito aos limites que se impõem às noções de capacidade e disposição em sua função explicativa. Nossa hipótese é de que os dois princípios diferem em muito quanto a esse ponto: ao passo que grande suspeita recai sobre a legitimidade de uma teoria metafísica das capacidades, uma vez que um regresso parece estar envolvido nesse modo de explicação, o mesmo não ocorre com disposições, que se descrevem estados que necessariamente resultam em ação quando em certa circunstância. A segunda ramificação diz respeito ao modo de ativação de capacidades e disposições, e como cada uma das noções correlatas acima mencionadas garante que tais princípios sejam de fato explicativos para a ação. Este projeto se insere no projeto mais amplo de cooperação internacional “Dynamis na História da Filosofia” já assinado entre o PPGLM-UFRJ e as universidades de Ottawa (Canadá) e Roma La Sapienza (Itália) e submetido ao Edital Capes-Print. Ele também se configura como um projeto de formação de pesquisadores de nível internacional, contando com uma equipe de bolsistas de Iniciação Científica, Mestrandos, Doutorandos e Pós-Doutorandos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina dos Santos Batista Bonini

Ciências Agrárias

Agronomia
  • qualidade fisica e quimica de um latossolo vermelho em sistema de integração lavoura-pecuária após 3 anos de implantação
  • O sistema integração lavoura-pecuária visa a sustentabilidade, procurando explorar o máximo da área, além de diminuir os impactos sobre as propriedades do solo. O presente trabalho tem por objetivo estudar os atributos físicos e químicos de um Latossolo em um sistema de integração lavoura-pecuária após quatro anos de implantação do sistema. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados, com três repetições e compostos por 7 tratamentos: 1 - Soja – Milho + B. ruziziensis (pastejo); 2 - Soja – Milho + Piatã (pastejo); 3 - Soja – Milho + Paiaguás (pastejo); 4 - Soja - Piatã (pastejo 2 anos) – Soja - Piatã (pastejo); 5 - Soja - Paiaguás (pastejo 2 anos) – Soja - Paiaguás (pastejo); 6 - Soja – milho (Plantio direto); 7 - Soja – milho (Preparo convencional). O experimento será realizado na Fazenda do grupo Facholi, no município de Caiuá/SP de janeiro/2019 a dezembro/2021, em solo classificado como Latossolo Vermelho. As avaliações a serem realizadas serão os atributos físicos do solo (estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de agua, resistência mecânica a penetração, umidade do solo), atributos químicos (teores de fósforo, potássio, magnésio e cálcio, matéria orgânica, pH, acidez potencial e calculadas as somas de bases, capacidade de troca catiônica e saturação por bases). As análises de solo serão feitas em duas camadas do solo; 0,00-0,10 e 0,10-0,20 m. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e teste de Tukey a 5 % de probabilidade para a comparação de médias.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Ferreira de Matos Jauris

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novos materiais baseados em nanoestruturas de carbono visando aplicações sustentáveis: síntese, caracterização e avaliação de toxicidade
  • Os nanomateriais de carbono representam uma classe diversificada de materiais, em sua maioria, com uma excepcional variedade de propriedades, o que os torna adequados para aplicações nas mais diferentes áreas de pesquisa. Há uma necessidade incisiva de procurar novas nanoestruturas de carbono por meio de métodos sustentáveis e de baixo custo, realizando seu papel em aplicações energéticas e ambientais. No entanto a maioria das estratégias convencionais de preparação desse tipo de material e de seus compósitos envolvem condições intensivas de energia e, portanto, elevado custo de produção. Nesse sentido, a síntese ambientalmente amigável de nanomateriais de carbono por meio de estratégias custo-efetivas é de grande relevância. Este projeto propõem avanços na síntese verde de vários nanomateriais de carbono e descreve suas aplicações sustentáveis para o armazenamento e geração de energia, remediação e purificação ambiental, sem deixar de lado a avaliação de toxicidade dos materiais desenvolvidos. Para tal o projeto conta com uma equipe interdisciplinar buscando não o somente aplicações tecnológicas, mas também a compreensão dos processos básicos envolvidos em cada etapa.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Fischinger Moura de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • perfil de vitaminas do complexo b em pacientes com glicogenoses hepáticas e seus possíveis determinantes
  • As Glicogenoses (GSD) são doenças genéticas que resultam em alterações no metabolismo do glicogênio. Estas condições podem ser classificadas em diferentes tipos, nomeadas de acordo com o defeito enzimático específico e os órgãos afetados. Para o tratamento das GSD hepáticas, a estratégia mais comumente utilizada é a administração frequente de amido de milho cru, visando a manutenção da normoglicemia e a prevenção de distúrbios metabólicos secundários. Restrições e suplementos alimentares são realizados de acordo com os diferentes tipos de GSD. As restrições alimentares impostas pelo tratamento, bem como, o grande consumo de amido de milho como fonte de carboidrato podem levar a deficiências nutricionais em pacientes com GSD hepáticas. Pouco se sabe em relação ao perfil de vitaminas do complexo B apresentados por esses pacientes, visto que além da deficiência no seu consumo, pode haver uma interação dessas vitaminas com o alto consumo de carboidrato proveniente de uma fonte altamente refinada, sendo que existem relatos de caso de deficiências graves de vitaminas do complexo B nesses pacientes. O objetivo do presente estudo é avaliar os níveis de vitaminas do complexo B apresentados por pacientes com Glicogenoses hepáticas e sua associação com variáveis clínicas e de tratamento. Será conduzido um estudo transversal, observacional, onde serão coletadas amostras de sangue de pacientes com Glicogenose Hepática (Ia, Ib, III e IXa, IXb, IXc) para dosagem de vitaminas do complexo B ((vitamina B1 (tiamina), B3 (niacina), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina)). Além disso, serão coletados dados clínicos e de tratamento, bem como, aplicados inquéritos alimentares de 3 dias para avaliação do consumo de nutrientes. Assim será possível avaliar possíveis variáveis que influenciam o perfil de vitaminas do complexo B em pacientes com GSD hepática. Devido à natureza translacional deste estudo, espera-se gerar dados que possam embasar a avaliação do perfil nutricional de vitaminas do complexo B nos pacientes com GSD hepática e que embasem o uso de complementos nutricionais para prevenção de comorbidades nesses pacientes.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Hassibe Thomé

Ciências da Saúde

Medicina
  • isolamento e caracterização de exossomos durante a transição epitélio-mesenquimal em câncer de ovário.
  • As células podem responder de diferentes maneiras a estresses aos quais são submetidas. Essas respostas variam conforme a duração do estímulo estressor e o tipo celular, podendo variar desde respostas de sobrevivência até morte celular. Esse tipo de resposta ao estresse celular causa um aumento na secreção de vesículas pelo retículo endoplasmático e aparelho de Golgi, que quando são secretadas por essas células passam a denominar-se exossomos. Presentes nos fluidos corporais como sangue, urina, saliva e liquor, essas microvesículas possuem em sua composição mRNAs, microRNAs, RNAs não codificantes, proteínas citoplasmáticas e de membrana, como receptores e moléculas do complexo MHC que são candidatos à biomarcadores de doença. Estudos recentes apontam que a comunicação intercelular pelos exossomos pode modular a expressão gênica da célula alvo, assim como processos de crescimento, divisão e diferenciação celular, resposta ao estresse, sobrevivência celular e apoptose. Além disso, os exossomos presentes nas células tumorais, influência na progressão tumoral e no desenvolvimento de metástases. Devido às suas propriedades e presença em fluidos corporais onde podem ser coletados, os exossomos estão se tornando candidatos promissores a novos biomarcadores para realização de diagnósticos precoce e prognóstico de inúmeras doenças, como o câncer de ovário. Neste projeto, avaliaremos a liberação desses exossomos, caracterizando o perfil proteômico durante a Transição Epitélio-Mesenquimal (EMT), que representa um modelo de progressão tumoral. Proteínas relevantes identificadas serão validadas em amostra de fluído intra-tumoral proveniente de pacientes com câncer de ovário através da análise proteômica dirigida.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas ecológicas na planície de inundação do alto rio paraguai
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/01/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Carolina Montanheiro Noronha

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de nanocompósitos contendo nanopartículas carregadas com óleo essencial para aplicação em embalagens ativas e sustentáveis para alimentos.
  • Os óleos essenciais presentes em diferentes matérias-primas vegetais são substâncias que apresentam elevada atividade antioxidante, em função de sua capacidade de neutralizar e sequestrar radicais livres, além de possuírem propriedades antimicrobianas. Essas propriedades os tornam atraentes aditivos para a indústria de alimentos para aumentar a segurança e o tempo de prateleira dos produtos. No entanto, a utilização dos óleos essenciais apresenta algumas limitações devido às suas características de alta volatilidade e instabilidade química frente às condições diversas no processamento de alimentos. A nanoencapsulação desses compostos bioativos é uma alternativa para a manutenção de suas propriedades benéficas, além da liberação controlada. A incorporação de nanopartículas carregadas de óleos essenciais em matrizes biopoliméricas, ou seja, materiais biodegradáveis provenientes de fontes renováveis, pode influenciar o setor de embalagens de alimentos. Além de melhorar as características do material, pode promover também uma funcionalidade adicional, como antimicrobiana e antioxidante, para o desenvolvimento de embalagens ativas. Neste projeto, propomos desenvolver nanocompósitos a partir de biopolímeros com a inclusão de nanopartículas de fontes naturais contendo diferentes óleos essenciais para aplicação e embalagens ativas, biodegradáveis e sustentáveis. Pesquisas anteriores realizadas pelo nosso grupo mostraram resultados promissores no âmbito de nanocompósitos e embalagens ativas para alimentos. No entanto, o principal desafio é o desenvolvimento de novos materiais que possam substituir os materiais derivados do petróleo. É preciso que suas características de propriedades mecânicas, resistência, molhabilidade e durabilidade sejam próximas aos plásticos tradicionalmente utilizados pela indústria de alimentos. Além disso, é necessário que os óleos essenciais sejam capazes de substituir os conservadores sintéticos, apresentando propriedades antimicrobianas e atividade antioxidante semelhantes a esses.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Munari Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos funcionais de patógenos fúngicos causadores de doença em citros
  • Citros é uma das culturas mais importantes do mundo. O Brasil se destaca como o maior produtor, respondendo por mais de 60% da produção mundial de suco de laranja. Apesar de ter como principal espécie produzida a laranja doce, as tangerinas e alguns de seus híbridos, especialmente os híbridos com laranja doce (tangores), possuem grande importância especialmente no mercado nacional de frutos in natura. Apesar dos números expressivos de produção e exportação, essa cultura sofre problemas principalmente de ordem fitossanitária devido ao grande número de pragas e doenças. Entre elas destacam-se doenças causadas por fungos como mancha preta dos citros (MPC), qual afeta quase todas as variedades de citros, e a mancha marron de alternaria (MMA), responsável por grandes prejuízos na produção das tangerinas e seus híbridos. Apesar da importância dessas doenças são escassos os estudos sobre a interação desses patógenos, Phyllosticta citricarpa e Alternaria alternata, com seus respectivos hospedeiros. Nosso grupo já iniciou estudos da interação P. citricarpa/citros e identificou as respostas tanto da planta quanto do fungo no momento da interação. Esse trabalho nos levou a fortes indícios de como a planta responde a presença desse fungo, levando a formação dos sintomas típicos da doença. Além disso, identificamos quatro efetores, quais foram caracterizados quanto à repressão da reação de hipersensibilidade. Porém, ainda muitos outros efetores identificados nesses trabalhos faltam ser caracterizados. Além disso, para o patossistema MMA ainda não existe esse tipo de estudo. Portanto, baseados nos genes já encontrados através dos trabalhos de expressão gênica (P. citricarpa/laranja doce), além dos dados de Dual RNA-seq de tangor Murcott/ A. alternatia que serão gerados nesse trabalho, nossa proposta é continuar os estudos funcionais desses fungos através da técnica de RNA interferente, a qual vem sendo uma relevante ferramenta para análises de função gênica e controle de patógenos. Os genes alvos serão silenciados, seguido da avaliação fenotípica desses mutantes. Assim, sugerirão regiões genômicas com potencial uso como alvos para o controle de P. citricarpa e A. alternata. O desafio principal da fitopatologia atualmente está no entendimento dos mecanismos na interação do patógeno com seus hospedeiros durante o processo infeccioso. Como já dito, os patógenos são capazes de secretar inúmeras moléculas efetoras durante o processo infeccioso. A manipulação das defesas do hospedeiro depende da secreção regulada e da cooperação de uma complexa mistura de proteínas efetoras. Tanto para P. citricarpa quanto para A. alternata a identificação e o entendimento de como essas moléculas efetoras agem no processo de infecção de laranja doce e tangor Murcott, respectivamente, são de extrema importância para o melhoramento genético visando o controle das doenças por esses fungos causadas.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Angulski da Luz

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de cimentos especiais: identificação de matérias- primas alternativas com vistas à sua durabilidade
  • O Grupo de Pesquisa em Materiais e Estruturas (GPME), coordenado pela proponente, foi criado em 2007, juntamente como o início do curso de Engenharia Civil, na UTFPR, campus Pato Branco/PR. Ao longo destes mais de dez anos, o GMPE tem se mostrado fundamental na iniciação e consolidação da pesquisa no âmbito do Departamento de Engenharia Civil, tendo sido responsável pelos primeiros alunos de iniciação científica no curso e ter contribuído para a aprovação do mestrado, também em Engenharia Civil (PPGEC) em 2013, o qual teve início em meados de 2014. Desde a sua criação, o GPME tem atuado no desenvolvimento de cimentos alternativos ao cimento Portland com vistas, principalmente, à identificação e à valorização de subprodutos como matéria prima na produção de aglomerantes, tendo publicado artigos em eventos e periódicos importantes decorrentes das pesquisas a respeito de cimentos especiais. Assim, o atual projeto pretende dar continuidade às pesquisas do GPME, que nos últimos anos avançaram na identificação e adequabilidade de subprodutos como potencial matéria prima de cimentos alternativos. Nesse estágio, o presente projeto também visa contribuir no estudo de durabilidade de cimentos especiais, em especial os cimentos supersulfatados (CSS) e álcali ativados (CAT), através de parcerias com as universidades UFPR e a University of Toronto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Fernandes dos Santos Bottino

Ciências Humanas

Educação
  • consciência na ciência: universidade e escola caminhando juntas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Caroline Furtado Junqueira

Ciências Biológicas

Imunologia
  • antígenos apresentados via hla de classe i por reticulócitos infectados com plasmodium vivax como alvos para vacina contra a malária
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Opolski Medeiros

Ciências da Saúde

Nutrição
  • preparações ofertadas a trabalhadores atendidos pelo programa de alimentação do trabalhador (pat)
  • O consumo de alimentos ultraprocessados tem sido observado nos últimos aos, assim como, a redução no consumo de alimentos in natura e minimamente processados. Paralelamente, observa-se uma aumento na incidência das doenças crônica não transmissíveis. Diante disto, tem-se uma preocupação com a saúde da população, com destaque a saúde do trabalhados que realizam muitas vezes suas refeições na Unidade de Alimentação e Nutrição da empresa, principalmente quando esta é cadastrada no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT). A partir disto, e considerando que as escolhas dos comensais depende da oferta dos alimentos, o objetivo deste trabalho é avaliar a qualidade das preparações ofertadas à trabalhadores atendidos pelo Programa de Alimentação do Trabalhador, considerando a extensão e o propósito do processamento industrial dos produtos alimentícios. O estudo proposto é uma pesquisa em desenvolvimento, de caráter descritiva, e de múltiplos casos, que será realizada em duas UANs institucional que atende empresas credenciadas ao PAT, sendo uma na modalidade autogestão e outra na modalidade gestão terceirizada. Inicialmente será realizada a caracterização da empresa, a avaliação das habilidades culinárias dos manipuladores e o acompanhamento e análise do processo produtivo das refeições. A partir dos dados coletadas na primeira fase será aplicada a classificação NOVA para analisar o consumo per capita dos produtos alimentícios ofertados nas unidades. Posteriormente, será proposta uma forma de aplicação da classificação NOVA na análise das preparações ofertadas aos comensais, a partir da realização de uma Oficina de Consenso e considerando o formato comitê tradicional. Por fim, esta proposta será aplicado também na análise das escolhas dos comensais das unidades. Para isso um registro fotográfico do prato dos trabalhadores será realizado logo após eles se servirem no bufê. As escolhas dos comensais também será analisado, considerando a sua diversidade alimentar. Os resultados desta pesquisa resultarão em uma proposta, à ser utilizada por nutricionistas, para avaliar a qualidade das preparações culinárias ofertadas em UANs, considerando a extensão e o propósito do processamento industrial dos itens alimentícios utilizados nas receitas, além de possibilitar o conhecimento do panorama dos tipos de produtos que estão sendo utilizados nestas UANs.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 24/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Caroline Silveira Bauer

Ciências Humanas

História
  • presenças da ditadura e esperanças na constituição nas demandas da população encaminhadas à assembleia nacional constituinte através do projeto “diga gente” (1986-1987)
  • Nos anos de 1986 e 1987, paralelamente aos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, através de uma iniciativa de servidores do Senado Federal para a participação da população na elaboração do texto constitucional, desenvolveu-se o projeto “Diga Gente”, que possibilitava o envio de sugestões aos constituintes para elaboração do texto constitucional. Este projeto de pesquisa propõe uma análise em relação às presenças da ditadura e às esperanças na Constituição a partir das demandas relativas ao período ditatorial enviadas pelos cidadãos no âmbito do “Diga Gente”. Pretende-se, desta forma, problematizar o confronto entre memórias e narrativas sobre aqueles anos na conjuntura de transição política, partindo-se do pressuposto que esse conflito simbólico explicita divergências entre temporalidades e culturas históricas. Existiam, naquele momento, concepções diferentes de passado e expectativas distintas de futuro, bem como motivações diversas para o silenciamento ou para a transmissão da experiência do terrorismo promovido pelo Estado durante o período ditatorial, que ficaram registradas nos formulários do “Diga Gente”.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Turchetto

Ciências Biológicas

Botânica
  • revelando processos de diversificação e evolução de espécies de nicotiana l. (solanaceae) em diferentes ambientes na região sul da américa do sul
  • Identificação e delimitação de espécies constituem um tópico importante na sistemática e biologia evolutiva. Identificar corretamente as espécies é especialmente importante na América do Sul, onde os padrões e processos responsáveis por gerar e manter a diversidade de espécies ainda são pobremente compreendidos. O processo pelo qual as espécies se originam, bem como o estágio de especiação, pode dificultar a identificação das espécies. Neste contexto, abordagens multidisciplinares são cruciais para compreender a integridade de espécies. Assim, morfometria, ecologia e marcadores moleculares podem ser combinados para investigar os mecanismos envolvidos na origem das espécies na América do Sul. As áreas de Campos no Sul do Brasil pertencem aos biomas Mata Atlântica e Pampa. O Pampa é uma região geomorfológica complexa que está entre os campos mais ricos em espécies do mundo e, apesar de abrigarem enorme biodiversidade, são pobremente conhecidas e, consequentemente, negligenciadas. O gênero Nicotiana L. seção Alatae é composto por oito espécies distribuídas nos Campos do Sul da América do Sul e os processos envolvidos na diversificação deste clado ainda não são compreendidos. N. forgetiana e N. mutabilis são restritas aos Campos do Planalto Sul brasileiro, nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e são visitadas por beija-flor. Nicotiana alata e N. bonariensis são amplamente distribuídas ao Sul do Brasil, nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná, até o Uruguai, nordeste da Argentina e no leste do Paraguai, ocupando diferentes habitats, sobrepondo suas distribuições com espécies endêmicas. N. mutabilis é morfologicamente similar a N. forgetiana, entretanto apresenta uma característica única dentro do gênero: flores brancas a rosa no mesmo indivíduo, associadas com a idade da flor. Trabalhos de biologia floral tem sugerido uma possível nova espécie, uma variedade de flores vermelhas, relacionadas à N. forgetiana, porém com flores menores. Assim, o objetivo deste projeto é investigar quais os mecanismos evolutivos envolvidos na especiação da seção Nicotiana sect. Alatae, na região Sul da América do Sul. Para isso será utilizada uma abordagem integrativa que inclui análises morfológicas, ecológicas e genéticas, visando ampliar o conhecimento dos processos que direcionaram a diversidade vegetal dos campos e, assim, contribuir para a conservação sua biodiversidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carsten Wrenger

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dissecção do metabolismo do ácido lipoico como target druggable na malária
  • O parasita causador da malária Plasmodium falciparum possui organelas tais como mitocôndrias e o compartimento tipo cloroplasto denominado apicoplasto, o qual está ausente no hospedeiro humano. A interferência em vias metabólicas presentes em tal compartimento tem provado ser letal ao parasita. Este projeto de pesquisa em nível de doutorado concentra-se na identificação de compostos antimaláricos tendo como alvo o metabolismo do ácido lipoico em Plasmodium, utilizando-se duas diferentes abordagens: a via de novo do ácido lipoico será estudada com substratos suicidas que mimetizam substratos naturais, resultando, desse modo, na geração de cofatores não funcionais que envenenam todas as enzimas dependentes do cofator. Uma segunda abordagem tem a intenção de identificar inibidores de enzima tendo como alvo enzimas da biossíntese do ácido lipoico. Os resultados não apenas podem validar enzimas da biossíntese do ácido lipoico e da via de novo como alvos atrativos para novas abordagens terapêuticas, mas também fornecer moléculas bioativas para o desenvolvimento de fármacos. A descoberta de fármacos que interferem no metabolismo do ácido lipoico na malária mostra um novo alvo para fármacos e que está restrito ao parasita.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássia Barreto Brandão

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estoques de carbono orgânico e emissões de co2 do solo em ecossistemas de mata atlântica
  • A participação dos sumidouros de CO2; como os oceanos e a fotossíntese de plantas terrestres contribuem para reter grandes quantidades de carbono.Porém no que se refere às florestas tropicais, ainda não há um consenso sobre a participação ativa desses ecossistemas no estoque de carbono do ar, uma vez que o CO2; retorna a atmosfera através da respiração do solo. Neste sentido, os fluxos de CO2 atmosféricos à superfície sobre ecossistemas têm se tornado um objeto de relevante interesse científico. A importância do carbono e de seus compostos é indiscutível, pois este é o constituinte básico de toda a matéria viva, e é fundamental na respiração, na fotossíntese e na regulação do clima. As florestas tropicais ocupam 1,8 bilhão de hectares, sendo que os estoques de carbono nas florestas tropicais correspondem em média a 120tC/hectare na vegetação e 123tC/hectare no solo de até um metro de profundidade. Os solos de até um metro de profundidade, por exemplo, são capazes de conter até 1.500GtC (Gigatonelada de carbono). Assim sendo, este projeto visa avaliar os estoques de carbono em ecossistemas de Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, além de realizar estimativas do carbono presente na biomassa microbiana do solo e dos efluxos de CO2 no sistema solo- atmosfera, sendo utilizado para os devidos fins, metodologias inovadoras como o método de câmara fechada com sensor infravermelho para as medições de CO2 e o método de irradiação-extração para estimativas do carbono microbiano. Assim sendo, compreender as interações que são responsáveis pelo efluxo de CO2 e pelos estoques de carbono são de suma importância nas temáticas atuais sobre questões climáticas e sobre as interações entre solo, planta e atmosfera. Cada bioma tem a capacidade de armazenar carbono, seja na forma de biomassa aérea, matéria orgânica morta, biomassa do solo (raízes) e carbono do solo, e neste contexto, as florestas tropicais são em geral os biomas com a maior capacidade de estocagem devido a sua maior densidade de biomassa. Neste contexto o bioma Mata Atlântica se constitui como áreas prioritárias para o desenvolvimento de pesquisas e para o estabelecimento de indicadores ambientais e para a compreensão das interações entre solo-planta-atmosfera.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiana Carolina Montagner Raimundo

Outra

Ciências Ambientais
  • microplásticos como vetores de transporte de contaminantes orgânicos emergentes em matrizes aquática
  • A poluição do meio ambiente por plásticos é reconhecida como um dos fatores antropogênicos mais proeminentes que afetam a biodiversidade e a qualidade ambiental a nível global. Os avanços na compreensão da extensão da poluição por plásticos e dos efeitos sobre os organismos progrediram rapidamente e tem sido focado em ambientes marinhos; no entanto, estudos recentes estão surgindo e demonstram que os ecossistemas de água doce podem ser amplamente poluídos pelos plásticos e os efeitos nesses ecossistemas são desconhecidos. Esse projeto propõe investigar o destino ambiental, as propriedades físico-químicas e a exposição de organismos a microplásticos em vários ecossistemas impactados de regiões metropolitanas do Estado de São Paulo. O objetivo principal é estabelecer uma linha de base da extensão e características da poluição por microplásticos; e, especificamente, identificar os aportes locais (populações humanas e efluentes de águas residuais) de microplásticos, bem como, os contaminantes emergentes associados (ou seja, sorvidos) aos microplásticos para avaliar os níveis de exposição que os organismos de água doce podem estar expostos tendo os microplásticos como vetores de transporte. Bacias hidrográficas localizadas em regiões urbanizadas serão usadas como modelo para um estudo espaço-temporal da ocorrência e destino dos microplásticos a fim de se conhecer a variação sazonal associada às mudanças nos níveis dos rios durante as estações chuvosa e seca. As investigações propostas são baseadas nos programas de pesquisa existentes da pesquisadora nas áreas de química analítica ambiental.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Aimberê Dorneles Welker

Ciências Biológicas

Botânica
  • múltiplas abordagens na delimitação de táxons em andropogoneae (poaceae): taxonomia, morfometria, filogenia e filogenômica
  • A delimitação de táxons é um aspecto vital dentro da taxonomia e da biologia evolutiva, bem como para a compreensão e conservação da biodiversidade. No entanto, definir a circunscrição de gêneros e espécies não é uma tarefa fácil, e deve integrar múltiplas abordagens, como análises morfológicas e moleculares. A ocorrência de hibridação, poliploidia e radiação recente, muito comum em diversas linhagens de plantas e especialmente na tribo Andropogoneae (Poaceae), torna a situação ainda mais complicada. Andropogoneae inclui plantas de grande importância econômica, como a cana-de-açúcar, o milho e o sorgo, além de muitas espécies ecologicamente dominantes em formações campestres ao redor do mundo. Existem diversos problemas de circunscrição de gêneros e espécies em Andropogoneae, envolvendo Schizachyrium, Eriochrysis, Saccharum e Agenium, os quais necessitam de estudos com múltiplas abordagens. Este projeto tem como objetivo realizar estudos taxonômicos, morfométricos, filogenéticos e filogenômicos nesses gêneros, procurando investigar suas relações evolutivas e elucidar a circunscrição de seus táxons. Devido à alta variabilidade das sequências e à sua capacidade de identificar híbridos, a clonagem de genes nucleares de poucas cópias constitui uma metodologia altamente promissora para inferir as relações filogenéticas em Andropogoneae. Análises filogenômicas baseadas no sequenciamento completo do plastoma (comumente conhecido como Next-Generation Sequencing – NGS) também têm se mostrado extremamente úteis para este fim. Alguns autores afirmam, inclusive, que o NGS irá revolucionar a sistemática vegetal, assim como o método de sequenciamento de Sanger o fez nas últimas décadas. Este projeto também é potencialmente útil para o estudo de outros grupos vegetais, por propor uma metodologia modelo para a delimitação de táxons, especialmente para grupos complicados devido à presença de evolução reticulada, poliploidia e radiação recente.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Antonio Bortolozo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • determinação das potencialidades de uso do método eletrorresistivo para a determinação de parâmetros geotécnicos e umidade do solo em modelos de infiltração no solo
  • O Brasil sofre todos os anos com deslizamentos de terra, que ocorrem principalmente no período do verão. Sendo os estudos para o entendimento dos processos e causas de deslizamento um dos focos principais do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). Dessa forma foi definido um objetivo geral para o grupo de Geodinâmica: utilizar a previsão de chuva para uma área crítica e a umidade atual das camadas para prever uma possível situação de ruptura baseada na futura infiltração. Neste sentido o CEMADEN está implementando um sistema para o monitoramento da umidade do solo em diversas áreas críticas sujeitas a movimentos de massa no Brasil. O equipamento corresponde a uma estação pluviométrica acoplada a sensores instalados em poços que medem a umidade em subsuperfície. Algumas estações já estão funcionando em Campos do Jordão – SP e estão planejadas outras estações em mais 9 cidades em 5 Estados. Porém para a construção, de fato, de um sistema de alertas é necessário realizar uma modelagem da infiltração da chuva futura e como ela afetaria o estado atual de umidade. Com isso seria possível calcular o fator de segurança que de fato seria utilizado no sistema de alertas. Para a elaboração desse programa de infiltração é necessário o conhecimento de uma serie de propriedades geotécnicas ao longo do perfil 2D da encosta. Porém a coleta pontual de amostras para obtenção de parâmetros geotécnicos, além de dispendiosa, não permite uma ampla cobertura bidimensional. Por esse motivo o coordenador deste projeto está trabalhando com o desenvolvimento de algoritmos para obter parâmetros geotécnicos e umidade do solo através de levantamentos de eletrorresistividade 2D. Sendo que estes são os parâmetros de entrada do software que está sendo desenvolvido no Reino Unido em parceria com o coordenador. O programa utiliza uma discretização de elementos finitos com malha adaptativa, que apesar de ser uma forma muito complexa e eficiente, depende muito de se ter uma malha adequada para obter resultados realmente precisos. Sendo que a definição da malha ótima é sempre difícil e em alguns casos é impossível, uma vez que não é possível comparar os resultados numéricos com uma observação real. Dessa forma o projeto proposto tem como objetivo principal realizar uma série de experimentos de infiltração em áreas controladas para validar o procedimento de obtenção de parâmetros geotécnicos e umidade do solo com levantamentos geofísicos. Utilizando uma estação de umidade do solo do Cemaden e coleta de amostras para validar os resultados. Além disso, será possível determinar a forma ótima de discretização para o software que está sendo desenvolvido. Sendo que os resultados obtidos com este projeto são fundamentais para as futuras pesquisas realizadas pelo grupo de Geodinâmica e suas instituições parceiras.
  • Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Moro Piekarski

Engenharias

Engenharia de Produção
  • agrocircle wins: economia circular e inovações em intercooperações agroindustriais.
  • O entendimento de sistemas produtivos e ciclo de vida de produtos como parte de um modelo cíclico e de interação contínua com o meio ambiente é um fundamental para obtenção de vantagens competitivas, inovação, novos modelos de negócio, geração de valor e para a promoção de sustentabilidade. Neste sentido, este projeto objetiva desenvolver um modelo para economia circular em intercooperações agroindustriais que promova sustentabilidade, inovação e competitividade. Como procedimentos metodológicos para a construção do modelo da proposta, serão executadas quatro diferentes fases. A primeira consistirá em embasamento teórico sobre a temática de economia circular e inovação aplicadas ao agronegócio. Serão realizadas análises sistemáticas de literatura utilizando base de dados internacionais e artigos de alto impacto para a elaboração de um artigo científico de discussão teórica. A segunda etapa envolve a construção de diagnósticos de modelos de produção existentes em negócios agroindustriais que possuem ações de intercooperação para uma visão geral de processos produtivos utilizados para poder avançar à construção do modelo e recomendar alternativas e oportunidades ao setor. A terceira etapa metodológica envolve a construção do modelo. Serão identificadas oportunidades de circularidade nos sistemas produtivos, bem como a identificação de ferramentas e práticas que possam viabilizar e facilitar práticas de gestão para aumento de competitividade e sustentabilidade. Serão também elencadas as diretrizes, parâmetros e critérios que poderão fazer parte deste modelo de economia circular que servirá como guia de implantação de práticas em prol da economia circular. Por fim, a quarta e última etapa do projeto consiste na validação do modelo construído e ajustes finais. O conjunto de todas as etapas deste projeto pretende, portanto, fornecer como resultado um modelo de economia circular para guiar ações inter cooperativistas (em propriedades e atividades agroindustriais) no processo de identificação de oportunidades de aumento de competitividade, redução de desperdícios, geração de renda, inovação e sustentabilidade. Por fim, o projeto se desdobrou em quatro grandes metas entregues em formato de artigos científicos submetidos a periódicos de alto impacto e um relatório. As metas são: (a) Desenvolvimento teórico do tema com submissão de artigo internacional de discussões teóricas sobre estado da arte e tendências da economia circular e inovação em negócios agroindustriais, (b) Apresentação do panorama atual dos principais modelos de produção (lineares e circulares) utilizados em negócios agroindustriais com ações intercooperativistas em um artigo científico, (c) Construção e validação do modelo com apresentação do mesmo em artigo científico, e (d) Elaboração do relatório de prestação de contas do projeto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Cassiano Rech

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento de inversor fotovoltaico com integração de sistemas de armazenamento de energia
  • Com um número crescente de geradores baseados em fontes renováveis conectados de forma distribuída ao sistema elétrico, novos desafios surgem na sua operação. Entre os desafios, destaca-se que a geração baseada em fontes renováveis depende de variáveis naturais e, portanto, pode apresentar comportamento intermitente. Assim, para aumentar a previsibilidade do sistema e ainda permitir a prestação de serviços auxiliares, a integração de sistemas de armazenamento de energia à rede elétrica tem sido cada vez mais explorada. Nesse sentido, este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de uma topologia de conversor CC-CA (inversor) trifásico capaz de processar a energia produzida por um sistema fotovoltaico e, adicionalmente, permitir a integração de um sistema de armazenamento de energia independente em cada braço do conversor. Com isso, um inversor trifásico poderia receber a conexão de três sistemas de armazenamento de energia independentes, inclusive com tecnologias e características distintas. Essa configuração híbrida abre enormes possibilidades de projeto permitindo alcançar uma solução global que extraia as melhores características de cada tecnologia a um custo competitivo. Além disso, é possível obter uma solução final com menor número de dispositivos semicondutores de potência e elementos passivos, reduzindo o custo e aumentando a confiabilidade do sistema.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássio Cassal Brauner

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • indução artificial de lactação em novilhas leiteiras: endocrinologia, metabolismo e suas relações com a eficiência produtiva e econômica
  • A indução da lactação consiste em mimetizar os níveis hormonais do período final da gestação da vaca, fazendo com que esta produza leite sem que tenha gerado um bezerro. É uma técnica de grande potencial a ser explorada por produtores de leite, podendo incrementar a eficiência do sistema, impactando positivamente no total de leite produzido em cada unidade produtora, bem como influenciar positivamente na eficiência reprodutiva das fêmeas. O objetivo maior desta proposta é verificar a eficiência de um protocolo alternativo em comparação ao convencional como forma de induzir lactação e ambos em comparação a lactação após a gestação, além de comparar e avaliar a eficiência produtiva, endócrina e econômica deste protocolos. Para isto, será realizado um experimento em uma propriedade comercial de bovinos de leite, onde serão utilizados 30 novilhas da raça Holandês com idade média de 28 meses divididas em 3 grupos: Grupo Controle (10 novilhas gestantes acompanhadas desde os 21 dias pré-parto até os 150 dias pós-parto), Grupo Convencional (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo de indução da lactação convencional) e Grupo Alternativo (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo alternativo ao protocolo comercial de indução da lactação). Todos os animais passarão por coletas de sangue semanalmente durante os 21 pré-lactação até os 49 dias em lactação para mensuração dos níveis circulantes de estradiol (E2), progesterona (P4), cortisol e glicose, ácidos graxos não esterificados, beta-hidroxibutirato, além de enzimas hepáticas e proteínas de fase aguda. Além disso semanalmente será realizada uma coleta de leite a partir da primeira semana após o término do protocolo até os 150 dias de lactação. A partir da primeira semana de lactação (pós-parto Grupo Controle e pós início de lactação dos Grupos Convencional e Alternativo) serão realizadas avaliações ultrassonográficas uterinas e ovarianas semanais a partir da primeira semana após o término do protocolo até o momento que os animais entrarem no protocolo de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). Desta forma, busca-se com esta proposta ampliar o entendimento do comportamento metabólico e hormonal de vacas leiteiras durante os protocolos de indução de lactação, bem como com base nisso, a possiblidade de criação de um novo protocolo de indução artificial de lactação com menos manejos e menores doses de hormônios aplicados, sugerindo a possibilidade de criação e implantação desta ferramenta atualizada proporcionando potencializar a eficiência produtiva e econômica dos animais gerando um impacto positivo dentro dos sistemas de produção leiteira no Brasil.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassio da Nobrega Besarria

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • informalidade, desemprego e política fiscal: desenvolvendo um modelo dsge para a economia brasileira
  • Os efeitos dos choques de política fiscal (tributários ou gastos) sobre a atividade econômica e o setor informal apresentam efeitos controversos. Uma questão importante é tentar entender quais elementos podem explicar este comportamento. Esta pesquisa irá investigar a hipótese de que um ajuste fiscal, associado com a incorporação de um setor informal no modelo, pode estar por trás do comportamento da atividade econômica. Tendo como propósito principal o desenvolvimento de um modelo Dinâmico Estocástico de Equilíbrio Geral para investigar essas questões.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássio van den Berg

Ciências Biológicas

Botânica
  • estudos integrados em laeliinae (orchidaceae) 4: estudos filogenéticos e genéticos como base para estudos de biogeografia, delimitação específica e inferências para genética da conservação
  • O presente projeto é seguimento de outros três anteriores, que trabalharam questões da filogenia, genética de populações e filogeografia de linhagens dentro da subtribo Laeliinae (Orchidaceae). Esta subtribo de orquídeas é uma das principais no Neotrópico, e este projeto se apoia em prioridades geradas a partir dos resultados nos projetos anteriores. Assim, foram selecionados três subprojetos. No primeiro subprojeto, temos como objetivo produzir uma filogenia bem sustentada de Cattleya ser. Parviflorae usando dados genômicos de RAD-seq. Essa linhagem foi escolhida por apresentar baixa variabilidade em todos os estudos prévios que conseguiram esclarecer grande parte das outras linhagens dentro do gênero, e por ser de fundamental importância para estudos bioeográficos da flora de campos rupestres do leste do Brasil. O segundo subprojeto visa a esclarecer a taxonomia e delimitação de espécies dentro de dois complexos de espécies da mesma linhagem, que ocorrem nos campos rupestres de Minas Gerais e Bahia. Neste caso serão utilizadas ferramentas corriqueiras de genética de populações: dados de genotipagem de microssatélites e morfometria geométrica. Os dados podem ser utilizados para questões taxonômicas, evolutivas e de genética da conservação. O terceiro subprojeto tem como objetivo gerar uma filogenia do gênero Prosthechea para todo o Neotrópico. Esse gênero foi selecionado por ser o terceiro maior da subtribo (depois de Epidendrum e Encyclia, que já foram ou estão sendo estudados) e por ser útil para compreender a biogeografia de orquídeas de florestas úmidas do Neotrópico. Neste caso serão utilizados dados de sequenciamento Sanger, porém utilizando quatro regiões nucleares desenvolvidas no laboratório. O projeto contempla ainda formação de pessoal por dar suporte na execução de duas teses de doutorado (e outra a ser iniciada em 2019), e fomenta a cooperação internacional incluindo dois pesquisadores colaboradores na equipe.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassius Rossi de Aguiar

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • microrrede baseada em fontes renováveis de energia: uma proposta de controle e gerenciamento eletrônico da oferta e demanda de energia.
  • Projetos de pesquisa e desenvolvimento que investiguem estruturas que possibilitem a integração de fontes alternativas de energia estão sendo incentivados por órgãos como a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC com a intenção de promover soluções para os problemas atuais de fornecimento de energia no Brasil. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa tem como finalidade o desenvolvimento de uma plataforma experimental de uma microrrede, a qual permitirá a análise e controle de fontes alternativas e armazenadores de energia quando conectados à rede de distribuição. De forma geral, a plataforma experimental de uma microrrede permitirá estudar a oferta e demanda de energia, bem como a gestão da rede e a eficiência energética da microrrede. De forma específica, este projeto visa desenvolver uma estratégia de controle do fluxo de potência entre as fontes alternativas, armazenadores e rede de distribuição, de modo que os limites operativos tanto da microrrede quanto da rede de distribuição sejam respeitados. Por consequência, o diferencial desse projeto concentra-se em aperfeiçoar a operação da microrrede, buscando maximizar a vida útil de fontes alternativa e armazenadores, bem como maximizar a qualidade de energia e proteção da rede de distribuição, através de uma estratégia de controle que associe todos os conversores e inversores da microrrede. Além disso, outro diferencial reside no desenvolvimento e construção dos conversores empregados para processar a energia das fontes alternativas e armazenadores, o que contribuirá para o desenvolvimento de tecnologia nacional. A busca por soluções neste contexto, atualmente é o estado-da-arte nesse assunto. Desta forma, os resultados obtidos a partir da plataforma experimental serão utilizados para a análise de cenários, por exemplo, transitórios de carga, contingências do tipo ilhamento, afundamentos e elevações de tensão e variações de frequência, permitindo o desenvolvimento de uma plataforma que atenda às necessidades particulares encontradas na rede da distribuidora, fontes alternativas e armazenadores. Por fim, ao final da execução do projeto, é esperado que os resultados obtidos forneçam subsídios às concessionárias de energia elétrica, aos fabricantes e pesquisadores da área, como também, os procedimentos práticos a serem adotados para minimizar o custo da operação.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catarina Labouré Bemfica Toledo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • o ambiente geodinâmico do greenstone belt crixás, goiás: petrogênese das rochas vulcânicas e proveniência sedimentar.
  • Os greenstone belts são importantes registros da história evolutiva da Terra e resultaram de processos tectônicos complexos, com vários episódios de vulcanismo, metamorfismo e deformação, que culminaram na formação de extensas áreas cratônicas estáveis ao final do Arqueano. As investigações nestes terrenos antigos fornecem importantes informações a respeito da evolução da Terra primitiva, fundamentais para o entendimento do ambiente geodinâmico do planeta durante o arqueano-paleoproterozóico e para o estudo da gênese dos depósitos de ouro e metais base associados. Nesse sentido, as rochas metavulcânicas e metassedimentares do greenstone belt Crixás se tornam de grande interesse para o conhecimento acerca do ambiente tectônico, das condições de deposição e dos diferentes processos associados à geração de magmas durante o arqueano-paleproterozóico. O greenstone belt Crixás, localizado na porção norte do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico de Goiás, na porção centro-oeste da Faixa Brasília, é constituído uma unidade metavulcânica basal de provável idade arqueana, sobreposta por um pacote de rochas metassedimentares paleoproterozóicas. A proposta deste projeto é analisar o ambiente geodinâmico de formação do greenstone belt Crixás a partir do estudo da petrogênese das rochas vulcânicas e da proveniência sedimentar dessa sequência supracrustal. As assinaturas geoquímicas e isotópicas (U-Pb, Sm-Nd e Lu-Hf) das rochas metavulcânicas serão utilizadas para determinação das idades de vulcanismo, identificação das fontes mantélicas e das condições de geração dos magmas. O estudo de proveniência das rochas metassedimentares será realizado a partir dos dados geoquímicos e isotópicos (datação U-Pb em zircão detrítico e análises isotópicas Sm-Nd) e serão fundamentais na caracterização das áreas-fonte, entendimento do ambiente de deposição e das condições paleoclimáticas. A determinação das idades de sedimentação será realizada por meio da geocronologia Re-Os em filitos carbonosos que ocorrem ao longo da sequência metassedimentar. Por fim, as idades dos diferentes episódios de metamorfismo serão obtidas pelo método Ar–Ar nas rochas metavulcânicas. Pretende-se com este projeto de pesquisa contribuir para o entendimento dos processos tectônicos atuantes durante o Arqueano e para a caracterização dos diferentes períodos de acreção crustal juvenil que precederam a formação dos sistemas orogênicos envolvidos na formação do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico de Goiás. Além disso, os resultados deste trabalho contribuirão para o entendimento do posicionamento do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico no contexto de evolução da Faixa Brasília.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catarine Markus

Ciências Agrárias

Agronomia
  • identificação de genes associados à resistência de capim-arroz aos herbicidas inibidores da als
  • O arroz (Oryza sativa L.) é um dos alimentos mais importantes para a população mundial. No Brasil, a cultura do arroz possui grande destaque devido ao papel socioeconômico que apresenta. O capim-arroz (Echinochloa crus-galli) é uma das principais plantas daninhas da cultura do arroz irrigado no Brasil, podendo causar perdas de até 90% na produtividade. Nos últimos anos, os diversos casos de resistência a herbicidas têm dificultado o controle dessa espécie. A resistência a herbicidas em capim-arroz é um problema presente nas principais regiões produtoras de arroz, sendo que há relatos de biótipos resistentes a vários herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS), dentre eles destacam-se os herbicidas imazethapyr e penoxsulam. O mecanismo de resistência relatado para populações de capim-arroz resistentes aos inibidores de ALS, provindas da região sul do Brasil, pode envolver mutações no gene ALS e/ou incremento de metabolização por enzimas detoxificadoras. A resistência por incremento de metabolização é classificada em resistência não relacionada ao local de ação (N-RELA), que normalmente apresenta caráter complexo e pouco elucidado. Exemplo dessa complexidade é verificada em biótipos de capim-arroz resistentes ao herbicida penoxsulam, que apresentam reversão da resistência quando o herbicida é aplicado em pré-emergência. O recente sequenciamento do genoma do E. crus-galli abre possibilidades para o uso de diversas técnicas de biologia molecular, como o sequenciamento de RNA (RNAseq). Assim, os objetivos deste trabalho são identificar os genes envolvidos na resistência por incremento de metabolização de imazethapyr e penoxsulam em plantas de capim-arroz (Echinochloa crus-galli), e entender como ocorre o processo de regulação desses genes, para o embasamento de recomendações adequadas de manejo das plantas daninhas. Dessa forma o projeto contempla três estudos principais. Primeiramente, serão selecionadas populações de capim arroz resistentes ao herbicida imazethapyr e populações que apresentam resposta diferenciada ao herbicida penoxsulam quando ele é aplicado em pré-emergência das plantas. Após, será realizado um estudo para identificar controles alterativos de capim-arroz resistente aos herbicidas inibidores da ALS e verificar a eficácia de herbicidas aplicados de forma isolada ou em mistura para essas populações. Ainda, serão realizados experimentos que permitem avaliar o perfil do transcriptoma de populações de capim-arroz suscetíveis e resistentes aos herbicidas inibidores de ALS, de forma a identificar genes relacionados ao incremento de metabolização de imazethapyr e penoxsulam. Além disso, serão realizados estudos in silico, de forma a verificar se os genes candidatos apresentam importância para outras populações de E. crus-galli, por meio de informações disponíveis nos bancos de dados públicos. Por último, será verificado se processos epigenéticos podem estar envolvidos com a resistência a herbicidas em capim-arroz. Os resultados deste estudo permitirão compreender melhor a rede regulatória de genes envolvidos com a resistência N-RELA em capim-arroz, de forma a contribuir para o embasamento de recomendações adequadas de manejo das plantas daninhas, através de análises de populações de capim-arroz provindas do Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cátia de Azevedo Fronza

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • línguas de sinais e línguas orais: materiais didáticos para o ensino da língua portuguesa voltados à potencialidade dos estudantes surdos
  • Esta pesquisa vem da necessidade de compreender e de contribuir para o contexto de desenvolvimento linguístico de crianças surdas, em particular no que diz respeito ao aprendizado da leitura e da escrita no Ensino Fundamental. A partir de estudos desenvolvidos pelos grupos de pesquisa Aquisição e desenvolvimento da linguagem: relações entre fala e escrita e Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Educação de surdos, temos buscado conhecer e analisar o acesso à(s) língua(s) pelas crianças surdas nos anos iniciais do Ensino Fundamental, verificando em que medida a proposta escolar é condizente com a especificidade surda quanto ao ensino e ao aprendizado da Libras e da língua portuguesa, na modalidade escrita. Com base em nossas constatações do estudo “Educação bilíngue para surdos: Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais nos primeiros anos do ensino fundamental", Processo 407692 / 2013-4, Chamada 43/2013, que contou com a colaboração da professora Dra. Maria Cristina da Cunha Pereira Yoshioka (PUCSP), no que foi possível realizar durante Estágio Sênior, processo CAPES 2747-15-4, realizado por esta proponente, com supervisão da profa. Dra. Marjon Tammenga-Helmantel, da Universidade de Groningen, na Holanda, onde desenvolvemos a proposta de pesquisa “Por um ensino/aprendizado da língua escrita na educação bilíngue de surdos: articulações entre os contextos brasileiro e holandês”, nos estudos desenvolvidos pela professora Dra. Lodenir Karnopp, como, por exemplo, seu projeto de pesquisa “Produções Culturais Surdas no Contexto da Educação Bilíngue”, buscamos (re)pensar a proposta escolar vigente, com a participação dos profissionais envolvidos, para que esta possa promover, de fato, a aquisição, o desenvolvimento e o uso das línguas presentes em tal contexto. A parceria com tais pesquisadoras também possibilitou o encaminhamento do projeto “Línguas de sinais e línguas orais: desafios e potencialidades na escolarização de surdos”,que teve início em dezembro de 2017, contemplado pelo Edital 02/2017, Processo n. 17/2551-0000958-4, o qual também justifica esta solicitação. Diante dessas perspectivas, assumimos que a educação escolar bilíngue de surdos deve ter como alvo o ensino e o acesso à Libras, em contato com artefatos da cultura surda e com outros surdos, mesmo antes de ingressarem na escola. É preciso investir ainda mais na formação docente, nos materiais e recursos utilizados e elaborados, na imersão na língua de sinais antes da escolarização, tendo em vista, principalmente, os contextos singulares em que a educação de surdos vem se desenvolvendo. Com base nesses pressupostos, investigações voltadas à organização do currículo nas escolas de/para surdos, que nos levem a (re)pensar o status das línguas (Libras e língua portuguesa) e analisar o que é priorizado no ensino são cruciais. A organização do currículo, portanto, deve promover experiências que valorizem uma educação linguístico-cultural. Consequentemente, é preciso investir na produção de materiais didáticos bilíngues, constituindo comissões científica e técnica para subsidiar a produção, circulação e consumo de materiais didáticos e informativos, voltados à educação bilíngue de surdos, com a participação de profissionais surdos. Neste cenário, tendo em vista o fato de que há 20 anos os estudos que se voltam para a educação de surdos têm evidenciado dados desanimadores quanto ao aprendizado e ao uso da língua portuguesa, além da pouca valorização do potencial da Libras nesse contexto, no qual a escrita resulta de repetição, de memorização, e o ensino do português se volta a vocabulário que, muitas vezes, está desconectado da vida do surdo, não fazendo sentido no seu dia a dia, decidimos dar atenção ao que é produzido e planejado para essas aulas. Neste enfoque, nossa pesquisa será direcionada ao momento anterior à aula, ou seja, o de planejamento, quando o docente seleciona o material ou o recurso didático com o qual vai ensinar, tendo como foco a língua portuguesa, mas com a Libras tomada como essencial nesse processo. Assim, nosso objetivo principal, em parceria com professores/as de escolas de surdos do ensino fundamental, é o de selecionar, (re)avaliar e elaborar propostas (recursos e materiais didáticos) para o ensino de língua portuguesa na modalidade escrita, tendo em vista a perspectiva de educação bilíngue defendida nesta pesquisa e levando em consideração as especificidades do surdo e sua cultura surda, entre as quais está o uso da Libras como primeira língua, a língua por meio da qual o conhecimento de mundo e da língua portuguesa é adquirido. Para tanto, contaremos com a participação de professores na modalidade de grupos de estudo, para que, com eles, para eles e para seus alunos, possamos considerar o que está disponível e o que é utilizado para esse ensino, descartando o que não atende ao que se espera para o ensino de línguas, potencializando o que contribui e criando o que se considerará como necessário para a educação bilíngue na qual acreditamos. Após entrevistas com esses docentes, verificaremos suas percepções e concepções frente à temática da proposta da bilíngue, no que tange ao ensino e à aprendizagem, para, depois disso, darmos atenção aos usos e às escolhas que vêm sendo feitas para ensinar língua portuguesa. Com o apoio de documentos norteadores para esse ensino, como os PCN (BRASIL, 1998), Projetos Político-Pedagógicos e planos de ensino das respectivas escolas, entre outros, dados e resultados de pesquisadoras que têm se dedicado à educação de surdos e à cultura surda, comparativamente ao que pode ser verificado em documentos que orientem a educação de surdos, serão identificadas e/ou delineadas metas sobre o que ensinar, por que ensinar e como ensinar nessa perspectiva bilíngue. Com tais definições, serão retomados os materiais para verificar em que medida eles são coerentes e, caso contrário, outros serão elaborados a partir de critérios definidos pelo grupo para tal fim.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catia Piccolo Viero Devechi

Ciências Humanas

Educação
  • as ciências da educação na formação do docente dos anos iniciais: um estudo comparado entre brasil e itália
  • Diante das controvérsias sobre a definição, à finalidade e o formato das ciências da educação no Brasil e no exterior, o presente projeto propõe discutir o lugar dessas ciências nos cursos de formação de professores para os anos iniciais (cursos de pedagogia no Brasil), realçando a reflexão sobre a sua validade para o exercício docente com crianças na escola. Perguntamos: qual é o papel atual das ciências da educação na formação docente? Como e para que as ciências da educação tem sido apresentadas nos cursos de formação de professores para os anos iniciais? Como essas ciências tem se articulado com a prática educativa? Quais tem sido as posições em relação a importância ou não dessas ciências na formação docente? Propomos responder essas questões, investigando, por meio de um estudo comparado, as ciências da educação nos cursos de formação de professores para os anos iniciais no Brasil e na Itália. Por meio da abordagem hermenêutica reconstrutiva, buscaremos conhecer e compreender a organização e a finalidade das ciências da educação nos cursos de formação docente para os anos iniciais nos dois países. Para tanto, selecionamos cursos de duas universidades públicas de cada um dos países: no Brasil: Curso de Pedagogia da Universidade de Brasília – UnB e Curso de Pedagogia da Universidade de Santa Maria - UFSM; Na Itália: Curso de Ciências da Formação da Universidade de Pádua (Università degli Studi di Padova – UNIPD) e Curso de Ciências da Formação da Universidade de Florença Università degli Studi di Firenze, UNIFI). A ideia é contribuir com ponderações práticas e teóricas de diferentes realidades, refletindo sobre a relevância desses saberes para os cursos de Pedagogia no Brasil que estão orientados pelas diretrizes nacionais para formação do pedagogo (DCNP/2006), formando professores polivalentes para trabalhar com diferentes áreas do conhecimentos e, portanto, com distintas dimensões de necessidade e dificuldades.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cátia Regina Assis Almeida Leal

Ciências Humanas

Educação
  • transição agroecológica e produção orgânica nos municípios do território rural parque das emas –go.
  • A presente proposta se baseia em um trabalho de extensão popular e participativa, que realizar-se-á a partir da oferta e desenvolvimento de cursos com temáticas relacionadas à Agroecologia e à Produção Orgânica, que serão ofertados, periodicamente, em nove municípios que compõe o Território Rural Parque das Emas. Serão ofertados por profissionais de diferentes áreas do conhecimento bem como por agricultores com experiência na transição agroecológica. Serão nove cursos no total, um em cada município do referido território, de acordo com a demanda e interesse temático de cada um dos municípios que o compõe. Atingirá 300 agricultores familiares de forma direta e 1000 agricultores familiares, de forma indireta. Os primeiros serão atendidos diretamente durantes os cursos e suas vivências, os segundos, de forma indireta, já que a proposta dos cursos prevê que os diretamente atendidos nas ações se tornem referências na transição agroecológica para os demais agricultores da região que queiram experimentar a experimentar tal transição, ao fazerem isso assumirão a condição de multiplicadores desses saberes em suas comunidades de origem. Os cursos visam articular o aprendizado também entre a comunidade interna da Universidade Federal de Goiás (UFG) (docentes, discentes e técnicos administrativos) e a comunidade local e regional (agricultores familiares, gestores dos municípios, técnicos da Emater, e demais técnicos que atuam em extensão rural, dentre outros), no intuito de promover uma troca constante de saberes e constituir uma rede de diálogo que se torne permanente entre esses agentes. A metodologia de trabalho, tanto para a escolha dos cursos e os mediadores com competência técnica e sabedoria popular para ministrá-los, como a oferta, execução e avaliação serão conduzidos a partir dos princípios da metodologia participativa. Espera-se com o desenvolvimento deste projeto, contribuir com o aumento de produtores que realizem a transição para um modelo agroecológico, incluindo a produção de alimentos orgânicos com certificação, consequentemente diminuir o uso de agrotóxicos na região; aumentar a qualidade dos alimentos fornecidos à população, contribuindo para melhoria da saúde e bem-estar, gerando renda e contribuindo para manutenção e permanência desses agricultores no campo, especialmente jovens e mulheres, que possuem papel importante nesse cenário.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 01/02/2018-31/10/2020