Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Walderez Ornelas Dutra

Ciências Biológicas

Imunologia
  • linfócitos t cd4-cd8- como potenciais alvos imunoterapêuticos na doença de chagas: estudos pré-clínicos do bloqueio de ativação, single-cell transcriptome e caracterização in situ
  • Doenças cardíacas são a principal causa de morte no mundo. Nosso grupo tem estudado mecanismos imunológicos relacionados ao estabelecimento e progressão da cardiomiopatia decorrente da doença de Chagas (DCh), que está entre as doenças cardíacas mais debilitantes e mortais. Não há vacina para a DCh e nem formas eficazes de impedir o desenvolvimento da cardiomiopatia. Nossos estudos mostraram que as células T CD4-CD8- (duplo-negativas -DN) são as principais fontes de citocinas inflamatórias associadas `a cardiopatia chagásica. Financiados pela FAPEMIG, CNPq e NIH tivemos grande progresso mostrando que: (1) o bloqueio parcial in vitro da ativação de células T DN de pacientes cardiopatas, através da inibição da apresentação de antígeno via CD1d, muda seu perfil inflamatório para anti-inflamatório; (2) este bloqueio age especificamente na população T DN de memória efetora, revertendo seu perfil a um perfil protetor; (3) glicoconjugados são os componentes do parasito responsáveis pela ativação, podendo ser modelos para antagonistas; (4) a manipulação destas células não interfere com outras células imunes, permitindo-as, em tese, exercer suas funções no controle da infecção. Assim, identificamos, pela primeira vez, uma população celular como potencial alvo imunoterapêutico na DCh. Para estabelecer clinicamente esta estratégia, pretendemos aqui responder as seguintes perguntas: (1) o bloqueio de outras moléculas da família CD1 tem função melhor do que o bloqueio com anti-CD1d? (2) o bloqueio funciona em células de pacientes em etapas iniciais da DCh, podendo evitar o estabelecimento sua forma grave? (3) o bloqueio altera o controle parasitário? (4) estas células estão presentes no infiltrado inflamatório cardíaco? Com um grupo de cientistas internacionais de experiência complementar, realizaremos ensaios pré-clínicos humanos, visando o desenvolvimento de intervenções imunológicas e a identificação de biomarcadores de progressão da doença para subsidiar seu futuro uso.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Waldir Ferreira de Abreu

Ciências Humanas

Educação
  • formação de professores/as na tríplice fronteira amazônica brasil-peru-colômbia: decolonialidade, interculturalidade crítica e ação participativa
  • Este projeto que recebe o título FORMAÇÃO DE PROFESSORES/AS NA TRÍPLICE FRONTEIRA AMAZÔNICA BRASIL-PERU-COLÔMBIA: decolonialidade, interculturalidade crítica e ação participativa, é fruto de inquietações que foram suscitadas das reflexões advindas da relação direta e de conversação de professores/as vinculados/as a universidades de América Latina: UFPA, UFAM, UFAP, UNSA(ARG), com o objetivo de “Analisar a formação de professores/as na tríplice fronteira amazônica Brasil-Peru-Colômbia, tendo como referêncial a decolonialidade e interculturalidade crítica, e como formação tem contribuído no processo de ensino apredizagem das crianças das escolas públicas dos municípios Brasileiro, Peruano e Colombiano da trípice fronteira” Pensar as Amazônias nos remete a múltiplos significados pela realidade sociocultural e territorial que abrange. Significados esses que precisam ser compreendidos pelos próprios amazônidas, como sujeitos que podem mudar o pensamento colonial, preconceituoso, criado pelos exploradores deste território, que o percebem como matéria prima infinita para a exploração do capital. Um território tradicional, ocupado por sujeitos que têm sua identidade e modos de vida próprios com estreita relação com a fauna e a flora e que possuem conhecimentos tecidos historicamente no enredo da oralidade e experiências no cotidiano de gerações. Apesar da ideia romantizada estar impregnada no imaginário social, entendemos que as Amazônias são muito mais que uma extensão geográfica, são lugares, territórios onde os sujeitos são possuidores de um modo singular e diverso de viver e se relacionar, e sua própria forma de produzir conhecimentos que divergem da forma hegemônica e aceita cientificamente. (PORTO GONÇALVES, 2005)
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wallace Alves Barroso

Outra

Multidisciplinar
  • popularizando a ciência
  • A popularizar as práticas cientificas, a escola também é um espaço de extrema importância para realizar pesquisas. Então, o presente projeto o qual estamos submetendo ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico – CNPq traz como proposta a instigação dos nossos alunos a fazer uma amostra cientifica daquilo que é realizado no dia a dia da comunidade, onde eles estão inseridos. O presente trabalho busca desenvolver ciência a partir de saberes tradicionais que envolve a comunidade o qual a escola está inserida. Práticas comuns também é ciência quando se torna objeto de análise. Nesse viés, faremos um levantamento dentro da nossa comunidade de práticas e saberes trazidos pelo povo, que podem ser objetos de conhecimento. Desta forma teremos como principal metodologia, a realização de oficinas pelos professores membros desse projeto, assim também como nossos alunos. Desta forma será coletado dados ao longo da realização das oficinas, e junto aos nossos alunos será analisado e a partir disto feitos resumos para apresentação no dia 10 a 14 de outubro.
  • Prefeitura Municipal de Tangará - RN - Brasil
  • 24/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Walter Collischonn

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • hidrologia continental da américa do sul no antropoceno
  • As intervenções humanas no sistema terrestre já levam alguns cientistas a denominar o período atual de Antropoceno. No que se refere à água, a humanidade está modificando severamente o ciclo hidrológico, com alterações no fluxo de vapor da superfície para a atmosfera, e no armazenamento de água em reservatórios e aquíferos e por alterações no ciclo dos sedimentos e na qualidade da água. As interações econômicas e as obras de infraestrutura atingem escalas espaciais cada vez maiores, em que são necessários estudos e ferramentas adequados para a análise e resolução de problemas. Com relação às mudanças climáticas, a maioria das análises de possíveis impactos sobre os recursos hídricos no Brasil enfatiza regiões relativamente pequenas, e foca em resultados como a disponibilidade média da água. Na presente proposta pretende-se analisar os impactos das mudanças climáticas sobre os recursos hídricos de toda a área continental da América do Sul. Ao mesmo tempo serão realizadas análises de disponibilidade de água média e de situações críticas, associadas aos eventos extremos de secas e cheias. Os resultados serão avaliados em termos de vazão, como ocorre em muitos estudos, e em termos de evapotranspiração potencial, evapotranspiração real, armazenamento de água em aquíferos e balanço hídrico do solo. A metodologia será baseada na aplicação do modelo hidrológico MGB em toda a área continental. Inicialmente será investigada a capacidade deste modelo em representar as modificações da vazão e de outras variáveis (armazenamento de água, evapotranspiração) durante períodos anomalamente úmidos ou secos, como os últimos anos na região Sudeste e na região Centro-Oeste. Caso necessário, a estrutura do modelo será aprimorada. As possíveis respostas da sociedade, na forma de alteração da quantidade, da localização, e do timing do uso da água para irrigação, e na alteração da infraestrutura hídrica, também serão investigadas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Walter da Cruz Freitas Júnior

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • superfícies refletoras aéreas inteligentes em sistemas cell-free mimo massivo para comunicação em alta velocidade
  • Superfícies refletoras inteligentes (IRSs) são consideradas uma das principais tecnologias em comunicação móvel de sexta geração (6G). As IRSs são compostas por um controlador inteligente e uma matriz refletora. O controlador inteligente é conectado ao transmissor para controlar a matriz refletora. Esta matriz é composta de vários elementos de baixo custo, cada um dos quais é uma estrutura de sub-comprimentos de onda que podem controlar independentemente a fase do sinal refletido. Em um sistema MIMO massivo sem célula (cell-free), vários pontos de acesso (APs) distribuídos atendem simultaneamente vários usuários na área de cobertura sob o controle de uma unidade central de processamento (CPU). Especificamente, a CPU controla todos os APs para servir conjuntamente os usuários programando os recursos para alcançar uma transmissão coerente. Desta forma, elimina-se o limite de célula e mitiga-se a interferência intercelular e o limite de capacidade em redes celulares. Comunicações sem fio em alta mobilidade, levam a uma diminuição do tempo de coerência e causam um alto desvio Doppler, o que leva à interferência em modulações multiportadoras. Motivado por essas razões, este projeto estuda um cenário cell-free MIMO massivo, em que vários APs atendem simultaneamente um usuário móvel de alta velocidade através de IRSs aérea (AIRSs). Para superar a influência do efeito Doppler e reduzir a potência de transmissão total dos APs, esse projeto propõe IRS aéreas para compensação do desvio Doppler, assim como uma estratégia de transmissão otimizada. O uso de IRSs aéreas para realizar a compensação do desvio Doppler (em vez de usar APs) diminui a complexidade de formatação dos feixes nos APs. A otimização conjunta do vetor de compensação das IRS aéreas, vetor de formatação de feixe e alocação de potência de cada AP, minimiza a potência de transmissão total (ou outro objetivo de otimização de interesse), e assim satisfaz os requisitos de eficiência energética esperados para o 6G.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Walter Orlando Beys da Silva

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • análise secretômica de metarhizium anisopliae relacionada ao biocontrole do carrapato bovino rhipicephalus microplus
  • O fungo Metarhizium anisopliae é um dos agentes de controle biológico mais aplicado em todo o mundo, apresentando uma ampla variedade de hospedeiros, incluindo pragas com impacto na saúde pública, agricultura e pecuária, tais como o carrapato bovino, Rhipicephalus microplus, um dos ectoparasitas de maior impacto econômico no mundo. Devido ao uso intenso de acaricidas químicos, já existem muitas cepas de carrapato circulantes com resistência a múltiplos acaricidas comerciais, tornando o biocontrole uma necessidade imediata. Porém, para consolidação do controle biológico do carrapato como prática comercial, estudos visando um melhor entendimento do processo de infecção do hospedeiro são necessários. A importância destes estudos está relacionada ao fato de que, durante o processo de infecção, diversas proteínas são expressas, mediando a eficiência do biocontrole. Frente a isso, o presente projeto baseia-se na identificação e caracterização de componentes moleculares envolvidos na infecção do carrapato bovino, incluindo proteínas diferencialmente expressas entre isolados de baixa e alta virulência. A elucidação dos aspectos moleculares desta relação patógeno-hospedeiro é fundamental para a otimização do biocontrole, possibilitando o futuro desenvolvimento racional de formulações, além da busca orientada de isolados mais virulentos e específicos para o controle do carrapato bovino.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Walter Teixeira Lima Junior

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • jornalismo hiperlocal via aplicativo lupanh 2.0
  • Por intermédio de tecnologias digitais conectadas, o projeto experimental visa à elaboração de arcabouço teórico interdisciplinar na área de Jornalismo Hipelocal e a criação, desenvolvimento e utilização de aplicativo para telefones celulares, estabelecendo a configuração de ambiente comunicacional (conversação) e de deliberação comunitária, objetivando à formação de inteligência social hiperlocal. O objetivo principal é o estabelecimento de esfera pública interconectada, composta pela “coesão coletiva”, pois não há, pela mídia tradicional, a visibilização da falta de infraestrutura básica que abarca espaço geográfico do bairro de Novo Horizonte (Macapá/AP). Isso deve-se ao enfraquecimento da mídia regional, em função do enxugamento das redações e a não cobertura do fato no local do acontecimento. Assim, o surgimento de um sistema de mídia híbrido, teorizado como Ecologia das Mídias, possibilita a emergência de novas formas de produzir e consumir informação de relevância social, produzidas por atores sociais locais. Para a configuração de ambiente participativo, serão fornecidas condições de visibilidade à comunidade e a tomada de decisões de forma colaborativa, possibilitando o envolvimento cívico, a coprodução e o compartilhamento de informações. Para isso, será utilizada as redes sociais e a partir de informações coletadas, via aplicativo de coleta de dados hiperlocal (Lupa NH 2.0), publicizar os graves problemas de infraestrutura, como a falta de serviços nas áreas de água potável; coleta e tratamento de esgoto; iluminação pública; calçadas; asfalto; limpeza urbana. Para elaboração de conteúdos coletados pelos estudantes da Escola Estadual Raimunda dos Passos Santos, serão ministradas oficinas para os alunos sobre Fundamentos do Jornalismo; Redação Jornalística; Fotojornalismo; Radiojornalismo; Telejornalismo; Convergência Midiática, ministradas por estudantes do curso de Jornalismo. O aplicativo LupaNH será disponibilizado no GiTHub (licença open source).
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wanda Maria Junqueira de Aguiar

Ciências Humanas

Educação
  • pesquisa-trans-formação e a categoria dimensão subjetiva como recursos teórico-metodológicos para apreensão e transformação da realidade educacional.
  • O que justifica a importância deste trabalho é a postura pedagógica e política de que todo ato educacional deve sempre ser mediado pelo lastro do compromisso social com a transformação da realidade. Essa intencionalidade é potencializada na parceria entre dois grupos de pesquisa que se propõem a realizar as ações aqui desenhadas: o Grupo Atividade Docente e Subjetividade da PUC-SP e o Educação: desenvolvimento profissional, diversidades e metodologias da UNITAU. O Posicionamento Ativista Transformador, a Psicologia Sócio-Histórica e a Pedagogia Histórico-Crítica possibilitam a compreensão da realidade como dialética e historicamente constituída. Partindo desse referencial, apresentamos a questão central desta pesquisa: a utilização da categoria Dimensão Subjetiva permite maior visibilidade aos aspectos de natureza subjetiva, constituídos pelos sujeitos, individual e coletivamente, na dinâmica da sociedade? Como se dá este processo? A compreensão desta dimensão subjetiva constitutiva da realidade objetiva, poderá criar melhores condições de apreensão da realidade em tela e, assim, da produção de formas mais adequadas para transformá-la? Utilizamos os recursos teórico-metodológicos propostos pela Pesquisa-Trans-Formação para orientar e fundamentar nossa pesquisa, para tanto são planejados dois momentos: 1) constituição de situações de formação, em um processo colaborativo e crítico, por meio da organização de grupos de reflexão sobre temas considerados relevantes pelos educadores, 2) análise e interpretação das informações produzidas nos grupos por meio do procedimento Núcleos de Significação. Pretendemos, portanto, contribuir para o aprofundamento teórico da categoria Dimensão Subjetiva e da proposta de Pesquisa-Trans-Formação, envolvendo os pesquisadores e instituições participantes em redes colaborativas para implementar novas propostas na interface ensino, pesquisa e extensão no campo educacional brasileiro.
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - SP - Brasil
  • 29/09/2022-30/09/2025
Foto de perfil

Wanderleia Quinhoneiro Blasca

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • interfaces digitais na saúde auditiva do idoso – um projeto multicentrico entre brasil e canadá
  • O Brasil está passando por uma transição demográfica caracterizada pelo aumento da população idosa. Nesse contexto, o sistema de saúde brasileiro precisa estar preparado para atender essa nova população. O envelhecimento é um processo progressivo, degenerativo e inevitável, compreendendo uma série de mudanças fisiológicas. A perda auditiva é uma dessas mudanças que, por vezes, gera dificuldades na comunicação do idoso, resultando no seu isolamento social. O Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) torna-se um importante auxiliar para a ressocialização dos idosos. Para tanto, se faz necessário um trabalho efetivo de orientação e aconselhamento, além do envolvimento do paciente e sua família em todo o processo. Sendo assim, foi realizada uma revisão sistemática de literatura para melhor compreensão dos motivos que levam a população idosa com perda auditiva a não aderirem ao tratamento. Os resultados demonstraram: a dificuldade de uso e manuseio, a falta de orientação adequada por parte dos profissionais, e a falta de uma rede de apoio, constituída pela família, amigos e cuidadores. Desta forma, esse projeto tem como objetivo criar uma interface digital, para dispositivos móveis, com um programa de treinamento para orientação e aconselhamento sobre o processo de reabilitação auditiva do idoso e analisar sua efetividade na qualidade de vida do indivíduo. O projeto será realizado em parceria com o Laboratório de Audição e Envelhecimento do Centro de Pesquisa do Instituto Universitário de Geriatria de Montreal - Centre de Recherche de l'institute universitaire de gériatrie de Montréal – CRIUGM (Canadá), abarcando a experiência desses centros de pesquisa na área do envelhecimento. O trabalho contemplará as etapas de criação da interface digital; a etapa de avaliação, primeiramente sendo realizada por pares e, posteriormente, pelos indivíduos idosos com deficiência auditiva e parceiros de comunicação, como também, desenvolvimento e avaliação na língua inglesa.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Wanderley de Souza

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • biologia celular de protozoãrios patogënicos
  • Neste projeto um grupo de pesquisadores (10 doutores com vínculo, 11 doutores bolsistas, 5 doutorandos, 4 mestrados, e 10 estagiários de IC) pertencentes a 3 instituições localizadas no estado do Rio de Janeiro, que têm atuado na área da biologia celular de protozoários patogênicos (T. cruzi, Leishmania amazonenses, T. gondii, Plasmodium sp., G. intestinalis, T. vaginalis e T. foetus) usando modernas técnicas microscópicas para o estudo da organização estrutural desses protozoários. Esta proposta se propõe a utilizar técnicas bioquímicas e moleculares (eletroforese uni e bidimensional, proteômica e localização de proteínas por métodos imunocitoquímicos), associadas a técnicas microscópicas, que permitem analisar o papel estrutural e funcional de proteínas específicas em aspectos tais como (a) a biogênese e a manutenção de determinadas estruturas que constituem o citoesqueleto dos protozoários, (b) a associação entre proteínas para a organização de estruturas mais complexas, e (c) o papel funcional de cada proteína. Também utilizaremos técnicas que permitem interferir na síntese de proteínas pré-selecionadas, usando RNA de interferência (RNAi) e CRISPR-Cas9. As proteínas-alvo serão localizadas seja por métodos imunocitoquímicos de alta resolução ou por etiqueta proteica. As consequências do bloqueio da síntese de determinadas proteínas na organização estrutural do patógeno e as alterações funcionais advindas, incluindo a capacidade do protozoário interagir com células do hospedeiro, serão analisadas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 26/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wanderley Rodrigues Bastos

Outra

Ciências Ambientais
  • projetando os impactos dos eventos climáticos e mudanças no uso e ocupação do solo na (re) mobilização de poluentes e produtos de combustão em ecossistemas aquáticos da amazônia ocidental
  • O clima sempre foi dinâmico ao longo da história geológica da Terra, no entanto as modificações do clima promovida pelo homem vem resultando em efeitos complexos nos compartimentos biogeoquímicos dos diversos ecossistemas da Terra. Os efeitos sinérgicos das atividades antrópicas e naturais afetam os processos de mobilização, transporte e acúmulo de diversos poluentes com consequências ecológicas para os ecossistemas aquáticos para além dos limites da bacia hidrográfica. Neste contexto, a presente proposta busca estudar as principais bacias hidrográficas do estado de Rondônia para compreender a dinâmica dos elementos-traço, nutrientes, resíduos incompletos de combustão e microplástico, a partir da reconstrução de ambientes deposicionais de lagos (geocronologia). Os sedimentos dos lagos atuam como integradores do ambiente aquático podendo, portanto, responder às variações ambientais e climáticas. Os dados da geocronologia serão associados com as emissões de carbono pirogênico como indicador do processo de uso e ocupação dos solos a partir do desmatamento seguido da queima da vegetação. Assim, entre os resultados esperados destacam-se o estabelecimento dos processos antrópicos e dinâmicas naturais que contribuem para histórico da poluição ambiental no Antropoceno a partir de estudos geocronológicos e indicadores moleculares; identificação das contribuições relativas de queima de biomassa e de combustíveis fósseis; avaliação do acúmulo de resíduos de combustão (carbono pirogênico) em ambientes aquáticos será usado como um proxy para avaliar a exposição da população à presença de tais partículas na atmosfera, cuja inalação reconhecidamente pode causar danos respiratórios e cardiovasculares em humanos. Pretende-se ainda, pela interação dos pesquisadores da UNIR com os pesquisadores do projeto de outras instituições, fortalecer a pesquisa e a pós-graduação nesta Instituição, e formar recursos humanos especializados bastante carente na região.
  • Universidade Federal de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wanderli Pedro Tadei

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • potencial químico e biológico de bacillus spp., isolados de diferentes ecossistemas da amazônia brasileira: bioprospecção para produção de moléculas de bioativas
  • A Amazônia brasileira possui a maior bacia de água doce do mundo e também a maior floresta tropical, sendo considerado o maior reservatório de biodiversidade do planeta, incluindo organismos superiores e microrganismos. Apesar de vários estudos nestas últimas décadas a respeito da microbiota local, pouco se conhece sobre sua biodiversidade microbiana, funções ecológicas e sua própria extinção. O gênero Bacillus é representado por bactérias onipresentes em diferentes ambientes como solos, plantas, águas e vivendo como simbiontes em insetos. Este gênero, nestas últimas décadas tem chamado bastante atenção, devido ao uso em diversos processos biotecnológicos, farmacêuticos, industriais, como por exemplo, no controle biológico de diversas ordens de insetos (Diptera, Coleoptera e Lepidoptera) vetores de doenças e pragas agrícolas. Outra aplicabilidade está relacionada ao controle agrícola de bactérias, fungos e nematoides patogênicos às plantas e, também, na biorremediação de ambientes contaminados. Além disso, na produção de diversas classes de antibióticos ativos contra cepas patogênicas de importância médica. Estas bactérias secretam e excretam diversas moléculas como proteínas inseticidas, enzimas hidrolíticas, peptídeos não ribossomais e outros metabolitos secundários com funções específicas contra agentes vetores de patógenos. Dada à alta aplicabilidade deste grupo de bactérias, tornam-se necessários estudos sobre o conhecimento da diversidade, relações ecológicas e filogenéticas, ainda pouco conhecidas ou não estudadas. Considerando a diversidade microbiana da Amazônia, são escassos os estudos sobre a diversidade de Bacillus spp., isolados de ambientes tropicais, principalmente relacionado aos diferentes nichos ecológicos da Amazônia como mata de terra firme, várzea e igapó. Estudos e pesquisas sobre os perfis genômicos, proteômicos e metabólicos de linhagens de Bacillus spp., demonstraram que estas bactérias possuem um grande potencial para produzir uma variedade de metabolitos bioativos de interesse biotecnológico. Com o avanço das ciências aliadas às novas ferramentas moleculares é possível identificar de forma correta os microrganismos e conhecer seu potencial químico e genético. Estudos de genômica associados com o perfil dos metabolitos das bactérias trouxeram grandes impactos para estudos de taxonomia e identificação de moléculas inéditas. Portanto, conhecer a diversidade de bactérias, do gênero Bacillus, isoladas dos ecossistemas de mata de terra firme, várzea e igapó, analisando os seguintes conteúdos moleculares: genômico, proteômico e metabolômico são os principais objetivos deste projeto, de caráter inovador, assim como tentar detectar novas moléculas com potencial biológico para o controle de vetores de doenças tropicais e moléculas com atividades antimicrobianas.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 01/03/2022-28/02/2023
Foto de perfil

Wanderson Romão

Outra

Divulgação Científica
  • vi jornada de integração do ifes e 19ª semana nacional de ciência e tecnologia
  • O Ifes, democraticamente vem buscando realizar a Jornada de integração e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em diferentes municípios do estado, notadamente as cidades do interior do estado, mostrando um importante diferencial dos eventos no ES, o qual se alinha à própria missão do Ifes de fomentar o desenvolvimento e promover o conhecimento científico e tecnológico em municípios, não só da grande Vitória, mas também em regiões mais distantes dos grandes centros. Diferentemente dos anos interiores, nesta proposta, a Jornada de Integração/SNCT de 2022 irá ser sediada em três municípios diferentes durante os dias de 03 a 11 de novembro de 2022, sendo divididas pelas regiões de Grande Vitória, regiões Norte e Sul do estado do Espírito Santo. Ela irá se iniciar no dia 03 de novembro de 2022, no Ifes de Cariacica, continuando no dia 07/08 de novembro no Ifes de Piúma e terminando nos dias 10/11 de novembro no Ifes de Nova Venécia. A realização do evento irá promover a divulgação do tema da 19ª SNCT titulada em “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. Para potencializar a difusão da ciência e tecnologia e o intercâmbio de informações teremos a participação ativa e Colaborativa da Universidade Federal do Espírito Santo, Prefeituras Municipais de Piúma e Cariacica, e a empresa A ECO ENERGIA LTDA ME, e também de várias escolas públicas do ensino médio e fundamental, principalmente dos municípios de Nova Venécia, Piúma e Cariacica, e cidades vizinhas. Espera-se com essa iniciativa gerar o encantamento desses alunos pela pesquisa científica, bem como proporcionar a eles a informação do quanto de ciência é realizada em nosso Estado, a nível Nacional, bem próximos a eles, e gerar uma percepção de que, num futuro próximo, eles é que poderão estar ali apresentando os resultados de suas pesquisas, bem como, fazê-los entender a perfeita integração existente entre pesquisa, ensino e extensão e inovação tecnológica.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 14/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Wandson do Nascimento Silva

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • a ciência aliada ao progresso da sociedade
  • A Escola Estadual da Policia Militar Tiradentes acreditando que a pesquisa cientifica é uma prática pedagógica que permite a construção de conhecimentos para compreendermos o mundo que vivemos, bem como, desenvolver ações que interfiram positivamente para o progresso da humanidade e instiguem os seus discentes a ser protagonista do conhecimento tem como objetivo desenvolver projetos de pesquisa para a sua I mostra cientifica: “A ciência no progresso sociedade” que será parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT 2022.O projeto de pesquisa “A ciência aliada no progresso da sociedade” justifica-se pelo fato de vivermos em uma sociedade cada vez mais tecnológica, sendo assim, as práticas pedagógicas desenvolvidas pelo ensino básico devem acompanhar essa evolução. Desta forma apresenta como objetivo central avaliar o uso de inoculantes biológicos formulados com a bactéria Bradyrhizobium japonicum no desenvolvimento vegetal do feijão e conhecer o potencial do bioinsumo formulando com a B. japonicum na perspectiva de melhoramento produtivo inserido na agricultura familiar no município de Tangará da Serra - MT. As analises serão realizadas com parceria com o Laboratório de Microbiologia, no Centro de Pesquisas, Estudos e Desenvolvimento Agroambientais da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), Campus Universitário Professor Eugênio Carlos Stieler em Tangará da Serra. As bactérias serão fornecidas também pelo laboratório da UNEMAT. Para execução do experimento iremos utilizar três tipos de tratamentos, onde cada tratamento terá repetições de três amostras, contendo cinco sementes em cada amostra do tratamento, totalizando a quantidade de 9 amostras dos três tratamentos, e 45 sementes para as repetições dos tratamentos.
  • Secretaria de Estado de Educação do Estado do Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Wanessa Algarte Ramsdorf

Outra

Ciências Ambientais
  • avaliação ecotoxicológica de nanopertículas de zno dopadas com terras raras
  • O avanço da nanotecnologia desencadeou a produção de diversos materiais em nanoescala, dentre eles as nanopartículas de óxido de zinco (NPs ZnO), com aplicações biomédicas e utilizadas em produtos de higiene e protetores solares, e como agentes antimicrobianos e antifúngicos. Devido às suas propriedades óticas, elétricas e físico-químicas, são uma opção confiável para bioimagem, biossensores e células solares. A dopagem das NPs ZnO é empregada a fim de otimizar sua aplicação, e as terras raras apresentam grande potencial devido às suas propriedades luminescentes e por melhorarem as propriedades de condução do material da matriz. No entanto, além de muitas vantagens, esses nanomateriais apresentam muitos desafios. Por serem considerados materiais inteiramente novos, sua influência no organismo humano e no ambiente ainda é pouco conhecida. Estudos ecotoxicológicos são ferramentas cujos resultados permitem auxiliar nas políticas públicas, possibilitando análises de impactos ambientais acerca de novos produtos e auxiliando na preservação dos recursos naturais. Dessa forma, o objetivo deste estudo é avaliar a toxicidade das NPs ZnO sem dopagem e dopadas com as terras raras Cério (Ce) e Érbio (Er), em diferentes modelos biológicos (Allium cepa, Daphnia magna, Rhamdia quelen e em cultivo celular - RTG2), além de investigar o possível efeito biocida (antimicrobiano e antifúngico) das NPs ZnO. Tendo em vista a necessidade de uma produção ambientalmente segura destas NPs, os modelos biológicos e a análise de diferentes biomarcadores (genéticos e bioquímicos e morfológicos) serão utilizados para avaliar os impactos potenciais destes produtos nos compartimentos ambientais. Através dos estudos ecotoxicológicos laboratoriais poderemos inferir se estas NPs liberadas no mercado e ao ambiente, poderão ou não provocar possíveis danos aos ecossistemas.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Wânia dos Santos Neves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • bicentenário da independência: os avanços científicos e tecnológicos da pesquisa agropecuária no brasil nos últimos 200 anos
  • As atividades propostas neste projeto serão desenvolvidas durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2022, no mês de outubro, e no período de doze meses a partir do início de vigência do projeto. Este projeto tem como objetivo principal a divulgação dos avanços científicos e tecnológicos nas diferentes áreas da pesquisa agropecuária no Brasil, desde sua independência, a alunos dos ensinos fundamental, médio, técnico e superior, a produtores rurais, a grupos atendidos por instituições de apoio social, a moradores de comunidades rurais, a membros de associações, a agricultores familiares e a população de uma maneira geral. Para isso a Epamig Sudeste, localizada no município de Viçosa (MG), junto aos demais parceiros constituintes da equipe do projeto, realizarão diversas atividades na área do conhecimento científico para público de pelo cinco municípios, localizados na região Centro-Oeste e Vale das Vertentes no Estado de Minas Gerais. Dentre as atividades previstas estão: Epamig de portas abertas; Epamig nas escolas, seminários; visitas técnicas a campo, cursos, palestras, práticas laboratoriais e a ciência interativa com apresentação de vídeos técnico-científicos em escolas públicas do ensino fundamental. Em tais atividades serão abordados os avanços científicos e tecnológicos em áreas tais como: manejo de pragas e de doenças de plantas com ênfase no controle biológico e agroecologia; os avanços e a importância do melhoramento genético para a agricultura, como forma de redução no uso de agrotóxicos e aumento da produtividade das culturas; práticas agroecológicas, tendo como foco uma forma de agricultura menos poluente e com preservação da biodiversidade e seus ecossistemas; o uso da inteligência artificial em diversas áreas das ciências agrárias; o manejo da irrigação e a utilização de máquinas agrícolas. Em algumas atividades serão distribuídos materiais informativos, como apostilas e circulares técnicas, sobre o tema abordado.
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 21/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Wânia dos Santos Neves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • popularização de tecnologias para uma produção agrícola sustentável como forma de promover o desenvolvimento rural, a segurança alimentar e a melhoria da qualidade de vida da população.
  • As atividades propostas neste projeto serão desenvolvidas durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2021, no mês de outubro, e no período de doze meses a partir do início de vigência do projeto. Este projeto tem como objetivo principal a divulgação da ciência e de tecnologias a alunos dos ensinos fundamental, médio, técnico e superior, a produtores rurais, a grupos atendidos por instituições de apoio social, a moradores de comunidades rurais, a membros de associações, a agricultores familiares e a população de uma maneira geral. Para isso a Epamig Sudeste e a Epamig Norte, junto com demais parceiros constituintes da equipe do projeto, realizarão diversas atividades na área do conhecimento científico para público de pelo oito municípios, localizados na região Norte de Minas e Vale das Vertentes no Estado de Minas Gerais. Dentre as atividades previstas estão: Epamig de portas abertas; Epamig nas escolas, seminário “Tecnologias pra uma Agricultura Sustentável”; atendimentos a crianças e ao público geral de feiras e exposições com a participação da Epamig em tais eventos; visitas técnicas a campo, cursos, palestras, práticas laboratoriais e a ciência interativa com apresentação de vídeos técnico-científicos em escolas públicas do ensino fundamental. Em tais atividades serão abordados o controle biológico de pragas e doenças; a importância do melhoramento genético para a agricultura, como forma de redução no uso de agrotóxicos; práticas agroecológicas, tendo como foco a biodiversidade e seus ecossistemas; a produção agrícola sustentável e a preservação do meio ambiente. Em algumas atividades serão distribuídos materiais informativos, como apostilas e circulares técnicas, sobre o tema abordado. Todas essas atividades têm como objetivo despertar no público o interesse pelos diversos ramos das ciências tendo como tema base a sustentabilidade. Além disso, o projeto visa divulgar para a população trabalhos científicos e tecnologias geradas nas duas regiões de abrangência. A realização das atividades propostas visa causar uma proximidade entre pesquisadores, alunos, professores, técnicos, produtores rurais e a população, estabelecendo contato, promovendo debates e fazendo questionamentos. Dessa forma é que conseguiremos fazer com fique claro a importância da ciência no cotidiano de cada um e levar ao conhecimento do público informações técnico-científicas importantes sobre a sustentabilidade como forma de garantir a segurança alimentar, a melhoria do meio ambiente e qualidade de vida de produtores rurais e da população em geral.
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 06/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Warley Marcos Nascimento

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • iii horta & escola: feira de ciência e tecnologia da embrapa hortaliças
  • Nos últimos anos, a escola vem sendo questionada acerca do seu papel na sociedade, a qual vem exigindo um novo tipo de profissional, mais flexível e polivalente, capaz de pensar e aprender constantemente. A escola deve também saber trabalhar, nos jovens, o desenvolvimento de uma consciência científica indagativa, uma vez que a Ciência e a Tecnologia têm tido intensa interferência na sociedade atual. Dessa forma, emerge a necessidade de uma maior difusão de conceitos científicos, para que todos possam ter uma postura crítica diante do que a ciência e tecnologia apresentam à sociedade, permitindo a promoção da cultura científica entre os cidadãos, tornando-os capazes de participar ativamente de uma sociedade democrática. O projeto tem como objetivo geral a popularização da ciência como agente de redução de desigualdades, buscando reduzir a distância entre o conhecimento produzido pela ciência e sua aplicação para melhoria da qualidade de vida, contribuindo para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do País. Busca despertar nos alunos, dos ensinos fundamental, médio e técnico, o interesse pela área científica e tecnológica, contribuindo para estimular o pensamento crítico e o desenvolvimento social e humano do País. A proposta se justifica por oportunizar a popularização e a divulgação de ações desenvolvidas pelas instituições de ensino e por instituições de pesquisa, como a Embrapa e parceiros, que possuem o propósito de reduzir as desigualdades, empoderar segmentos da população e despertar o interesse de jovens pela ciência, e assim, contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do País. Para atender aos objetivos do projeto, o mesmo acontecerá durante a data limite publicada no calendário oficial da Feira de ciência - III Horta & Escola, onde estudantes matriculados nos ensinos fundamental, médio e técnico no ano de 2021, em escolas do Distrito Federal e entorno, poderão submeter seus projetos para avaliação do Comitê de avaliação. A apresentação dos projetos selecionados ocorrerá no segundo semestre de 2021 durante a Semana da Ciência e Tecnologia. III Horta & Escola: Feira de Ciência e Tecnologia da Embrapa Hortaliças, que terá duração de três dias.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Warley Marcos Nascimento

Outra

Divulgação Científica
  • v feira - “pesquisadores do futuro: inclusão de crianças e jovens do df e entorno no mundo da ciência”
  • A incorporação da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) constitui uma força-chave para o desenvolvimento, crescimento econômico, geração de emprego e renda e democratização de oportunidades. Assim, é de grande valia trabalhar nas crianças e jovens uma visão adequada e abrangente da importância e aplicabilidade no dia a dia da CT&I, contribuindo para o desenvolvimento de uma sociedade mais consciente, que seja capaz de sobressair-se no jogo competitivo e na divisão global do trabalho. Neste cenário, o tema da SNCT “BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” é de grande importância, uma vez que o desenvolvimento de um país está diretamente relacionado à aplicação de capital nestes setores. Afinal, é impossível o combate à pobreza, a redução da desigualdade e o fortalecimento da governabilidade democrática sem uma melhoria da educação, o uso de ciência e a aplicação das tecnologias mais eficientes. Desta forma, emerge a necessidade de uma maior difusão de conceitos científicos, para que todos tenham maior disseminação do pensar científico e da postura crítica diante do que a CT&I apresenta à sociedade, permitindo a promoção da cultura científica entre cidadãos, tornando-os capazes de participar de uma sociedade democrática. Dessa forma, a Embrapa vem nos últimos anos contribuindo com a formação de crianças e jovens através de parcerias com instituições de ensino, aproximando cientistas, estudantes e professores visando o interesse pelo conhecimento científico. Tudo isso, através de atividades que demonstram como a ciência está presente na vida de cada um destacando a contribuição da pesquisa para o desenvolvimento nacional. Assim, essa proposta se justifica por oportunizar a popularização de ações desenvolvidas pelas empresas de pesquisa, relacionados ao tema CT&I, que possuem o propósito de reduzir as desigualdades, empoderar segmentos mais vulneráveis da população e despertar o interesse dos jovens pela ciência.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Washington Jose de Sousa

Ciências Humanas

História
  • inteligência artificial, agroecologia e economia solidária na educação do campo: aplicando estratégias integradas de intervivência universitária e pesquisa-ação na popularização da ciência (pureza/rn, 2020/2021)
  • Progride em ações da Organização de Aprendizagem e Saberes em Iniciativas Solidárias e Estudos no Terceiro Setor (Oasis) no sistema público de educação básica sob a forma de intervivência universitária. Objetiva contribuir para a formação de jovens rurais em ciência, tecnologia e inovação a partir da extensão universitária centrada na cooperação com a educação básica para estimular a pesquisa e o conhecimento de indicadores sociodemográficos municipais e regionais e de sistema produtivos sustentáveis. A Oasis/PPGA/UFRN é grupo de ensino, pesquisa e extensão vinculado à linha Gestão Social e Políticas Públicas do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Desde 2009, a Oasis/PPGA/UFRN desenvolve o Projeto de Intervivência Universitária em vários municípios potiguares. Um dos 15 municípios participantes, Pureza, foi escolhido pela equipe para a realização da mostra científica aqui programada. Trata-se de ação a ocorrer na Escola Municipal Maria do Livramento, localizada na comunidade rural de Bebida Velha, onde a equipe está estimulando atividades de educação contextualizada focada na agricultura familiar, no cooperativismo e na economia solidária inclusive via recursos de inteligência artificial. O projeto integra 200 jovens da educação básica, 40 trabalhadores do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e 60 sócios da Cooperativa Mista da Agricultura Familiar e Economia Solidaria de Bebida Velha (COOPABEV). As ações ocorrerão por meio de intercâmbios entre escola/comunidade, áreas de produção e Universidade, com ampla participação de estudantes da UFRN e da equipe pedagógica da escola na definição de critérios e etapas, na execução, no acompanhamento e na avaliação. A apresentação dos trabalhos na I Mostra de Ciências de Bebida Velha ocorrerá mediante instalações pedagógicas. Na instalação pedagógica, as turmas poderão utilizar recursos estéticos como músicas, poesias, repentes e dramatização banners, cartazes, maquetes, experimentos de iniciação científica júnior, e protótipos de projetos sociais aliados a resultados de trabalhos investigativos, além de produtos locais da agricultura familiar. Trata-se de estratégia didático-pedagógica de construção de cenários que guardam aspectos da instalação artística no que se refere à dimensão estética, exigindo o uso de múltiplos suportes e artifícios estéticos e a espacialização flexível, que permite montagens e desmontagens de contextos. Os participantes mobilizarão outras escolas do município e agricultores familiares de modo a gerar, como produto, número superior a 50 trabalhos, com foco em inteligência artificial, matemática, estatística e políticas públicas, com naturezas econômica, social, ambiental e demográfica mediados por temas correlacionados à agricultura familiar, ao cooperativismo e à economia solidária.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 29/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Washington Jose de Sousa

Ciências Humanas

Educação
  • curricularização da educação alimentar e nutricional no bicentenário da independência: iniciação científica júnior e educação contextualizada no programa nacional de alimentação escolar (pnae)
  • Fundamenta-se no Art. 2º. § II da Lei 11.947 de 16 de junho de 2009 que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica e estabelece, dentre as diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a inclusão da educação alimentar e nutricional (EAN) no processo de ensino e aprendizagem, que perpassa pelo currículo escolar, abordando o tema alimentação e nutrição e o desenvolvimento de práticas saudáveis de vida, na perspectiva da segurança alimentar e nutricional. Faz interlocução entre Gestão de Política Pública e Educação a partir de determinação legal, e, ao pautar curricularização da EAN, avança para áreas como Saúde, Biociências e Ciências Agrárias e da Terra pela via de sistemas de produção e o consumo de alimentos. Intenta fomentar, no Bicentenário da Independência, curricularização da educação alimentar e nutricional (EAN) em escolas da educação básica à luz de diretrizes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Lei no 11.947 de 16 de junho de 2009) e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) via aplicação de recursos de educação contextualizada, iniciação científica júnior e divulgação científica. Ao realçar sistemas e condições de produção e consumo de alimentos, em sentido amplo cumpre os ODS. Reuniões com direção de escolas e docentes, rodas de conversa e ciclos de palestras ocorrerão para estimular o cumprimento da Lei na prática escolar. Conteúdos na sala de aula relacionados à produção e consumo de alimentos, via iniciação científica júnior (IC Jr), envolverão professores, estudantes e pais. Eventos para a população, na sequência, terão instalações pedagógicas e exposições em local aberto mediante ampla divulgação pela UFRN. Debates para o currículo em temas correlatos à EAN serão estimulados, para além do PNAE, via segurança alimentar, condições locais de produção e consumo de alimentos, cooperativismo, agricultura familiar e sustentabilidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Washington Jose de Sousa

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • transversalidade da ciência e da tecnologia para o desenvolvimento sustentável: iniciação científica junior e inovações na educação do campo à luz dos objetivos do desenvolvimento sustentável
  • Tendo como público prioritário estudantes de escolas rurais, de municípios potiguares com baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - IDH-M, é objetivo desta proposta fomentar educação contextualizada por meio de pesquisa-ação em ambientes escolares e divulgação científica, baseadas na transversalidade da ciência e na aplicação de tecnologias na agricultura familiar intentando a superação de vulnerabilidades socioeconômicas em áreas do Semiárido potiguar. Serão eventos abertos à população e realizados em locais de grande confluência pública. Nos municípios contemplados, rodas de conversa, ciclos de palestras, instalações pedagógicas e exposições serão realizados, parte nas escolas contempladas e, parte, durante a culminância, em ginásio de esportes por meio da mobilização das escolas e ampla divulgação institucional pela UFRN. Eventos e reuniões preparatórias ocorrerão antes e depois do momento de culminância, atendendo a diferentes abordagens e visões da transversalidade da ciência em sintonia com demandas da agricultura familiar. Um dos momentos de culminância ocorrerá em seminário em auditório do Campus Central da UFRN. A proposta tem forte aderência ao objeto e objetivos da Chamada considerando a característica de instrumento de melhoria da qualidade do ensino de ciências na educação básica pública (Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio) visando à difusão do conhecimento científico e tecnológico e à popularização da ciência nos municípios do Semiárido contemplados, ambos com baixo IDH. Atende ao objeto da Chamada quando leva em conta possibilidades de empego de tecnologias aplicadas a especificidades de escolas rurais em áreas do bioma Caatinga. Ao adotar a estratégia de integração ensino, pesquisa e extensão, este projeto torna-se inovador, considerando que ocorrerá em cooperação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte com o sistema básica envolvendo professores e alunos com diferentes níveis de ensino e áreas de conhecimento. A intercooperação considera diálogos entre diferentes linguagens, demonstrando multidisciplinaridade ao estabelecer o tratamento do tema de uma disciplina por várias disciplinas ao mesmo tempo - das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas aos campos da Saúde e das Ciências Biológicas (pelo prisma da segurança alimentar e nutricional) e, também, das Engenharias e Ciências Exatas (contemplando temas técnicos de agronomia e operações matemáticas). Uma natureza interdisciplinar possibilita que alunos e professores de diversos níveis e campos de conhecimento interajam métodos de uma disciplina para outra, de um nível de ensino para outro, mediados por diálogos e possibilidades de aplicação de recursos de inteligência artificial na educação básica, na agricultura familiar e no ensino e cooperativismo rurais. Viés transdisciplinar, com o prefixo “trans” referindo-se ao que surge ao mesmo tempo entre as disciplinas, compõe esta proposta, tanto por meio das disciplinas quanto para além de qualquer disciplina, como no caso do chamado senso comum. Tem potencial acadêmico multiplicador considerando o fato de que a atividade será sistematizada e publicada na forma de texto científico com o objetivo de possibilitar replicações.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 11/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Watson Loh

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • aliando a versatilidade de cristais líquidos liotrópicos com propriedades mecânicas de nanoceluloses – relação entre microestrutura e propriedades macroscópicas
  • Nanomateriais à base de celulose vêm sendo amplamente estudados visando aplicações em diferentes tipos de formulações, dada a sua abundância, sustentabilidade, facilidade de obtenção e versatilidade principalmente em propriedades mecânicas. Comumente, essas formulações possuem em suas composições os surfactantes, moléculas que garantem ao sistema características como espumabilidade, elevada viscosidade, detergência e molhabilidade. Esses surfactantes se associam, em solução, formando fases líquido-cristalinas, como a lamelar, originando novas possibilidades de aplicações direcionadas. Apesar de ambos os sistemas serem investigados separadamente, informações sobre seus modos de interação e, consequentemente, as propriedades resultantes de suas combinações, são pouco exploradas. Essa proposta tem por objetivo investigar a interação de nanomateriais celulósicos em suspensão, como os nanocristais e as nanofibras, com fases lamelares formadas por surfactantes, combinando-se as propriedades de ambos os componentes na direção de fluidos complexos, como cristais líquidos, dispersões de (nano)partículas e hidrogéis, com alta performance e potenciais aplicações nas áreas cosmética, de lubrificantes e de limpeza de superfícies. Para isso, a proposta contará com um time multi-institucional formado por especialistas tanto na obtenção e aplicação de nanomateriais celulósicos quanto no estudo de sistemas coloidais formados por associação de surfactantes. O estudo será baseado em diferentes técnicas experimentais de caracterização, como microscopia eletrônica, reologia, ressonância magnética nuclear 1D e 2D, e espalhamento de luz e de raios-X, de modo a obterem-se informações, a nível molecular, e, desse modo, correlacionar a microestrutura dos sistemas com as propriedades macroscópicas resultantes, fomentando assim a formulação de novos produtos com caráter sustentável e com propriedades melhoradas.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Webe João Mansur

Engenharias

Engenharia Civil
  • etapa ii: desenvolvimento de solver multiplataforma para solução de sistemas de equações diferenciais parciais gerais de 2ª ordem voltados para problemas de engenharia e geofísica do petróleo e gás
  • Este projeto tem como objetivo dar continuidade ao desenvolvimento e implementação de uma ferramenta computacional para a solução de equações e sistemas de equações diferenciais parciais (EDP) de segunda ordem, dependentes do tempo ou não, lineares ou não, capaz de suportar diversas condições de contorno e condições iniciais, para domínios uni, bi e tridimensionais, para os ambientes Windows® e Linux. Tais problemas são comuns a diversas áreas do conhecimento, destacando-se a Engenharia e Geofísica Aplicada à indústria do Petróleo e Gás, que são as linhas de pesquisa de atuação do proponente. Este desenvolvimento parte de uma concepção original de implementação computacional para a solução de EDPs via métodos numéricos que utilizam discretização de domínio, sendo contemplados até o momento os Métodos das Diferenças Finitas e o Método dos Elementos Finitos, destacando-se as formulações contínua e descontínua para esse último. Ambos os métodos são objetos de estudo e desenvolvimento no Laboratório de Métodos de Modelagem e Geofísica Computacional (LAMEMO), cujas linhas de pesquisa incluem os Métodos dos Elementos de Contorno e o Método dos Volumes Finitos, a serem incluídos no software no futuro. A estrutura do projeto divide-se em duas vertentes fundamentais: uma dedicada à pesquisa teórica, voltada ao desenvolvimento de técnicas avançadas de modelagem e/ou aprimoramento das já existentes para solução numérica de problemas da física-matemática governados por de EDPs de segunda ordem, com incorporação no Solver de avanços no estado da arte em áreas como modelagem de dados sísmicos, imageamento, tomografia, inversão, problemas da mecânica dos sólidos e dos fluidos em geral, interação solo-fluido-estruturas, acústica e análise dinâmica. A outra vertente de aplicação da ferramenta desenvolvida é dedicada à análise de problemas reais, principalmente, da Indústria do Petróleo e da Engenharia, em especial, da Engenharia Civil e Engenharia de estruturas Off-Shore.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Weber Andrade Gonçalves

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • relação entre os complexos convectivos de mesoescala e os desastres naturais no sul do brasil
  • Os Complexos Convectivos de Mesoescala (CCM) têm sido estudados ao longo dos anos em todo o globo. Especialmente sobre a América do Sul, estes sistemas tem sido foco de pesquisas sobre a região da saída do Jato de Baixos Níveis, coincidindo com a região da Bacia do Prata. Contudo, não existe uma pesquisa que apresente a evolução as características físicas e morfológicas destes sistemas com uma perspectiva de 26 anos de dados de sensoriamento remoto, sendo este um dos objetivos desta presente pesquisa. Além disso, na literatura não foi explorado até o presente momento a relação entre a ocorrência e intensidade dos CCM e os desastres naturais sob às regiões de sua influência, fato este que também é um dos objetivos deste projeto de pesquisa. Sendo assim, esta pesquisa pretende suprir estas lacunas encontradas na literatura, dando apoio principalmente a previsão do tempo e Nowcasting, provendo um melhor conhecimento da sazonalidade, ciclo de vida, e características físicas e morfológicas dos CCM. Tais sistemas poderão ser simulados com maior eficácia, provendo uma melhor previsão de tempo e Nowcasting para a população em geral. Para tanto, serão utilizados dados de rastreamento de Sistemas Convectivos a partir de satélites geoestacionários, o ISCCP-Tracking (26 anos de dados), do ForTracc (4 anos de dados), dados de desastres naturais provenientes do Centro de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), além de dados de precipitação do satélite GPM (IMERG) e in situ, além dos dados de reanálise do ERA-Interim.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 07/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Weeberb João Réquia Júnior

Outra

Ciências Ambientais
  • inter-relação entre mudanças climáticas, qualidade do ar, queimadas, serviços ecossistêmicos e saúde da população brasileira
  • As condições atuais e algumas projeções indicam que o Brasil continuará tendo desafios ambientais, incluindo questões relacionadas às variações climáticas, ocorrência de queimadas, poluição atmosférica, gestão dos serviços ecossistêmicos e saúde da população. Este projeto visa o estudo da inter-relação dessas questões ambientais no Brasil. O estudo será dividido em 5 objetivos: i) Quantificar os efeitos das mudanças climáticas sobre a poluição do ar, queimadas e saúde da população no Brasil. ii) Quantificar os efeitos das queimadas na concentração de gases e partículas atmosféricas no Brasil. iii) Avaliar os impactos das variações espaço-temporais do clima, poluição do ar e queimadas na saúde da população brasileira. iv) Avaliar a relação entre serviços ecossistêmicos e clima, poluição do ar, queimadas e saúde. v) Consolidar os resultados das inter-relações entre mudanças climáticas, qualidade do ar, queimadas, serviços ecossistêmicos e saúde da população brasileira (resultados dos objetivos i, ii, iii e iv) visando a criação de indicadores ao desenvolvimento urbano sustentável para os municípios brasileiros. A proposta metodológica engloba diversos métodos quantitativos com foco em análise espaço-temporal, incluindo modelo aditivo generalizado para as análises do objetivo 1 e 2, geoestatística e Over-dispersed Poisson Regression para as análises do objetivo 3, machine learning para a análises do objetivo 4, e análise espaço-multicriterial para criação de indicadores de desenvolvimento urbano sustentável no objetivo 5. Toda a proposta metodológica já foi aplicada em estudos anteriores liderados pelo coordenador da presente proposta de pesquisa. O study design desta proposta de pesquisa está orientado para que os resultados decorrentes das abordagens quantitativas e espaço-temporais contribuam de forma efetiva com a produção e validação de indicadores de sustentabilidade urbana. Esses indicadores estão direcionados para a avaliação dos riscos de impactos climáticos relevantes para o setor ambiental, de planejamento urbano, de agricultura, de infraestrutura de transporte e de saúde pública.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 15/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Weeberb João Réquia Júnior

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • qualidade ambiental ao redor das escolas e capacidade cognitiva dos estudantes de ensino médio no brasil
  • Evidências científicas têm mostrado que crianças e adolescentes podem sofrer efeitos negativos quando expostos à baixa qualidade ambiental (ex., baixa qualidade do ar, baixa densidade de áreas verdes etc.) em diferentes locais, incluindo a qualidade ambiental ao redor das escolas. Dentre os efeitos diretos (ex., doenças cardiorrespiratórias) na saúde desse grupo populacional, um número crescente de estudos tem encontrado impactos na redução da capacidade cognitiva dos estudantes, resultando em baixo desempenho escolar. Embora muitas pesquisas já examinaram a relação entre as características ambientais ao redor das escolas e o desempenho escolar dos alunos, nenhum estudo ainda foi realizado no Brasil, com exceção de um único estudo publicado recentemente pelo coordenador deste projeto (a referência deste estudo está indicada nesta proposta de pesquisa). O objetivo deste projeto é verificar a relação entre desempenho escolar dos alunos de ensino médio e exposição ambiental ao redor das escolas brasileiras, incluindo exposição à poluição do ar, às áreas verdes, aos incêndios florestais e às variações climáticas. Seguindo o study design abordado pelos estudos epidemiológicos na literatura, neste projeto, a capacidade cognitiva dos alunos será representada pelo desempenho escolar. Especificamente, consideraremos a nota dos alunos obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Iremos acessar os microdados do Enem, que apresentam o menor nível de desagregação de dados recolhidos por meio do exame, com informações individuais a nível do aluno. Esse nível individual dos dados será um ponto positivo para a literatura internacional, pois até o momento, boa parte dos estudos foram baseados em dados a nível de escola (uma média por escola), e não a nível de estudante. Quanto aos dados de exposição, serão levantados por meio de técnicas de sensoriamento remoto. As análises desse projeto envolveram técnicas avançadas em geoestatística e bioestatística.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Wellington da Silva Fonseca

Outra

Divulgação Científica
  • feira de ciências na eetepa dr. celso malcher e mostras científicas e tecnológicas para escolas públicas do pará 2022 - 2023.
  • A região Amazônica sempre está em evidência quanto aos assuntos ligados à sustentabilidade e aos cuidados com o meio ambiente, apesar disso é uma região alvo da exploração indevida de suas riquezas. Neste contexto, é importante de divulgar e motivar a cultura sustentável na Amazônia através de ciência e tecnologia. É imprescindível exceder a meta de uma aprendizagem meramente de conceitos e de teorias, associadas com conteúdos abstratos e neutros, para um ensino mais cultural que assegure uma melhor compreensão, apreciação e aplicação da tecnologia e da ciência, levando-se em conta as questões sociais e, entendendo, que tanto a ciência, quanto a tecnologia são resultados do saber humano e que, portanto, estarão sempre presentes no contexto social. Deste modo, mediante estas questões, surge um novo enfoque que vem ganhando corpo na prática de sala de aula, objetivando não apenas possibilitar a experimentação da tecnologia dentro das tarefas práticas, mas também procurar uma relação recíproca entre ciência, tecnologia e aprendizagem, com a finalidade principal de estreitar a relação entre a escola, à melhoria na sociedade e a futura profissão desses futuros cidadãos. Este projeto busca atuar no EETEPA Dr. Celso Malcher e apresentar mostras científicas e tecnológicas em Belém e no Interior do Estado do Pará para abranger um maior número de alunos e aproximar mais estes alunos da UFPA, em especial as meninas. Assim, o Programa Laboratório de Engenhocas tem como proposta o ingresso de alunos de escolas públicas do Estado do Pará nas Universidades em cursos de ciências exatas, engenharia e tecnologia, para que possam utilizar de todo aprendizado adquirido na área de ciência e tecnologia, para assim, ingressarem de forma qualificada no mercado de trabalho, efetivando de fato a práxis educacional.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 20/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Wellington Lima Cedro

Ciências Humanas

Educação
  • atividade pedagógica na formação de professores que ensinam matemática a partir de parcerias entre instituições de ensino superior e escolas de educação básica em diferentes regiões brasileiras
  • Com o objetivo de analisar um processo formativo compartilhado com base na perspectiva histórico-cultural, tendo como foco a Atividade Pedagógica em diferentes contextos escolares a partir dos desafios atuais que envolvem a formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática, este projeto contempla uma proposta de articulação entre dez instituições federais e estaduais de Ensino Superior com vistas ao desenvolvimento de um trabalho em rede com pesquisadores de diferentes regiões do país, no que se refere a estudos sobre formação de professores e Atividade Pedagógica. Esse projeto se sustenta na premissa de que a organização dos processos de formação de professores apoiada na teoria histórico-cultural é capaz de promover a ressignificação da atividade pedagógica dos docentes. As vivências dos membros da equipe executora e os espaços de aprendizagem que existem (por exemplo os Clubes de Matemática) e que serão criados para o desenvolvimento do projeto nos levam a acreditar na viabilidade desta investigação. Considera-se a abrangência do projeto relevante, visto que atende a quatro regiões brasileiras, envolvendo pesquisadores de dez instituições de ensino superior e que se estenderá a várias escolas públicas da Educação Básica. Como produtos desta pesquisa teremos artigos, e-books, dissertações, teses e materiais didáticos, que serão escritos em parceria com os professores da Educação Básica. Espera-se com os resultados e produtos desta pesquisa possamos ampliar a discussão sobre a formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática, fornecer informações e sistematizações de materiais que possam contribuir para novos projetos de pesquisa e apresentar uma proposta de ação a partir de Grupos de Compartilhamento para o desenvolvimento da Atividade Pedagógica. As ações do projeto serão divididas em etapas que envolvem criação de grupos, levantamento de trabalhos, realização de encontros formativos e a sistematização da formação docente.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 26/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Wendel Coura Vital

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação da expansão da leishmaniose visceral em cenários de mudanças climáticas
  • A leishmaniose visceral (LV) é considerada pela OMS uma das seis endemias de maior relevância no mundo e as condições socioeconômicas; processos migratórios decorrentes de instabilidade social como fome, secas e inundações; fatores ambientais; desmatamento; construção de barragens; imunossupressão por HIV, dentre outros podem contribuir para sua expansão. Foi elaborado pelo Ministério da Saúde brasileiro o Plano Setorial da saúde para a mitigação e adaptação à mudança do clima e todas as doenças transmissíveis que podem sofrer influência direta ou indireta da mudança climática, como a LV, foram contempladas. Neste contexto, este projeto se justifica pela tendência emergente e expansão da LV em resposta as condições ambientais e climáticas, pela alta letalidade da doença e pela carência de estudos que utilizem a modelagem de nicho ecológico para a previsão de potenciais áreas de risco para a doença devido a mudanças climáticas e ambientais. Diante deste cenário o presente projeto traz as seguintes indagações: mudanças climáticas e antrópicas podem afetar a distribuição e expansão da LV? Quais regiões da Bacia do Rio Doce seriam as mais afetadas? e Qual será o comportamento da LV no futuro em dois cenários distintos de mudanças climáticas? Para responder a estes questionamentos será realizado um estudo ecológico que analisará o padrão de distribuição espaço temporal dos casos confirmados de LV notificados no SINAN, no período de 2001 à 2020, na Bacia Hidrográfica do Rio Doce, que sofreu com o impacto do rompimento da barragem de Fundão, da Samarco. A partir da distribuição espacial dos casos será avaliada sua relação com os biomas existentes e os fatores climáticos e realizada a busca dos fatores determinantes para a expansão da doença. Serão escolhidos algoritmos de modelagem de nicho ecológico para a elaboração de modelos preditivos da expansão da doença em diferentes cenários climáticos. As análises serão realizadas a partir de bancos de dados.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025