Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alessandro Haupenthal

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeito da imersão e velocidade na força de reação do solo durante marcha na água
  • Os exercícios aquáticos como componentes fundamentais da maioria dos protocolos dos programas de reabilitação e treinamento na água tem sido ainda pouco explorados em termos de variáveis biomecânicas, o que faz com que a prescrição destes exercícios pelos profissionais seja ainda difícil quando necessita de controle de carga mecânica agindo sobre o indivíduo. Com a finalidade de auxiliar na prescrição destes exercícios, este trabalho objetiva avaliar o efeito da velocidade e imersão nas componentes vertical (Fy), anteroposterior (Fx) e resultante (FR) da FRS durante a caminhada e corrida na água. O tamanho da amostra para esta pesquisa foi calculado em 65 sujeitos. Os participantes terão idade entre 18 a 39 anos, estatura entre 1,60 a 1,95 metros. Para a mensuração da FRS, cada participante realizará a marcha em uma velocidade auto selecionada e em velocidade lenta e rápida (com variação mínima de 20% da auto selecionada). A velocidade será verificada através de um sistema de fotocélulas. Os participantes realizarão os exercícios na água em cinco níveis de imersão, randomizado previamente e contido dentro de um envelope selado (0,75, 0,90, 1,05, 1,20 e 1,35 m). A análise de dados será realizada através de uma análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas a partir de um modelo misto para analisar o efeito e interação com um critério de p<0,05. Não foram encontrados estudos que analisaram o efeito combinado e a interação entre imersão e velocidade. Assim, este será o primeiro estudo a realizar esta análise e para ambos exercícios (caminhada e corrida) na água. A partir deste trabalho ocorrerá um melhor entendimento da FRS e com isso melhor embasamento e prescrição do exercício na água. A correta escolha entre carga aplicada e capacidade do tecido em recuperação é crucial para o sucesso do processo de recuperação terapêutica. Assim, o entendimento da alteração combinada entre velocidade e imersão para a definição correta do exercício a ser aplicado e o conhecimento dos fatores capazes de influenciar a carga no treino de marcha na água promovem um melhor raciocínio para a prescrição desta modalidade de tratamento para os pacientes que requerem um controle de carga durante a reabilitação. Este controle de carga ao paciente é um dos principais fatores para o sucesso do processo de recuperação funcional durante a melhora dos tecidos biológicos na reabilitação.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandro Silva de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • comportamento de consumo de produtos orgânicos no brasil: construção e validação de uma nova escala baseado na tríade atributos-consequências-valores
  • A produção, comércio e consumo de produtos orgânicos no Brasil e no mundo vem crescendo a cada ano e atingindo valores substanciais na economia global. Isso é reflexo de uma nova tendência dos consumidores que buscam melhores hábitos de consumo, produtos menos industrializados, com características mais saudáveis, com o mínimo ou sem conservantes e aditivos químicos e com rastreabilidade. Dessa forma, conhecer o comportamento de consumo de produtos orgânicos, se torna essencial para desenvolver e atender todos os agentes envolvidos nesse grande mercado. Nessa perspectiva, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo elaborar um novo instrumento que irá medir a percepção dos consumidores em relação aos Atributos, Consequências e Valores que os produtos orgânicos transparecem. Através dessa nova escala de medida será testado um novo modelo estrutural baseado na teoria da cadeia de meios-fins onde será possível verificar o impacto que a tríade Atributos, Consequências e Valores pode ocasionar na Avaliação de Pré-Compra e na Intenção de Comprar desses consumidores. Em complemento também será investigado o efeito moderador que a Orientação para a Saúde e as Normas Subjetivas podem ocasionar na relação entre os Valores e a Avaliação Pré-Compra e nos Valores com a Intenção de Comprar. Os resultados, se positivos, podem gerar implicações gerenciais de grande valor na hora de formulações de estratégias de marketing eficazes para o desenvolvimento do mercado de produtos orgânicos. E o novo instrumento validado, poderá ser aplicada em todo território nacional ou em microrregiões, obtendo amostras mais significativas, resultando em informações com maior amplitude de inferência nos futuros estudos de campo e trabalhos acadêmicos/científicos.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022