Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Susana Margarida Gomes Moreira

Ciências Biológicas

Genética
  • avaliação do risco versus benefício do uso de polissacarídeos sulfatados de algas marinhas verdes na medicina regenerativa
  • Os polissacarídeos sulfatados (PSs) derivados de algas marinhas se têm mostrado excelente compostos bioativos com numerosas atividades biológicas benéficas como anticoagulantes, anticâncer, anti-inflamatórias, antioxidantes, antibacterianas, etc. Em estudos anteriores mostramos o efeito dos PSs de algas verdes do gênero Caulerpa na diferenciação osteogênica e anti-adipogênica em células-tronco, indicando que estes podem ter aplicação no desenvolvimento de terapias alternativas para tratamento de obesidade e patologias relacionadas a perdas de massa óssea, dois dos problemas de saúde mundial mais prevalentes. Adicionalmente, mostramos que diferentes frações obtidas de um extrato apresentam diferentes atividades, confirmando que a heterogeneidade dos PSs de algas verdes pode ser explorada para diferentes aplicações. Assim, propomos estudar o potencial osteogênico e anti-adipogênico, bem como o mecanismo de ação, de PSs das espécies C. cupressoides, C. sertulariodes, C. racemosa usando como modelos células-tronco estromais e células progenitoras de osteoblastos e adipócitos. Para isso, serão realizados ensaios de diferenciação avaliando marcadores osteogênicos (atividade da fosfatase alcalina, mineralização da matriz extracelular), adipogênicos e lipogênicos, incluindo expressão de genes envolvidos nos processos de diferenciação celular. Tendo em vista as possíveis aplicações desses PSs, o risco será avaliado por meio de ensaios de genotoxicidade como: testes de reversão bacteriana, cometa e micronúcleo em células de mamíferos. Também será avaliado o efeito das amostras na senescência das células tronco por quantificação de expressão de genes marcadores. Assim, a análise do benefício (atividades e modo de ação) e do risco (ensaios de genotoxicidade e avaliação da senescência) trazem inovação à esta proposta, além de ser um requisito das agências regulamentadoras para a translação dos PSs para aplicações biomédicas ou clínicas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana de Oliveira Mangueira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • validação do diagnóstico de enfermagem resiliência prejudicada no contexto da oncologia
  • Na perspectiva psicossocial, a palavra resiliência traduz a capacidade de um indivíduo em responder de forma mais sólida a situações que envolvam dificuldades e desafios, bem como a capacidade de recuperar-se frente a diversas ocasiões desfavoráveis, de modo positivo e otimista, com equilíbrio e autoconfiança, seja de forma individual ou em grupo. Na área da oncologia, o conceito de resiliência torna-se ainda mais relevante, visto que o câncer é uma doença crônica e degenerativa, que atinge milhões de pessoas pelo mundo e é considerado um problema de saúde pública. O câncer é um processo com diversos significados, tanto para o paciente e sua família, quanto para os profissionais de saúde. Estes significados se misturam em emoções e incertezas, as quais o paciente vivencia desde o momento do diagnóstico e durante todo o tratamento, que requer uma assistência de enfermagem sistematizada e especializada. Em sua maioria, esses sentimentos estão relacionados a questões negativas, como o pessimismo, medo, angústia, vergonha e a sensação de morte iminente. Assim, esse estudo tem como questão de pesquisa: Qual a validade do diagnóstico de Enfermagem Resiliência Prejudicada no contexto da oncologia? E como objetivo geral validar o diagnóstico de enfermagem Resiliência Prejudicada no contexto da oncologia. Trata-se de um estudo metodológico a ser desenvolvido em três etapas. A primeira será a construção de uma Teoria de Médio Alcance, fundamentada no Modelo da Adaptação de Roy. A segunda etapa será a validação de conteúdo do diagnóstico por juízes e a terceira etapa, validação clínica, consistirá num estudo transversal para análise da acurácia dos fatores etiológicos e indicadores clínicos do referido diagnóstico. Espera-se que os resultados possam aumentar o nível de evidência do diagnóstico na Taxonomia da NANDA Internacional e, por consequência, facilitar a sua identificação na prática clínica.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Suzana Maria Ratusznei

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • produção de hidrogênio e metano pelo tratamento de melaço de soja em condições mesofílica e termofílica
  • A soja tem alcance global devido a sua alta relevância na indústria de alimentos e biocombustíveis, e sua produção tem aumentado nos últimos anos. Com isso, observa-se um crescimento na geração de subprodutos, dentre os quais destacam se o melaço de soja, gerado na produção de proteínas concentradas de soja, e a okara, gerada durante a produção de leite de soja, os quais têm ganhado notoriedade devido à sua composição rica em carboidratos e fibras, respectivamente. O descarte inadequado desses subprodutos pode causar diversos problemas ambientais. Uma estratégia para evitar esse cenário seria a digestão anaeróbia desses subprodutos visando a produção de biogás (hidrogênio e/ou metano). Nesse contexto, esse trabalho visa o estudo da viabilidade biotecnológica da aplicação de um reator anaeróbio operado em bateladas sequenciais com biomassa imobilizada e recirculação da fase líquida (AnSBBR), em condições mesofílica e termofílica, no tratamento de melaço de soja e no coprocessamento do melaço de soja/okara. Serão avaliadas as condições operacionais que permitam a melhoria de indicadores de desempenho referentes à conversão de substrato, produtividade/composição de hidrogênio ou metano e rendimento entre hidrogênio ou metano produzido e substrato consumido, além do coprocessamento melaço/okara. A okara contém mais de 20 % de sólidos totais, dificultando sua utilização como substrato único sem prévia diluição. Assim, o coprocessamento melaço de soja/okara é promissor, uma vez que ambos são gerados no mesmo local, evitando custos de transporte, e que a okara possui baixo valor de mercado. Quanto à operação em condições termofílicas, a digestão a altas temperaturas pode diminuir o tempo de reação e aumentar a eficiência da degradação de materiais orgânicos, resultando em maior produção total de biogás e uma digestão mais completa. As informações de escopo científico e tecnológico, obtidas nesse estudo, fornecerão importantes subsídios para projetos em escala plena.
  • Instituto Mauá de Tecnologia - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana Oliveira Barbosa

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • #acessejor: protocolo de inovação social para o jornalismo digital
  • Análises e previsões para o jornalismo mostram um cenário de múltiplas crises: econômica, de credibilidade e de valorização; com demissões nas redações, raros modelos de negócio sustentáveis, redução do interesse por notícias ou indiferença do público. Por um lado, o jornalismo tem dificuldades de conquistar a atenção; por outro, falta acessibilidade para que Tecnologias Assistivas (TAs) decodifiquem o conteúdo jornalístico, impossibilitando ou dificultando o consumo de notícias por um público em potencial. Em um ambiente multimidiático, isso contrapõe a ideia de acessibilidade web, derivada do conceito de design universal, de possibilitar o alcance de produtos e serviços para um maior número de usuários com diversas características. Observamos como caminho ideal estratégias baseadas na inovação - processo interativo que gera algo novo em determinado contexto e sistema. Há várias abordagens possíveis, desde produtos e novas tecnologias até modelos de negócio e estruturas. Este projeto parte da perspectiva da inovação social para buscar soluções sobre como o jornalismo digital pode lidar com o complexo problema da atenção do público neste contexto de abundância de informação e de múltiplas necessidades de acesso à informação capaz de melhorar a qualidade de vida. Portanto, questionamos: como promover um jornalismo digital mais acessível, inclusivo e inovador para manter, renovar e ampliar o seu público? Sem contemplar os vários públicos, o jornalismo, um dos pilares da democracia, torna-se empobrecido e frágil. Assim, desenvolveremos o #AcesseJor - um protocolo de práticas e produtos jornalísticos digitais acessíveis, inclusivos e inovadores. Trata-se de uma pesquisa aplicada, quali-quantitativa, que engloba estudos de caso, entrevistas com informantes de meios jornalísticos, questionário e entrevistas com o público considerando as populações negra e branca, os povos tradicionais; e a diversidade socioeconômica, de região, idade, gênero, escolaridade e deficiências.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Suzana Telles da Cunha Lima

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • prospecção de atividade antimicrobiana de extratos de microalgas e cianobactérias, efeito do estresse de ph durante o crescimento e uso ciclodextrinas na eficácia dos extratos.
  • As microalgas e cianobactérias são organismos unicelulares fotossintetizantes que podem ser encontrados nos mais variados ecossistemas, como ambientes marinhos, de água doce e terrestre. Por possuírem altas taxas de crescimento, além de uma riqueza de compostos bioativos, estes organismos ganharam importância como alvos farmacológicos. O cultivo de microalgas e cianobactérias permite alterações no meio, visando o aumento na produção de metabólitos com atividade biológica. Uma das metodologias utilizadas neste aspecto é a indução do estresse durante o crescimento algal. Além disso, já foi descrito na literatura que alguns carreadores moleculares podem aumentar a eficácia dos extratos. Assim sendo, este estudo tem por objetivo realizar a prospecção de compostos bioativos em microalgas e cianobactérias exibindo atividades antioxidante, bactericida, fungicida e anti-protozoária. Adicionalmente, avaliaremos o papel do estresse de pH no cultivo, e o uso de ciclodextrinas no aumento da atividade dos extratos. A metodologia utilizada para indução de estresse será a redução gradual do pH e manutenção do cultivo até o final da fase log, seguindo a coleta da biomassa por centrifugação e eletrofloculação. Um possível aumento na bioatividade será comparado àquele com algas já adaptadas a um ambiente ácido, investigando o mecanismo de resistência. Para obtenção dos extratos, serão utilizados os solventes metanol, acetato de etila e etanol. O teste de DPPH avaliará atividade antioxidante, o diâmetro do halo e microdiluição em caldo o potencial antimicrobiano, e o teste de MTT a atividade anti-protozoária. A cianobactéria Affixifilum granulosum, caracterizada filogeneticamente na Florida (16S rRNA e 16-23S rRNA ITS), será relacionada às bioatividades determinadas com cepa equivalente de nossa coleção. Para preparo dos complexos de inclusão (CI) serão utilizadas a co-precipitação, malaxagem e caracterização físico-química dos CI, relacionado-as com atividades dos extratos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sylmara Lopes Francelino Gonçalves Dias

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • participação social e planejamento: metodologia para elaboração, implementação e monitoramento dos planos municipais de gestão integrada de resíduos sólidos
  • O Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) é um instrumento instituído pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em 2010. De acordo com a PNRS, entre outros elementos, os Planos devem garantir “... ampla publicidade ao conteúdo dos planos [...] bem como controle social em sua formulação, implementação e operacionalização”. Contudo, em muitos municípios a participação social na elaboração dos Planos é baixa, mesmo com esforços das administrações em promover processos participativos, o que impacta negativamente a cobertura da coleta seletiva. O problema aqui abordado será a baixa efetividade de processos de participação da sociedade civil (consultiva/deliberativa) na formulação, implementação e monitoramento de políticas municipais de gestão de resíduos sólidos. Neste contexto, a questão central é: Como garantir que a participação social seja potencializada na elaboração, implementação e monitoramento dos PMGIRSs? A hipótese de trabalho é que a participação pode ser potencializada a partir de uma melhor compreensão da sua lógica de funcionamento e dos instrumentos mais utilizados.Para responder aos desafios desta pesquisa, serão sistematizadas bibliografias teóricas e estudos de caso sobre participação social (teorias da democracia deliberativa) e formulação/implementação de programas de coleta seletiva. Também serão realizadas pesquisas de campo, visando elaborar um diagnóstico e prognóstico da participação social em um caso piloto de revisão do PMGIRS de Ribeirão Pires - SP. Espera-se que os resultados do projeto propiciem o desenvolvimento de uma “Metodologia para ampliação da participação social no planejamento, implementação e monitoramento do PMGIRS”. Descobertas teóricas, empíricas e metodológicas poderão ser replicadas em outros municípios e em outros tipos de serviços públicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Taciane Finatto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • análise do transcritoma de arracacia xanthorrhiza bancroft em resposta ao estresse por calor
  • A mandioquinha salsa (Arracacia xanthorrhiza Bancroft) é uma espécie da família Apiaceae cujas raízes apresentam grande interesse econômico e qualidade nutricional. Exige clima ameno (temperatura média anual entre 15 e 18 °C) e baixa amplitude térmica durante o seu ciclo (cerca de 8 meses até a colheita). Os padrões de aumento de temperatura diante das mudanças climáticas e oscilações nas temperaturas podem acarretar a redução da produção, inviabilizando o cultivo. O fenótipo evidencia que algumas cultivares são tolerantes ao calor, porém são desconhecidos seus mecanismos moleculares. Para este tipo de estudo é necessário que as sequências de transcritos estejam disponíveis, porém A. xanthorrhiza não apresenta genoma completo sequenciado, apenas as sequências do genoma do cloroplasto, inviabilizando o estudo. Nestre trabalho propomos analisar o transcritoma de duas cultivares de A. xanthorrhiza (uma sensível e outra tolerante ao calor) sob diferentes temperaturas usando sequenciamento de RNA (RNA-Seq), obtendo assim, informações sobre quais genes são diferencialmente expressos entre as cultivares e entre as diferentes temperaturas. A hipótese é plausível pois será realizada a montagem de novo do genoma, método utilizado em espécies que não apresentam genoma de referência sequenciado. As cultivares serão expostas às temperaturas de 18 e 32 °C, por 14 dias, totalizando 4 tratamentos e três repetições. O RNA será extraído e serão construídas bibliotecas de cDNA, e em seguida sequenciadas. Será realizada a montagem de novo do transcritoma, identificados os genes diferencialmente expressos, anotada a ontologia gênica (GO), identificadas as rotas metabólicas (KEGG) e as vias de sinalização acionadas em cada cultivar em resposta ao calor. As sequências de RNA obtidas serão depositadas no banco de dados de acesso público NCBI/SRA. Espera-se identificar expressão diferencial em genes do sistema de enzimas antioxidantes, fitormônios e fatores de transcrição.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 26/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Tacio Vinicio Amorim Fernandes

Ciências da Saúde

Farmácia
  • identificação in silico de novos inibidores da bcr-abl1 para a luta contra a leucemia mieloide crônica
  • A leucemia mieloide crônica (LMC) é uma neoplasia mieloproliferativa e foi a primeira doença neoplásica associada a uma anomalia genotípica bem definida – presença do cromossomo Filadélfia. A descoberta do gene de fusão breakpoint cluster region (BCR) – Abelson Murine Leukemia (ABL) revolucionou o tratamento de pacientes com LMC, permitindo o desenvolvimento de fármacos direcionados que inibem a atividade da tirosina cinase da oncoproteína BCR-ABL1. Inibidores de Tirosina Cinase (ITCs) são a terapia padrão para LMC e aumentam muito as taxas de sobrevida, apesar dos efeitos adversos. As opções de terapia disponíveis não são totalmente eficazes em reduzir a ameaça da doença em todos os pacientes, principalmente aqueles com a mutação T315I. Este projeto visa propor e sintetizar novos ITCs, que atuem na BCR-ABL1. Ferramentas in silico serão empregadas para construção de Modelos Farmacofóricos (MFs) individuais e consenso baseados tanto nas características do ligante, quanto do receptor e do complexo. Com auxílio destes modelos, ensaios de Triagem Virtual baseada em MFs serão aplicados para a filtragem de compostos de diversas bases de dados. Propriedades farmacocinéticas e toxicológicas serão preditas para todas moléculas selecionadas. Aquelas com características promissoras serão utilizadas como entradas para uma estratégia de consensus docking utilizando múltiplas conformações da BCR-ABL1 selvagem e mutante (ensemble docking). Os complexos melhores classificados serão submetidos a simulações por Dinâmica Molecular para refinamento e extração da energia de ligação pelos métodos de MMPB/GBSA. Os resultados ajudarão especialistas a identificar regiões para um processo racional de modificação molecular com objetivo de desenvolver potenciais fármacos com maior potência, seletividade e segurança contra a BCR-ABL1.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 14/07/2022-31/07/2024
Foto de perfil

Tadayuki Yanagi Junior

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • desenvolvimento de um detector de estresse térmico portátil aplicado à galinhas poedeiras
  • As adversidades climáticas afetam mundialmente a produção de ovos, prejudicando o bem-estar de galinhas poedeiras e, consequentemente, a produtividade, produção e qualidade dos ovos. Os sinais de estresse térmico podem ser detectados com precisão por meio das respostas fisiológicas das galinhas, como a temperatura cloacal e frequência respiratória. Porém, essas variáveis são difíceis de mensurar em aviários comerciais, além de causar estresse nas aves. Desta forma, a detecção do estresse térmico, de forma pontual ou espacial, em aviários comerciais é imperativa para auxiliar na tomada de decisões visando mitigar ou eliminar os seus efeitos deletérios. Sistemas computacionais embarcados (software + hardware) podem ser aplicados neste tipo de detecção, podendo englobar a inteligência artificial e dispositivos eletrônicos de baixo custo. Neste contexto, objetiva-se com a presente pesquisa, o desenvolvimento de um detector de estresse térmico portátil aplicado à galinhas poedeiras. Para tanto, um sistema computacional baseado em inteligência artificial será desenvolvido e embarcado em um dispositivo eletrônico. A escolha da inteligência artificial deve-se ao fato desta metodologia resultar em menores erros de predição, tornado a classificação do conforto térmico das aves mais realística. O desenvolvimento do sistema computacional será baseado em dados experimentais obtidos em pesquisas coordenadas pelo proponente. Em termos de hardware, poder-se-á usar o Arduino, RaspBerry Pi ou similar, por apresentarem baixo custo e capacidade de processamento adequada.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 31/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tadeu Luis Tiecher

Outra

Divulgação Científica
  • xi mostra científica do ifrs campus restinga
  • A XI Mostra Científica do IFRS Campus Restinga é um evento realizado anualmente pelo Campus Restinga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), localizado no município de Porto Alegre. É um evento de abrangência intermunicipal, destinado para oportunizar um espaço para exposição, apresentação e discussão de trabalhos, estudos e projetos elaborados por estudantes do IFRS e demais instituições de ensino, e por profissionais de diversas áreas, que tenham empreendido uma investigação sobre um fenômeno ou tema aplicando métodos e processos técnico-científicos. Este evento institucional ocorre desde o ano de 2011, estando em sua décima primeira edição. Neste ano a Mostra Científica estará em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2022, e terá como tema principal o “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. As políticas de pesquisa da instituição buscam priorizar projetos vinculados aos objetivos do ensino e extensão, inspirados em proposições e demandas locais, regionais e nacionais, buscando o intercâmbio científico com instituições de pesquisa nacionais e internacionais e com princípios educativos e científicos. O principal objetivo deste evento é a divulgação de conhecimento técnico-científico, além da divulgação do Campus Restinga do IFRS como um pólo de ensino, pesquisa e extensão, estimulador do desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas. Estima-se um público participante de 1500 a 2000 pessoas entre discentes, professores e membros da comunidade externa e mais de 20 instituições de ensino. Estão previstas ações como: apresentação oral de trabalhos científicos, exposição de trabalhos e projetos; oficinas sobre tecnologia e ciência; oficinas sobre inclusão; apresentações culturais e exposições; e estandes informativos.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 14/09/2022-31/03/2023