Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vicente Celestino Pires Silveira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • os sistemas de produção pecuários na bacia do rio ibirapuitã e suas relações com água e a energia na produção de alimentos
  • Por ser um conjunto de ecossistemas muito antigo, o Pampa apresenta flora e fauna próprias e grande biodiversidade, sendo que as estimativas indicam valores em torno de 3 mil espécies de plantas, abrigando mais de 450 espécies de gramíneas. O bioma exibe um imenso patrimônio cultural associado à biodiversidade. Trata-se de um patrimônio natural, genético e cultural de importância nacional e global. Também é no Pampa que fica a maior parte do aquífero Guarani. Além disto, a bacia do Rio Ibirapuitã, foco deste projeto, faz parte da bacia do Rio Ibicuí no Brasil e da bacia transnacional do Rio Uruguai (Brasil, Argentina e Uruguai). Desde a colonização ibérica, a pecuária extensiva (bovinos de corte e ovinos) sobre os campos nativos tem sido a principal atividade econômica da região. Além de proporcionar resultados econômicos importantes, tem permitido a conservação dos campos e ensejado o desenvolvimento de uma cultura mestiça singular, de caráter transnacional representada pela figura do gaúcho. A dinâmica econômica mundial resulta na constante necessidade de aumentar a produção e produtividade para atender as demandas internas e externas, resultando na expansão de áreas agrícolas e intensificação das atividades. A progressiva introdução e expansão das monoculturas, principalmente a soja, e das pastagens com espécies exóticas têm levado a uma rápida degradação e descaracterização das paisagens naturais do Pampa. Ao consideramos os serviços ecossistêmicos de provisão, regulação e culturais, os campos nativos propiciam inúmeros serviços, dentre eles: a regulação hídrica, o fornecimento de água limpa, a produção de forragem para a pecuária, o potencial para recreação ao ar livre, a estocagem de carbono no solo. Assim, o serviço ecossistêmico de regulação desempenhado pelos sistemas pecuários encontra-se ameaçado, e o incremento da produção agrícola ameaça diretamente a qualidade e a disponibilidade da água, como já ocorre em diversas regiões do planeta, onde o processo de intensificação da agricultura impactou diretamente o meio-ambiente, principalmente o acesso água. Por outro lado, a disponibilidade de energia elétrica no campo propicia um salto na qualidade de vida (infraestrutura e serviços básicos, iluminação, eletrodomésticos) e o aumento da produtividade rural, que contribuem para uma elevação do nível social e econômico da população local. Na bacia do Ibirapuitã temos contemplados três situações, na parte inicial da bacia permanece os sistemas pecuários, ao centro temos um grande aglomerado urbano e na parte final o cenário do uso intensivo do solo associando a produção pecuária, mas tendo os cultivos como agentes principais deste uso. O Objetivo geral do projeto é de verificar e criar cenários decorrentes dos sistemas de produção agropecuários utilizados na bacia do Rio Ibirapuitã, através da quantificação e descrição dos processos de formação do escoamento superficial e a sua associação com a degradação dos solos pela erosão e a degradação dos recursos hídricos pela produção de sedimentos, dos tipos de energia e a sua forma de consumo pelos moradores e pela análise da produção de alimentos e a sua forma de inserção nos mercados consumidores. O projeto adota como metodologia uma abordagem transdisciplinar e participativa, portanto, refere-se a investigar o que é autêntico e relevante para o mundo real. Assim, as ações não serão limitadas por assuntos tradicionais, mas serão suportadas e enriquecidas por eles. Assim, delimita-se a bacia do Rio Ibirapuitã como área do estudo e a compreensão da sua realidade como principal foco resultante das interações entre o homem e a natureza. Ao partimos destas premissas podemos explorar fatores ligados a importância da água, da energia e do alimento e suas interrelações, conforme a abordagem multidisciplinar do "Nexus Água-Energia-Alimento" que ressalta que para uma avaliação tenha algum impacto a longo prazo, deve ser realizada como parte de um processo mais amplo de envolvimento e discutido com principais interessados e especialistas. O projeto se constitui de quatro eixos de ações, três ligados diretamente ao foco Água, Energia e Alimento e um quarto que integra os mesmos. O eixo integrador trabalha na perspectiva do Método MESMIS (Marco de Evaluación de Sistemas de Manejo incorporando Indicadores de Sustentabilidade) integrando as ações geradas em cada eixo através da construção de indicadores que represente os sistemas em estudo.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Vicente da Rocha Soares Ferreira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • municípios goianos: pesquisa de diagnóstico e formulação de proposta para o desenvolvimento de capacidades administrativas na gestão pública municipal
  • Os serviços fornecidos pelos governos municipais impactam muitos aspectos da vida de suas comunidades, pois é nos municípios onde as pessoas moram e trabalham. Esse nível de governo assume importante papel em transformar políticas públicas formuladas em nível estadual e nacional em ações programáticas, que afetam diretamente a vida dos cidadãos (Bogason, 2000; Lima & Medeiros, 2012; Meyers & Vorsanger, 2010; Santos & Magalhães, 2012; Sellers & Lidstrom, 2007; Winter, 2010). Considerando que os governos municipais são aqueles que mais demandam o desenvolvimento de capacidades e competências de gestão, este projeto apresenta os seguintes objetivos: a) realizar uma pesquisa sobre as melhores práticas (últimos 10 anos) em gestão pública municipal baseadas em evidências empíricas em três países: Brasil, Estados Unidos e Tailândia; b) levantar as principais atividades e ações desenvolvidas pelos governos locais do Estado Goiás nas áreas de saúde, educação e assistência social; c) mapear as capacidades administrativas (capacidades estatais) da gestão dos munícipios nas áreas de saúde, educação e assistência; d) realizar uma pesquisa junto a gestores municipais para o levantamento de seus principais desafios e suas necessidades de gestão; e) realizar uma pesquisa, em uma amostra representativa de municípios goianos, para identificar a opinião dos cidadãos sobre suas reais prioridades de políticas públicas nas áreas de Saúde, Educação e Assistência. Para o alcance dos objetivos desta proposta de pesquisa, projeta-se a utilização de métodos mistos de pesquisa para coleta e análise dos dados (Creswell, 2014; Yin, 2009). Na parte qualitativa a coleta de dados será feita por meio de grupo focal e entrevista semiestruturada. Para analisar serão feitas análises de conteúdo com a utilização do software Nvivo que permite analisar grandes volumes de dados em torno de categorias previamente estabelecidas (Flick, 2009; Miles & Huberman, 1994). Na parte quantitativa a coleta de dados se dará em bases oficiais como do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás – TCM-GO, Instituto Mauro Borges (Instituto de Pesquisa do Governo de Goiás) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para análise desses dados serão utilizadas técnicas de estatística paramétrica e não paramétrica com auxílio do software estatístico SPSS. Como resultados, espera-se: a) a estruturação de um banco de casos sobre as melhores práticas de gestão pública para governo locais no Brasil; b) a elaboração de oficinas sobre as melhores práticas e práticas baseadas em evidências em gestão pública municipal; c) a criação de um concurso de gestor inovador para premiar as melhores experiências de gestão municipal no Estado de Goiás; d) a criação de um observatório para análise dos dados disponíveis em bases oficiais e disponibilização de informações municipais que possam auxiliar na implementação de políticas públicas nas áreas de saúde, educação e assistência social; e) a identificação das políticas públicas prioritárias necessárias aos municípios goianos; f) formação de pessoal em nível de graduação e da pós-graduação para trabalhar na gestão pública municipal e; g) apoiar os governos municipais na formulação, implementação e a avaliação de políticas públicas municipais. Parte desta proposta será desenvolvida em parceria com o Institute for Governmental Services and Research (IGSR), da Universidade de Maryland, dos Estados Unidos e o College of Local Administration, da Khon Kaen University, da Tailândia.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023