Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sávia Gavazza dos Santos Pessôa

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • água de chuva em zonas rural, urbana e industrial: proteção sanitária, saúde e definições de usos
  • O presente projeto trata da continuidade de ações tecnológicas com aplicação social iniciadas em 2007 pela equipe de pesquisadores da UFPE que atuam na temática de proteção da qualidade da água de chuva armazenada em cisternas, em grupo liderado pela proponente deste projeto de pesquisa. O projeto surgiu da necessidade de adequar a qualidade da água armazenada nas cisternas para consumo humano, seja em períodos chuvosos, quanto em períodos de estiagem. O grupo desenvolveu um dispositivo automático, denominado DesviUFPE (Luz, 2012; Alves et al., 2014; Carvalho et al., 2018), para desvio das primeiras águas de chuva no início de eventos de precipitação. As impurezas introduzidas na água da chuva durante a lavagem da atmosfera e superfície de captação (telhados e calhas) são desviadas através do dispositivo automático, melhorando consideravelmente a qualidade da água armazenada nas cisternas, com remoção considerável de microrganismos patogênicos, e utilizada para consumo humano. O DesviUFPE foi certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil, durante a premiação desta fundação em 2013 (http://www.fbb.org.br/tecnologiasocial/banco-de-tecnologias-sociais/pesquisar-tecnologias/detalhar-tecnologia-204.htm). Além disso, resultados de projetos anteriores já concluídos, todos desenvolvidos em comunidades rurais no semiárido pernambucano, utilizando o DesviUFPE, também foram objeto de alguns prêmios de âmbito nacional: 1. Vencedor do mais importante prêmio na temática de água do Brasil, conferido pela Agência Nacional de Águas – prêmio ANA 2014, na categoria Pesquisa e Inovação Tecnológica (http://premio.ana.gov.br); 2. Vencedor do prêmio Mandacaru em 2013, na categoria Pesquisa Aplicada (www.iabs.org.br/projetos/premiomandacaru2). As premiações e a certificação da fundação Banco do Brasil são importantes formas de reconhecimento do conhecimento científico gerado e contribui para que a tecnologia social desenvolvida na UFPE atinja o público para o qual foi desenvolvido. A transferência de tecnologia é ainda um gargalo importante no Brasil. O objetivo da equipe de trabalho é continuar desenvolvendo e aperfeiçoando tecnologias sociais para proteção da qualidade da água armazenada em cisternas e utilizada para consumo humano. As duas comunidades em Caruaru-PE que já integram o projeto serão mantidas, mas serão incorporadas novas comunidades situadas na zona rural de São Paulo do Potengi/RN, na zona urbana de Recife/PE, que incluem população que vive em área de risco sem acesso a água de qualidade para consumo humano e, na zona industrial de Caruaru/PE. Pesquisadores, técnicos e alunos do campus de Caruaru e de Recife da UFPE, pesquisadora e alunos do campus São Paulo do Potengi do IFRN, além de membros das comunidades envolvidas integram a proposta.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021