Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Yara Galvão Gobato

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • heteroestruturas e dispositivos semicondutores baseados em materiais bidimensionais (2d)
  • Neste projeto, pretendemos investigar as propriedades ópticas, magneto-óticas e de magneto-transporte de heteroestruturas/dispositivos baseados em materiais semicondutores bidimensionais (2D) tais como metais de transição do grupo VI dicalcogenados (TMDs) do tipo MX2 (M = Mo,W, Re e X= S,Se ou Te). Em particular, pretendemos investigar de forma sistemática propriedades de Física Fundamental usando as técnicas de transporte com luz circularmente polarizada, espectroscopia Raman, fotoluminescência (PL) e magneto-fotoluminescência resolvida em polarização em altos campos magnéticos e com aplicação de gate elétrico. Estamos interessados em estudar efeitos de quebra de degenerescência de “valleys” devido ao campo magnético, efeitos excitônicos, efeitos de orientações de planos cristalinos nas heteroestruturas e de anisotropia nesses sistemas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yeda Swirski de Souza

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • avaliação e desenvolvimento de micro fundamentos para o empreendedorismo internacional
  • A economia do conhecimento e criativa têm sido consideradas como contextos favoráveis para novos empreendimentos potencialmente capazes de atender a necessidades locais e, também, a um mercado global. A peculiaridade desses setores está no alcance mundial de suas atividades, favorecida pelas tecnologias de informação e comunicação (Nieto e Fernandez, 2006), pela mobilidade de seus talentos e intangibilidade de seus recursos (Saxenian, 2005) e pela possibilidade da atuação em cadeias globais (Lewin, Massini e Peeters, 2009). A combinação de pessoas talentosas e o acesso a tecnologias de informação e comunicação parecem ser os recursos essenciais necessários para empresas baseadas em conhecimento e inovação se desenvolverem e conquistarem mercados internacionais. No entanto, o que não está claro é, até que ponto, aquelas empresas que iniciam suas atividades em um hub de conhecimento e criação local, tornam-se capazes de operar internacionalmente, mesmo contando com as capacidades técnicas e gerenciais requeridas para lançar produtos e serviços inovadores e potencialmente competitivos. Os estudos sobre internacionalização já apontaram que modelos explicativos para empresas que operam em indústrias tradicionais não se aplicam a empresas baseadas no conhecimento e inovação que se internacionalizam rapidamente (Oviatt; McDougall, 1994, 2005), bem como a necessidade de desenvolvimento teórico e estudos empíricos para o entendimento desse fenômeno no campo dos estudos da internacionalização, do empreendedorismo e da gestão estratégica (Zahra, 2005). Empresas designadas como born global firms, novos empreendimentos internacionais ou startups globais internacionalizam-se com base na inovação, no conhecimento e nas capacidades, buscando posicionar-se no mercado externo no início de sua evolução, apesar de possuírem escassos recursos tangíveis, financeiros e humanos, o que caracterizam a maioria dos novos negócios (Knight & Cavusgil, 2004). Esta proposta toma como fundamento teórico os desenvolvimentos do conceito de capacidades dinâmicas e de seus micro fundamentos. Alinha-se na intenção de preencher lacuna na explicação sobre a combinação de capacidades e as relações entre tipos particulares de conhecimento organizacional, rotinas organizacionais e desempenho em empreendimentos internacionais. Pretende-se, assim, tornar mais claro como elementos em nível de micro fundamentos influem na orientação internacional de empresas baseadas em conhecimento e inovação. Micro fundamentos correspondem a dimensões cognitivas e comportamentais da ação organizacional. São subjacentes às ações em nível individual e em grupo que moldam a estratégia, a organização e, de forma mais ampla, as capacidades dinâmicas (Gavetti, 2005; Eisenhardt, Furr & Bingham, 2010) Assume-se como pressuposto que operar internacionalmente depende de mentalidade gerencial e direcionamento estratégico que fundamentam a apreensão de oportunidades internacionais e o consequente desenvolvimento de estratégia, rotinas e processos. Nessa perspectiva, capacidades dinâmicas (Teece, Pisano & Shuen, 1997; Zollo & Winter, 2002) e uma mentalidade de empreendedorismo internacional (Ireland et. al. , 2001) são necessárias para uma empresa apreender oportunidades, mobilizar recursos e explorar essas oportunidades, mesmo sob condições altamente incertas. Assume-se também que é preciso investigar micro fundamentos para uma análise de capacidades dinâmicas relacionadas com a mentalidade gerencial. A questão central nesse estudo é: Como micro fundamentos subjacentes a ações em nível individual e de grupo favorecem ou limitam o empreendedorismo internacional de empresas baseadas em conhecimento e inovação? Nessa perspectiva, este estudo tem como objetivo geral analisar como os micro fundamentos subjacentes a ações em nível individual e de grupo, atinentes a processos e rotinas organizacionais influem no empreendedorismo internacional. Na perspectiva da contribuição para a teoria, esta pesquisa pretende preencher lacuna no entendimento no processo decisório de atores chave no processo de internacionalização de empresas baseadas em conhecimento e inovação. A investigação sobre micro fundamentos tem sido já explicativa para fundamentar o desenvolvimento de capacidades dinâmicas no escopo dos estudos sobre estratégia. Este estudo pretende estender evidências sobre micro fundamentos para os estudos sobre empreendedorismo internacional. Em uma perspectiva de suas aplicações, o interesse por essa linha de investigação justifica-se pelo crescimento e relevância de empresas baseadas em conhecimento e inovação internacionalmente e, em particular, no Brasil. Diferentes abordagens metodológicas e procedimentos estão previstos para o desenvolvimento desta proposta de pesquisa em suas diferentes etapas. A abordagem de pesquisa nesta etapa será qualitativa e inspirada em estudos da cognição. Em uma segunda etapa, os resultados alcançados na primeira etapa subsidiarão a construção de um questionário para a coletas de dados sobre atitudes e representações sociais sobre capacidades para o empreendedorismo internacional em startups brasileiras. Já, a terceira etapa, em uma abordagem de pesquisa-ação prevê o estabelecimento de metodologia para o desenvolvimento de gestores de startups com foco em aspectos cognitivo-comportamentais favoráveis a internacionalização.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ygor Jacques Agra Bezerra da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • biogeoquímica de elementos terras raras em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido
  • Elementos terras raras (ETR) são essenciais para a vida moderna. A demanda global por ETR está aumentando anualmente e, consequentemente, o acúmulo desses elementos no solo e no ambiente tem provocado impactos adversos na saúde humana e ambiental, causando preocupação crescente não apenas na comunidade científica, mas em toda sociedade. Os processos biogeoquímicos que influenciam nas concentrações de ETR em solos são complexos e permanecem pouco compreendidos, principalmente em ambientes tropicais. Mecanismos que controlam a absorção de ETR pelas plantas nessas regiões merecem atenção especial, considerando que essas áreas são grandes produtoras de alimentos em todo o mundo. Neste contexto, este projeto objetiva avaliar a biogeoquímica de ETR em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido. Também será estudada a influência dos minerais de argila, estoque de carbono e substâncias húmicas na biogeoquímica de ETR em solos. Serão selecionados quatro perfis de solos originados de diferentes materiais de origem, em cada zona climática de Pernambuco: úmida (Zona da Mata), subúmida (Agreste) e seca (Sertão), totalizando 12 perfis de solos. As rochas serão analisadas em microscópio petrográfico, por microscopia eletrônica de varredura e espectroscopia por energia dispersiva de raios X (MEV/EDS). A composição química total de rochas e solos será determinada por espectrometria de fluorescência de raios X (FRX). As leituras de ETR em amostras de rocha, solo e planta serão realizadas por espectrometria de emissão óptica (ICP-OES), após a digestão total das amostras de acordo com a metodologia da Sociedade Americana de Ciência do Solo. Um difratômetro de raios X (DRX) será usado para identificar os minerais nas diferentes frações do solo. As taxas de intemperismo serão quantificadas por meio do cálculo do balanço geoquímico de massa e da aplicação de índices de intemperismo. Para avaliar o potencial de acumulação de ETR em plantas será calculado o coeficiente de acumulação biológica. A atual proposta se consolidará como o primeiro estudo do Brasil a abordar de forma integrada e detalhada a influência da composição química e mineralógica de diversos materiais de origem, das transformações de minerais e matéria orgânica do solo e de distintas condições climáticas nos processos biogeoquímicos que afetam as concentrações de ETR em solos e a sua assimilação pelas plantas. Os resultados deste projeto serão fundamentais para compreender a dinâmica de ETR em ambientes tropicais e servirão de base para prever e evitar impactos futuros resultantes do acúmulo de ETR no ambiente, bem como para auxiliar no futuro desenvolvimento de legislações específicas no Brasil quanto aos limites de ETR em solos.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yohandra Reyes Torres

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • caracterização química e farmacológica de produtos apícolas e seu uso como bioindicador de poluição ambiental.
  • O objeto de estudo da atual proposta são os produtos apícolas, em particular própolis, geoprópolis e mel produzidos no Paraná. Almeja-se através do desenvolvimento deste projeto dar continuidade e aprofundar no conhecimento químico e atividade biológica desses produtos naturais com o objetivo de estimular a atividade apícola no estado. Anseia-se classificar a própolis, geoprópolis e mel paranaense e estabelecer uma metodologia de análise, qualitativa e quantitativa, utilizando métodos hifenados de análise como GC-MS, LC-MS/MS e HPLC associado a detectores espectrofotométricos. Através dessa metodologia poderão ser identificados os principais marcadores químicos e as concentrações em que os mesmos se encontram nesses produtos apícolas produzidos no Paraná. Pretende-se também investigar métodos diretos, rápidos e não destrutivos de análise de extratos de própolis, geoprópolis e mel que permitam estimar as concentrações de substâncias bioativas e/ou seu potencial farmacológico de maneira confiável e que possam ser utilizados no controle de qualidade desses produtos. Para tal, será estudada a aplicação de métodos de análise multivariada que permitam a conversão de uma resposta instrumental ou propriedade física, como cor, no dado químico de interesse que seria a concentração de fenólicos totais, de flavonoides e a atividade antimicrobiana ou antiradicalar. A composição química da própolis, geoprópolis e os componentes fitoquímicos minoritários do mel são altamente dependentes da origem botânica e geográfica. Assim, a identificação do perfil químico e do padrão de qualidade desses produtos apícolas produzidos na região poderá aumentar seu valor de mercado e, consequentemente, incentivar os produtores para realizar maiores investimentos no ramo e diversificar sua produção. Ainda busca-se verificar a possível aplicação de produtos apícolas como bioindicadores de focos de poluição e determinar os níveis de poluentes orgânicos em produtos apícolas o que poderá resultar na identificação de regiões de excelência para o desenvolvimento da apicultura orgânica, bem como, em propor ações para minimizar os efeitos nocivos de poluentes orgânicos nas colmeias.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yosio Edemir Shimabukuro

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • mapeamento e monitoramento da cobertura florestal da região nordeste utilizando tecnologia de sensoriamento remoto e informações de campo
  • O Nordeste brasileiro (NEB) tem sido negligenciado e pobremente estudado tanto em termos de programas de conservação quanto de investigação científica. As altas taxas de desmatamento e degradação, aliadas às frequentes secas extremas, tornam o Nordeste uma das regiões mais vulneráveis no mundo. Deste modo, os satélites ambientais são essenciais para a realização do monitoramento contínuo de áreas extensas como o NEB. Seus produtos propiciam uma melhor representatividade e acurácia das variáveis e parâmetros essenciais para os estudos de mudanças de causas antrópicas e impactos dos eventos naturais extremos. Neste contexto, a presente proposta tem como objetivo principal a implementação de uma metodologia multidisciplinar, baseada na integração multi-temporal de diversos produtos provenientes de sensores orbitais e em diferentes níveis de aquisição, dados coletados em campo e ecologia empírica para produzir um mapeamento e monitoramento da cobertura florestal compreendendo todo o NEB no período de 20 anos, assim como analisar as interações fenológicas da vegetação com os fatores climáticos a partir da implementação do projeto piloto de monitoramento fotográfico local na caatinga. Para validação dos produtos que serão originados, 6 áreas testes foram selecionadas: Parque Nacional do Boqueirão da Onça (Sento Sé – Estado da Bahia) como área piloto do monitoramento fotográfico, Serra do Araripe e Estação Ecológica de Aiuaba (ambos no Estado do Ceará) e os municípios de Zé Doca (transição Amazônia-Cerrado) e Caxias (ambos no Estado do Maranhão), além da colaboração no Recôncavo da Bahia. Entre as principais características das áreas selecionadas, pode-se citar a grande biodiversidade e preservação, a existência de parques eólicos como infraestrutura para implantação das câmeras fotográficas, além de representarem áreas de transição de biomas. A partir dos processamentos e validação dos dados, espera-se originar um mapa ambiental com o cruzamento das informações obtidas nos trabalhos de campo e dados de sensoriamento remoto para o Nordeste, assim como criar um banco de dados multi-temporais de reflectância de superfície entre sensores com diferentes resoluções temporais e espaciais, índices de vegetação e de área foliar, temperatura e precipitação, registro fotográfico da fenologia da vegetação de caatinga durante um ano de coleta, mapas com incrementos e perdas da vegetação e de áreas vulneráveis no NEB. Além disso, os dados e mapas resultantes do projeto serão disponibilizados através do portal do Laboratório de Agricultura e Floresta (LAF) do INPE para o uso da comunidade científica.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yuan Jinyun

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • computação científca e suas aplicações
  • Computação científica consiste parcialmente das seguintes áreas: Álgebra linear numérica que ´e fundamental de matemática aplicada e computacional, otimização numérica que apareceram nas todas as áreas de pesquisa e aplicações, métodos numéricos das equações diferenciais e integro-diferenciais, simulação numérica e aplicações nas engenharias e diversas áreas. Portanto, neste projeto, vamos estudar e pesquisar os problemas de álgebra linear numérica, otimização numérica, métodos numéricos para equações diferenciais, ciência de dados, e suas aplicações, principalmente em engenharia química e energia. métodos iterativos para problema indefinido, estudo de estabilidade de Crank-Nicolson, conjetura de estimativa de norma da inversa de matriz triangular Toeplitz especial, etc serão destacados neste projeto. Os problemas são bem escritos, os objetivos são bem definidos e claros. As ideias de trabalho do projeto sobre os problemas são viáveis. Os resultados previstos são positivos. Todos os resultados possuem muitas aplicações nos problemas reais. O proponente é um pesquisador reconhecido e experiente na área. o centro possui infra-estrutura boa e adequada para execução deste projeto. Os orçamentos são adequados, bem distribuídos e necessários. As bibliografias são bem colocadas.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yule Roberta Ferreira Nunes

Ciências Biológicas

Ecologia
  • colapso das veredas no sertão mineiro (fase ii): efeitos sobre a biodiversidade, serviços ecossistêmicos e saúde única
  • As veredas são um tipo fitofisionômico do Cerrado que apresentam comunidades hidrófilas associadas à palmeira Mauritia flexuosa L.f. (buriti). São ambientes que desempenham um papel fundamental no equilíbrio hidrológico dos cursos d’água e possuem grande importância ecológicae papel social ímpar. Apesar das veredas serem reconhecidas como Áreas de Proteção Ambiental, a ocupação antrópica de suas áreas naturaistem levado à exaustão destes ambientes. As veredas no norte de Minas estão secando. Na perspectiva de monitor e entender o processo de secamento das veredas sobre a biodiversidade, em 2016 foi aprovado o sítio PELD-VERE. A proposta aqui apresentada baseia-se na continuidade do sítio de pesquisa, que tem monitorado as variações climáticas e hídricas, a vegetação e seus processos ecológicos. Nesta perspectiva, a principal questão norteadora do PELD-VERE Fase II é: quais as consequências do secamento das veredas para biodiversidade, serviços ecossistêmicos e saúde única? Neste sentido, seguindo o desenvolvimento de diferentes sub-projetos que integram essa questão, várias questões foram endereçadas para o sítio PELD-VERE, nesta segunda fase: (1) qual limiar de tolerância da vegetação ao rebaixamento do lençol freático?; (2) qual o efeito da mudança do regime hidrológico na dinâmica espaço-temporal em termos de biomassa da vegetação?; (3) quais as linhas de tendência dos cenários bioclimáticos das veredas? (4) existe diferença na dinâmica do carbono do solo entre veredas em diferentes condições hídricas?; (5) quais mudanças estruturais e demográficas da comunidade vegetal ao longo do tempo?; (6) existem diferenças nas métricas de diversidade taxonômica (beta), funcional e filogenética em veredas sob diferentes condições hídricas?; (7) o comportamento fenológico reprodutivo nas diferentes veredas se manterá divergente, como resposta a mudanças na composição florística?; (8) o secamento das veredas influencia na época e intensidade das fenofases vegetativas e reprodutivas do buriti (Mauritia flexuosa L.f.) e do xiriri (Mauritiella armata Mart.), espécies-chave deste sistema?; (9) a deposição da serapilheira, decomposição e ciclagem de nutrientes responde as variações hídricas das veredas estudadas?; (10) qual é a contribuição do buriti e xiriri para o acúmulo de carbono e qual o impacto da diminuição da população destas espécies para o sequestro de carbono?; (11) aspectos da semente e germinação podem explicar a distribuição das espécies nos diferentes microambientes de veredas?; (12) como os fatores ambientais interferem na dinâmica do banco de sementes e como diásporos e plântulas das palmeiras-chave respondem ao estresse?; (13) quais são os efeitos do estresse hídrico imposto pelo processo de secamento na expressão de atributos estruturais e funcionais de galhas e sua relação com o ataque pelos inimigos naturais; (14) quais são os efeitos da mudança no regime hidrológico sobre a comunidade de insetos terrestres bioindicadores?; (15) existem efeitos da mudança no regime hidrológico sobre as interações ecológicas e no funcionamento dos processos ecossistêmicos?; e (16) a mudança no regime hidrológico das veredas promove o aumento do contato entre homens, animais silvestres e vetores de doenças? Em síntese, a proposta aqui apresentada mantém a coleta de dados iniciado na implantação do sítio e inicia uma abordagem ecossistêmica e de saúde ambiental, identificando as respostas da biodiversidade, serviços ecossistêmicos e saúde única frente as mudanças ambientais, causadas pelo secamento das veredas. Vários aspectos aqui abordados são essenciais para ações de gestão ambiental e na adoção de programas de conservação e restauração deste ecossistema, além de fornecer subsídios para políticas públicas que garantam a saúde única. Neste sentido, o PELD-VERE (Fase II) traz a perspectiva de mostrar a relação do impacto do secamento nos serviços ecossistêmicos e saúde única. Assim, o colapso das veredas não somente impacta a conservação da biodiversidade, mas afeta diretamente e as pessoas, pela perda dos serviços ecossistêmicos e pelo aumento da potencial ameaça de doenças zoonóticas.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Yuri Daniel Jatobá Costa

Engenharias

Engenharia Civil
  • modelos físicos laboratoriais para investigação de encontros de pontes integrais sob ciclos de deslocamentos laterais impostos
  • Pontes integrais são construídas sem juntas, unindo-se total ou parcialmente a infraestrutura, a mesoestrutura e a superestrutura. Esta tecnologia apresenta diversas vantagens, como maior durabilidade e menores custos de manutenção. As contenções e fundações de encontros de pontes integrais estão sujeitas a uma complexa interação com os aterros contidos, pois devem acomodar as movimentações laterais de dilatação e contração da superestrutura. A presente pesquisa tem por objetivo avaliar o efeito causado por ciclos de deslocamentos laterais impostos no comportamento do solo em encontros de pontes integrais, através de modelos laboratoriais em escala reduzida. Os modelos físicos serão concebidos para representar uma estrutura de contenção sujeita a diversos ciclos de deslocamentos laterais impostos. Será construída uma caixa de testes dotada de uma face móvel transladando lateralmente, de modo a permitir avaliar o fenômeno ratcheting no solo por meio da variação das tensões horizontais e deformações irreversíveis após seguidos ciclos de compressão e descompressão. Uma das paredes laterais da caixa será transparente, para mensuração de deformações na massa de solo aplicando-se a técnica de Correlação de Imagens Digitais (CID). Aspectos como amplitude de ciclos de deslocamentos laterais, densidade do solo e nível de sobrecarga serão estudados. O presente trabalho também contará com simulações numéricas, validadas a partir dos resultados experimentais, com o intuito de complementar os resultados de laboratório. Espera-se, com este trabalho, esclarecer importantes questões referentes ao comportamento de encontros de pontes integrais e contribuir com a difusão da tecnologia no Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yurimiler Leyet Ruiz

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • materiais processados a partir de nanopartículas à base de (li, na) -tio2 para aplicações em dispositivos de armazenamento de energia em estado sólido
  • O armazenamento de energia resulta de grande interesse econômico-social. As baterias apresentam-se como uma alternativa para o uso racional da energia elétrica, entre elas as de estado sólido tem despertado grande interesse científico tecnológico nos últimos anos. O uso de íons de lítio e sódio como parte dos componentes das baterias de estado sólido, tem gerado grande expectativa de desenvolvimento devido a sua elevada capacidade armazenamento de energia. Quando processados materiais com base (Li,Na)-TiO2 o interesse se multiplica porque misturam: alto poder de armazenamento de energia e uma ínfima taxa de polução. Por outra parte o sódio é um elemento de baixo custo e de grande abundancia na natureza. O foco deste projeto é o uso do método de sínteses sonoquímica para a obtenção de nanopartículas com propriedades de condição iônica e com base (Li,Na)-TiO2, visando na preparação de componentes de baterias de estado sólido. Por outra parte também se pretende melhorar as propriedades físico-químicas de cerâmicas e filmes finos obtidos a partir dos nano-pôs produzidos, aumentando suas potencialidades para o setor energético e eletrônico. As nanopartículas sintetizadas serão caracterizadas estrutural e microestrutulmente por técnicas tais como: difração de raios X (DRX), espectroscopia Raman (ER), microscopia electrónica de varredura (MEV), microscopia de força atómica (MFA) e microscopia electrónica de transmissão (MET). A simulação teórica com cálculos “ab initio” por meio da teoria da funcional de densidade será usada para simular as propriedades dos materiais obtidos. Finalmente as técnicas de espectroscopia de impedância complexa e eletroquímicas serão aplicadas, para estudar propriedades como condutividade iónica e densidade de energia para avaliar seu possível potencial para uso em baterias de estado sólido de íons lítio.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yuska Paola Costa Aguiar

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • diretrizes específicas para o desenvolvimento de recursos digitais para indivíduos com transtorno do espectro autista: um estudo multidisciplinar centrado no usuário
  • O binômio tecnologia e autismo é uma realidade. O uso de recursos digitais (softwares, jogos, aplicações, etc.) por pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) tem sido cada vez mais frequente. Tais recursos são adotados em diferentes contextos de uso para apoiar as práticas de intervenção educacional e terapêutica, ou ainda enquanto suporte para realização de atividades da vida cotidiana. Face à elevada heterogeneidade inter- e intra- individual das pessoas com TEA, os recursos digitais destinados a este público devem considerar suas particularidades sensoriais, seu nível de desenvolvimento e suas competências. Portanto, é relevante que os princípios de Design Centrado no Usuário sejam contemplados no processo de concepção de tais recursos. Em adicional, considerando que as práticas de intervenção clássicas utilizadas junto às pessoas com TEA se apóiam em métodos baseados na teoria da aprendizagem e em terapias cognitivo-comportamental, como ABA (Applied Behavior Analysis) e TEACCH (Treatment and Education of Autistic and related Communication handicapped CHildren), transpor tais práticas como parte do design destes recursos é igualmente relevante. Desta forma, definir diretrizes específicas para o desenvolvimento de recursos digitais para indivíduos com TEA tem por objetivo a disponibilização de um instrumento para favorecer a aplicação de design centrado no usuário, neste contexto tão particular e diverso. Tais diretrizes devem estar em consonância com os princípios de Interação Humano-Computador e das práticas de intervenções clássicas (ABA e TEACCH), assim como devem direcionar as decisões de design dos projetistas para atender as características, as necessidades e as particularidades sensoriais dos potenciais usuários dos recursos digitais em desenvolvimento - favorecendo o design centrado no usuário. De forma a verificar a eficiência das diretrizes propostas, se faz necessário aplicá-las no desenvolvimento real de recursos digitais que devem ser colocados em uso prolongado para que a evolução das competências dos usuários, indivíduos com TEA, possa ser analisada.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022